Juros dos depósitos judiciais consomem R$ 5 milhões por dia do caixa do governo gaúcho

Apenas para honrar o pagamento de juros decorrentes do uso dos depósitos judiciais, o governo Sartori desembolsa R$ 5 milhões por dia.

São R$ 100 milhões por mês

Ou R$ 1,2 bilhão por ano.

"65% desse valor de juros deve-se a saques feitos pelo governo Tarso Genro", disse ao editor, esta tarde, o economista Darcy F.C. dos Santos, especialista em finanças públicas.

É outra herança maldita deixada por Tarso, que esgualepou, vampirisou e levou desordem às contas públicas do governo do RS.

7 comentários:

Anônimo disse...

Mas, o TCE recomendou a aprovação de suas contas, caro Editor. E aí???
Não se lembra? Veja: http://polibiobraga.blogspot.com.br/2015/07/tarso-aplaude-decisao-do-tce-que.html. Agora temos supostas "heranças malditas" legais??? Ou é alguma "jaboticaba gaúcha"?

Anônimo disse...

Tarso esgualepou o RS quando aprovou o plano de carreira da FDRH, dando sobrevida a esta infundada fundação pública, que nada serve em nada ao cidadão gaúcho.

Anônimo disse...

Neste tema o Sartori não pode dar nenhum piu. Foi até a rapa do tacho, se houvesse mais dinheiro estaria sacando ate agora.

elias disse...

E nada foi ou será feito contra o ameba genro.
Por que não fazem um B.O. numa delegacia? Só pra ver o que acontece.
Por que não responsabilizam judicialmente o tribunal de contas do estado por deixar virar essa zona?
Aqui no rio pequeno do sul tudo está caótico. O povo só gosta de lixo, a elite só vota em lixo, todos querem uma boquihna no governo e seus puxadinhos. Trabalhar? Ninguém daqui é louco!
Essa bosta vai é terminar, e não vai demorar.

EDSON GOMES disse...

MAS O QUE FAZER? PORQUE NÃO POEM EM CANA O TARSO? OU PEDEM SUA CONDENAÇÃO?

Anônimo disse...

QUEM GASTOU OS DEPOSITOS JUDICIAIS FOI O TARSO GENRO,,, PETISTA É UM VERDADEIRO VANDALO ,,,

Anônimo disse...

O que está feito não tem volta, precisamos novas ações para tentar remediar a situação, inclusive da segurança pública. Sugiro para tanto a discussão da utilização e destinação dos juros pagos sobre os depósitos judiciais. A parte que excede o valor legal da remuneração dos recursos deveria ser destinado a construção de presídios (semi-aberto, fechado e de segurança máxima ) ao invés de construção de verdadeiros palácios para o judiciário. O titular do blog poderia fazer o levantamento das obras realizadas em todas as comarcas do estado.