Melhora da confiança do comércio e do setor de serviços se manteve em junho

Mantendo a tendência dos últimos meses, a retomada disseminada da confiança entre os diversos setores da economia sustenta a estabilização da economia que temos observado neste segundo trimestre. Divulgados há pouco pela FGV, os índices de confiança do comércio e do setor de serviço confirmam esse movimento, com avanços 2,8 e 1,9 pontos, respectivamente, entre maio e junho. 

No caso da sondagem do comércio, a melhora foi puxada tanto pela avaliação da situação corrente como das expectativas, cujos índices subiram 2,4 e 3,3 pontos no período. Na mesma direção, a alta da confiança de serviços foi impulsionada pelo avanço de 3,0 pontos do índice de expectativas e de 1,0 ponto da avaliação da situação atual. 

Com tudo isso, nota-se recuperação mais forte das expectativas quando comparamos com o desempenho da situação corrente, dizem esta manhã os economistas do Bradesco, tudo no âmbito da sua newsletter diária. Diz o banco: 

- Para o segundo semestre, ocorrerão sinais mais notáveis do retomada da atividade econômica, reforçados pela confiança em níveis mais favoráveis.  

Nenhum comentário: