Coaf vai investigar movimentações financeiras atípicas de Glenn Greenwald

O americano não terá trégua daqui para a frente, pelo menos enquanto não for expulso do Brasil.

A Polícia Federal pediu que o Coaf apure as movimentações financeiras do estrangeiro americano Glenn Greenwald, dono do site The Intercept.

A ideia é identificar movimentações atípicas.

Como pagar por atividades criminosas de hackers.

15 comentários:

Anônimo disse...

E o Queiroz?

Anônimo disse...

ah, ta...

capaz que vão encontrar la um deposito vindo da Russia ou pagamentos para Dubai...

pelo amor de Deus...

e chamam isso de operação de inteligência?

Anônimo disse...

Polícia Federal que é subordinada ao Sérgio moro.
O medo chegou no marreco de Curitiba

Anônimo disse...

Já deviam ter feito uma geral em tudo que essa verdeviald tem por aqui na banânia!

Anônimo disse...

Pergunta pra tua mãe?

ARS disse...

O espião de pornochanchada abriu a única empresa em seu nome com o marida e a dita cuja foi inativada por sonegar informações à receita. Uma agência de turismo que serviria para lavar os dólares e os bitcoins.
A página de espionagem intercePT não tem natureza jurídica e está vinculada a uma agência de notícia com sede no exterior. O laranja que a administra é um fanático psolita.

Anônimo disse...

Quem mandou matar o Bolsonaro, estamos completando 10 meses.

Anônimo disse...

Pago com euro ou dólar no exterior. Com dinheiro roubado do contribuinte brasileiro.

Anônimo disse...

Brasil tentar dar certo > um cabo, um soldado e um jeep.

Anônimo disse...

Hackers não são criminosos. Crackers são.

Anônimo disse...

Tá fazendo massagens na poupança da tua genitora.

Anônimo disse...

Vai aparecer o Queiroz....

Iara Mãe D'água disse...

Antes marreco de Curitiba do que marreco cachaceiro.

Anônimo disse...

Sim, na sua casa petista goiabada.

Anônimo disse...

O problema do esquerdeopata é burrice, falta de memória, mal-caratismo ou a mistura insana destas 3 coisas??