Ministro Marco Aurélio: "Estamos a um voto do precipício do descrédito”

Mesmo que tenha garantido que as decisões do Supremo Tribunal Federal (STF) não sofrem influência externa, o ministro Marco Aurélio Mello (foto) reconheceu que o Poder Judiciário está atento ao clamor popular. A um dia do voto decisivo dos embargos infringentes do caso mensalão, o magistrado declarou nesta terça-feira, na Rádio Guaíba de Porto Alegre, que o tribunal está “a um voto do precipício do descrédito” da população.

. Marco Aurélio admitiu que está ansioso em relação ao posicionamento do colega Celso de Mello. Após o empate em 5 a 5, o ministro vai definir nesta quarta-feira se 12 réus terão direito a um novo julgamento. “Temos uma expectativa muito grande em relação ao voto do ministro. Que prevaleça o melhor, pois ele é um juiz muito responsável”, comentou.

. Apesar das recentes manifestações no País, Marco Aurélio ressaltou a liberdade do STF em seus julgamentos. “Não há pressão das vozes das ruas. A gente ocupa cadeiras vitalícias justamente para trabalhar ciências e fazer prevalecer o direito posto. Quando há coincidência com interesses da sociedade somos aplaudidos. Quando não, somos criticados”, observou.


. Para Marco Aurélio, seria negativo para o STF fazer um novo julgamento do caso. “É um quadro muito ruim. É um caso que julgamos de forma refletida e sem correria. E podemos ir a um novo julgamento, com o mesmo tribunal reapreciando a mesma matéria, em que já foram gastas 62 sessões”, observou.

8 comentários:

Anônimo disse...

Até parece que esta gente não tem o que fazer. passam o dia discutindo firulas da lei e na hora H não sabem o rumo que vão tomar.
Espero que nesta quarta o STF termine este julgamento para que o Pais possa mudar o disco.

Anônimo disse...

É MAIS TÁ TUDO DOMINADO CHEGARAM A UM "ACORDO" NOS BASTIDORES.
A SAIDA PARA O BRASIL CONTINUA SENDO O AEROPORTO PARA QUEM PODE.

Anônimo disse...

A um voto do precipício do descrédito” da população.Esta tudo acertado para dar desculpas para o povo Lula diz não sei de. Dirma não e bem asim ,O STF vai montar uma pizzaria deste julgamento Agardiiii!!!!

Anônimo disse...

Há tempos eu digo, que fritarei a minha mão direita em óleo fervente se zéladrãodirceu, genoino e outros deputados quadrilheiros, forem realmente prá trás grades. Pelo visto ficarei com a mão inteira.

Anônimo disse...

Sempre escreví que esperaria pelo menos 2 anos para dar um parecer sobre a condenação dos mensaleiros.Neste país vão rolando,rolando até esgotar a paciência do povão,aí,é continuar esperando.

Anônimo disse...

Quanta bobagem. Aonde vocês vivem? Já viram alguém com dinheiro ir pra cadeia nesse país? Isso nunca aconteceu e não vai ser agora. Troquem o disco

Marcelo disse...

É a ditadura bolivariana se instalando. Domina o legislativo, domina a justiça... próximo passo imagino que seja atacar e dominar a imprensa e confiscar a poupança do brasileiro.

Anônimo disse...

Acredito que mesmo que sejam rejeitados os ditos "embargos", duvido que essa turma vá cumprir alguma pena. Não se iludam.