Juiza recusa censura a vídeo com sátira de Danilo Gentili sobre Maria do Rosário

A 7ª Vara da Seção Judiciária do Distrito Federal do Tribunal Regional Federal (TRF) indeferiu um pedido da Câmara dos Deputados que pedia que Danilo Gentili retirasse do ar um vídeo em que ele rasga uma notificação judicial enviada pela deputada federal Maria do Rosário (PT-RS). Em junho, o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS) determinou que o apresentador tirasse do ar os vídeos com ofensas à deputada.

O pedido dos advogados da deputada para a retirada das imagens foi deferido pelo desembargador Túlio Martins, da 10ª Câmara Cível do TJRS. Em nota, Martins afirmou que as imagens do vídeo são de natureza misógina.

Na filmagem que foi objeto do atual pedido da Câmara, o apresentador esfrega o papel em suas partes íntimas. 

A juíza federal Luciana Raquel Tolentino de Moura, porém, não acatou o pedido e justifica citando o livre direito à manifestação.

CLIQUE AQUI para ver o vídeo.