Daisson Portanova também foi solto da carceragem da Polícia Federal de SP

O advogado gaúcho Daisson Portanova foi um dos sete presos no ãmbito da Operação Custo Brasil que foi solto ontem a noite da carceragem da Polícia Federal de São Paulo.

Um comentário:

Carlos Mota disse...

Que bosta de justiça nós temos?
Inocentes condenados; culpados libertados.
PF prende STF solta.
Justiça(?) do Trabalho leva 3, 4, 5, 6 anos ou mais para uma decisão de meia dúzia de reais.
Para uns a justiça é rápida; para os menos afortunados é lenta.
Para os de terno e gravata, foro privilegiado; para os bate botas em obras, a rigidez da Lei.
Enquanto houver diferenças patrocinadas pelos legisladores e magistrados, jamais haverá igualdade na Justiça!!!!