Atrasos nos salários podem resultar no cancelamento dos consignados para os servidores estaduais gaúchos

Os continuados atrasos nos pagamentos dos servidores públicos gaúchos podem resultar na suspensão dos empréstimos consignados para o funcionalismo público estadual.

5 comentários:

Anônimo disse...

Cite a fonte, por favor. Informação totalmente descabida se estiver se referindo ao Banrisul.

Anônimo disse...

Caro polibio. É o slogan do banrisul. O banco dos gaúchos. Se bem que banco não existe para fazer caridade e sim para ganhar dinheiro.

Anônimo disse...

Não tem problema o tiririca da serra não fez nenhuma promessa que iria pagar em dia, mesmo assim as professaras, os brigadianos e os funcinários públicos em geram votaram em peso no tirica e se duvidar o elegem de novo.

Então, aumento de impostos neles e nadica de emprestimo do banrisul tiririca porque eles gostiam de sofrer, com isso ainda garante a reeleição. Fora Petralhas que sempre honraram o pagamento, com reajustes razoáveis de salários, sem retirada de direitos sociais e sem aumento de impostos.

Háaaaa.... não esquece de acabar com o IPE ou cobrar dos dependentes e peça para o TEMER, do seu PMDB de guerra, do Cunha, Jucá, Simon, Brossard, Sarney, Padilha, etc. para aumentar a idade de aposentadoria para 70 anos, reajuste salario só mediante acordo com o empregador e reajuste nas passagens do Trensurb que não tem reajuste a 10 anos, ou seja, quem quizer andar de trem que pague, ou seja, nada de subsídios.

Anônimo disse...

Impressionante como no setor público os servidores só querem saber de salários e também sempre tem problema com salário dos servidores. Não se vê reclamações sobre infraestrutura, plano de carreira, melhora dos serviços, mais concorrência ou opções e tudo mais. Interessante, não é mesmo? Ou tem problema de servidores ganhando pouco ou alegando que ganham pouco. Porém com currículos nem sempre tão ricos em cursos e experiência. Ou ganham muito com currículos parecidos. Pouco se vê notícias de alta qualificação, eficiência, salários nem muito altos e nem muito baixos porém salários justos.

Isso em todos os lugares desde municipais, estaduais e federais. É Polícia Federal, Correios, Infraero, ANAC, Policiais, Militares, Professores, judiciários, universidades, médicos e etc.

Povo só quer ganhar muito e trabalhar pouco no setor público. Alguns nem querem trabalhar e só querem receber, só ver escândalos de funcionários fantasmas.

Anônimo disse...

Tanto quem não recebe tem culpa quanto tem que não paga também. Tem muito funcionário público por aí que só fazem o básico todo dia, enrolam e só fazem algo por que é obrigado pelo menos parecer que faz. Vai em qualquer DETRAN da vida, hospital, universidade, correios e tudo mais. Cansei de tentar resolver qualquer coisa em vários órgãos públicos e os funcionários demoravam horas e horas para resolver qualquer coisa mesmo com pouca gente na fila de espera. Professores de universidades públicas que mal dão aula e fazem greve de ano em ano. Cansei de ver. Depois quando privatizam os serviços, alguns folgados vão para a rua e ficam chorando, vai para passeatas e tudo mais. Povo que não tem nenhum apego por resultado algum, nem de curto nem de médio e nem de longo prazo. Só querem vida mansa. Sem contar a turminha que fica nas costas dos outros. Os outros trabalhar e ele fica só fingindo que trabalha.

Essa turma vive atolada em sindicato e etc. Povo FOLGADO. Conheço vários que vivem dizer é pobre, não tem dinheiro, reclamam de todo mundo e etc. Mas todo mês está em uma festa diferente, vivem bebendo, compram do bom e do melhor possível e tem em casa como ar condicionado, celular, televisão e produto caro.

Outros fazem isso por 20 ou 30 anos e se aposentam o mais rápido possível. Cheio de cupinchas mamando nas tetas do INSS da vida. Passaram a vida acomodado em empregos públicos e depois morrem mamando no INSS.

Conheço vários professores de universidades públicas que fazem pós-graduação, mestrado e doutorado em assuntos fúteis ou com pouca utilidade só para ganhar o título, atolar o currículos de títulos que na prática valem nada só para ter aumento de salário e também acumulam funções dentro e fora da universidade para ganhar mais ainda. Depois e aposentam ganhando uma fortuna por mês. E muitos mal aparecem na sala de aula e os que aparecem na sala de aula se acham os donos do universos, arrogantes, se acham os mais sábios do universos e tratam os alunos como lixo para se sentir superior.

Sinceramente, boa parte desse povo nem merecia receber salário. Muitos deveriam estar é presos por estelionato, abuso de autoridade, acumulo de funções e etc.