Iesa confirma fim do Pólo Naval do Jacuí

A Iesa confirmou em nota que vai mesmo demitir seus mil trabalhadores da planta de Charqueadas, RS, mas ainda não disse se fechará tudo no Pólo Naval do RS, o que é provável que faça, já que perdeu o contrato de US$ 800 milhões que tinha com a Petrobrás.

. É o fim do Pólo Naval do Tarso.

4 comentários:

adriano disse...

Justamente depois das eleições, coincidência?

Anônimo disse...

Não podemos esperar muito de um país atolado em corrupção senão falência generalizada. O trabalhador passará um grande sufoco econômico.

Anônimo disse...

Aki em Rio Grande, falam que as demissões em massa já começaram. Construir um Polo Naval em que o único comprador é a PTebrás, só podia dar nisso. Inclusive essas plataformas custam de 3 a 4 vezes mais caras do que se fossem importadas prontas.

elias disse...

E a fabrica de caminhões chineses - modelos 1960, no máximo, quando é que fecha?