Senado aprova MP que abre capital das aéreas para investidores estrangeiros

O plenário do Senado aprovou a Medida Provisória 714/2016 após um acordo dos parlamentares com o presidente Michel Temer para que seja vetada a liberação total de participação de companhias aéreas estrangeiras no capital brasileiro. Dessa forma, a participação externa deve ficar como é atualmente, em 20% ou ir até perto dos 50%.

A negociação foi anunciada na manhã desta quarta pelo ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha. Ele explicou que, no atual momento econômico, o Brasil precisa internalizar capitais para gerar empregos. Eliseu Padilha acrescentou que o governo vai encaminhar uma nova proposta sobre a abertura de capital aéreo para o Congresso Nacional para que o tema seja discutido de forma mais abrangente.

O diretor de Relações Sindicais do Sindicato Nacional dos Aeronautas, Tiago Rosa, lembrou que a MP foi aprovada com ressalvas que garantem o emprego da categoria no Brasil.

Um comentário:

Anônimo disse...

Estava bom demais. Já não chegam os pedágios e propinas pagar para poder atuar em banânia..