Toyota anuncia ampliação do seu Centro de Distribuição em Guaíba

A Toyota anunciou nesta terça-feira  a implementação de nova atividade em seu Centro de Distribuição em Guaíba (RS), localizado na região metropolitana de Porto Alegre. A unidade realizará a instalação dos protetores de caçamba da Hilux 2014, que vem como item de série nas picapes cabine dupla, seguindo todos os processos e padrões de qualidade de produção da Toyota. O anúncio foi feito após encontro do vice-presidente executivo da Toyota do Brasil, Luiz Carlos Andrade Jr. Os japoneses foram atraídos para Guaíba pelo ex-governador Germano Rigotto, que tentou abrir caminho para uma fábrica da marca.

Desde que foi inaugurado, em 2005, o Centro de Distribuição já recebeu cerca de 318 mil veículos, todos faturados e pagando impostos no RS. De janeiro a outubro deste ano, foram 44.530 Hilux e SW4, uma alta de 42% em relação ao mesmo período de 2012.

A Toyota utiliza o Centro de Distribuição como portal de entrada de seus veículos do Mercosul. No local, os carros passam por uma operação industrial para se adequar à legislação brasileira e, a partir de Guaíba, são distribuídos para as 141 concessionárias da marca em todo o Brasil.

Centro de Distribuição Toyota
Av. Comendador Ismael Chaves Barcelos, 3000 Guaíba - RS
Terreno: 58 mil m²
Área construída: 2,5 mil m²

5 comentários:

Anônimo disse...

Sr Polibio Braga

Por favor não comente essas noticias,vai que um GAÚCHO POLITIZADO LEIA ...VAI MANDAR O CENTRO PARA A BAHIA
Saudações

Anônimo disse...

OBRIGADO GOV. YEDA CRUSIUS!!!!!!

OBRIGADO GOV. ANTONIO BRITTO !!!


Anônimo disse...

Não trouxa das 17:00 a Toyota já está lá, só foi anuniciado a ampliação. Isso tudo no governo do PT de Tarso/lula/dilma.

Anônimo disse...

Pro anonimo das 21:31

Vc é tão inteligente e defensor da turminha da estrela, que não entende nem o sarcasmo do anonimo das 17:00

Deve ser um dos "black Blok" que não conseguiu concluir nem a 4ª série e se acha Dr. em politica.

João Coragem disse...

No que depender daquele antro marxista que e' a FEPAM, o projeto se sair e' com alguns anos de atraso...

Os cumpanheiros da FEPAM estao a mil, matando dois projetos industriais importantes para o Estado: um em Sta Maria e outro em Montenegro.