Inflação do IPCA-15 ficou em 0,08%, a menor desde 2010, diz IBGE


Foi o menor resultado para um mês de agosto desde 2010. No ano, indicador acumula alta de 2,51%, e em 12 meses, de 3,22%.

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), que é uma prévia da inflação oficial do país, ficou em 0,08% em agosto, informou nesta quinta-feira  o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado ficou próximo do registrado no mês anterior, de 0,09%, e foi o mais baixo para um mês de agosto desde 2010, quando ficou em -0,05%.

No ano, o indicador acumula alta de 2,51% e, em 12 meses, de 3,22%, resultado abaixo dos 3,27% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em agosto de 2018, o IPCA-15 foi de 0,13%.

De acordo com o IBGE, a energia elétrica foi a principal responsável por pressionar a inflação no mês. Com alta pelo 7º mês seguido, as tarifas tiveram aumento de 4,91% na passagem de julho para agosto.

3 comentários:

Renato disse...

O povo sem dinheiro empurra a inflação para baixo,o Brasil é um pais onde há muita concentração de renda e os que possuem renda maior em geral não consomem o que o povo consome.Nem os governos de Lula e Dilma conseguiram equilibrar esta equação. Falei com um vizinho meu que possui um pequeno negocio de ramo geral papelaria,artesanatoque tá tudo parado e outros pequenos comerciantes dizem o mesmo.

Anônimo disse...




Recomendo o livro sobre Bolsonaro "O cadete e o capitão" de Luiz Maklouf.
https://www.youtube.com/watch?v=G4Huly5g3WI

Ernesto Araújo: o Itamaraty a serviço dos Estados Unidos.
https://www.youtube.com/watch?v=f5YjifzYdqk

Muito cuidado com as privatizações!
https://www.youtube.com/watch?v=jRtrgZcF7Dc

Qual é o interesse do presidente Jair Bolsonaro na Receita Federal do Rio de Janeiro?
https://www.youtube.com/watch?v=QKSYljQiuRs

Flavio Bolsonaro que é investigado, indicando Antonio Carlos Soares para a PGR.
https://www.youtube.com/watch?v=KetwkxcnDZs



Anônimo disse...

Inflação controlada e crescimento da receita é sinal de que o Brasil vai melhorar, apesar, da esquerda da França e dos corruptos.