Brasil eleva "ajuda" a países da América Latina e África

Relatório do Development Initiatives que será lançado hoje na Assembleia-Geral das Nações Unidas mostra que o Brasil é o quarto maior financiador de projetos de cooperação fora do Comitê de Ajuda ao Desenvolvimento, da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) – atrás de Japão, Noruega e Alemanha.

. Em 2010, o Brasil destinou US$ 1 bilhão para 124 países. A maior parte (69%) para América Latina e Caribe. A África Subsaariana recebeu 23% dos recursos.

10 comentários:

Anônimo disse...

Caribe, leia-se CUBA... e uma esmolinha para a comunista Nicaragua.

Anônimo disse...

Como ajudar outros países se estamos passando por uma guerra civil, falta de hospitais, segurança e educação.
Acho que estou ficando louco,não estou mais acompanhando os acontecimentos, sera que nossa população não esta precisando mais de ajuda.


Eduardo Menezes

Anônimo disse...

E A PONTE DE LAGUNA ?
A PONTE DO GUAIBA ?
CONGESTIONAMENTO NA BR 116 ??
NEBLINA NO AEROPORTO, INSTALAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS ?
HOSPITAIS (LEITOS + EQUIPAMENTOS)
EDUCAÇÃO...
ESTRADAS...
SEGURANÇA PÚBLICA....

Anônimo disse...

É o legítimo governo demagogo e populista, agora populista internacional. Isso com o dinheiro do povo. Dinheiro prá estrada e hospitais não tem mas prá dar prá ditadores africanos e latino-americanos como a miserável cuba elles tem. É o pior governo que já tivemos. Essa gente de esquerda na oposição ninguém merece. É só observar o que o pt, junto com a PF e o MPE/MPF fizeram com o governo Yeda, prá eleger esse comunista aí, um verdadeiro desastre.

Anônimo disse...

O Brasil foi transformado na URSS do terceiro mundo e tudo com o nosso dinheiro dos impostos. É por isto que aqui temos "o outro mundo possível", onde não há saúde,nem educação , menos ainda segurança e a infraestrutura é do tempo da revolução de 64, estão nos nivelando por baixo, ô raça do atraso, destroem 512 anos em 10 anos!

Anônimo disse...

Internamente, falta verba para tudo, mas agimos como imperialistas do comunismo internacional, estamos substituindo a falida URSS na missão de dar mesadas pras colonias submissas. Pode? Quem votou nessa gentalha?

Anônimo disse...

Não trouxas. Não....Não....Não.... Os investimentos em países em desenvolvimento está dando retorno para o Brasil ou anguém acha que junto com o investimento esse paises não compram do Brasil.

Por isso que vcs trouxas morrem de inveja do Lula que quando viaja para esses paises os empresários brasileiros vão juntos para vender o seu peixe. É que lula é conhecido e reconhecido como lider mundial. Outros Presidente poderiam fazer o mesmo, mas são eternos desconhecidos e fracos.

Anônimo disse...

O anônimo das 17:17h vive "no outro mundo possível" das esquerdas onde não há educação, menos ainda saúde, segurança só em prostíbulos e a infraestrutura só existe em dicionários! Investimento em países devedores e caloteiros dá retorno??? Então até o nordeste dá retorno à União! Para de delirar, para de ler livros comprados na Palmarinca, para de comer na mão da literatura de cordel dos diretórios do teu partido, larga as drogas , a bebida e depois, se ainda houver alguma lucidez, tenta usar ao menos o tico e o teco e argumentar com fundamentação como países que estão no SPC dos bancos do mundo podem dar lucro a terceiros se não pagam nem suas dívidas internas e cuja economia é baseada em drogas e fábricas de arreios e de flechas para petistas? Com licença tenho que dar comida ao meu cachorro que entende muito melhor a realidade econômica que o anônimo das 17:17h.

Gil Rikardo disse...

MAS QUE GENTE F.D.P. enquanto nós aqui mendigando medicamentos no SUS, ou esperando a conclusão de obras importantes, nosso dinheiro desviado para sustentar o falido comunismo que ainda resta. Vão trabalhar, vão aprender quanto custa o dinheiro cambada de F.D.P.

Anônimo disse...

O Anônimo das 17:17 esqueceu de dizer que depois a Dilmá vai lá e perdoa a dívida para esses países.
Onde está o lucro?
Só o nosso bolso é que perde, pois os impostos foram desviados para fazer proselitismo político e ideológico.