Kaipper propõe Plano de Cargos e Salários que põe em pé de guerra a PGE do RS

O governador Tarso Genro decidiu encampar as propostas de final de governo que lhe foram encaminhadas pelo seu Procurador Geral do Estado, Carlos Henrique Kaipper. As propostas de Kaipper colocaram a PGE em pé de guerra.

. O clima é de guerra declarada.

. O editor soube pelo Sindicato dos Servidores da PGE que o Procurador rompeu unilateralmente negociações que mantinha com os servidores e mandou para a Casa Civil um projeto de lei reorganizando o quadro de pessoal, contendo todos os pontos repelidos pelo pessoal da PGE.

. O projeto de lei contém pérolas como a atroca arbitrária da denominação dos cargos e a não obrigatoriedade da habilitação para exercício da advocacia por parte dos assessores jurídicos. Estes passam até mesmo a fazer toda a atividade dos procuradores, ainda que com os mesmos salários.


. Na semana que vem, representantes dos servidores irá ao encontro do deputado Enio Bacci, que assumirá uma cadeira na Assembléia, e foi informado do caso. Os servidores também procurarão o governador eleito, José Sartori. 

4 comentários:

Anônimo disse...

Ué! Casta de eleitores do PT se voltando contra seu eleito? /Chupins!


Anônimo disse...

Assim que petralha age:
Arma confusão em tudo que é canto na hora em que tem que devolver o cargo que perdeu nas eleicões.
Quando o Olívio saiu,apagaram tudo que era importante nos computadores do governo e deixaram uma barafunda para o que assumiu.
É o modus operandi petralha.Está no DNA do partido.

Anônimo disse...

Alguem avisa o Kaipper que o governo dele já acabou!!

Anônimo disse...

Notícia plantada por parte do sindicato (que aliás está rachado, até com abaixo assinado contra eles)e que não representa a vontade da maioria da categoria que está apoiando o PL.