Observação de baleias leva turistas a Santa Catarina, temporada acontece de julho a novembro


O litoral sul catarinense reserva atrativos turísticos sem igual em todo o Brasil. A Rota da Baleia Franca inclui os municípios de Laguna, Imbituba e Garopaba, incluindo roteiros de ecoturismo para a observação dos cetáceos (baleias e a pesca com “auxílio” de botos, atividade considerada patrimônio imaterial e tombado pelo IPHAN).

A rota é uma iniciativa conjunta do Sebrae, ICMbio e Governo do Estado de Santa Catarina, com apoio do Projeto Encantos do Sul, promovido pelos municípios vinculados. O projeto é coordenado por empresários e a Federação das Associações Empresariais. Trata-se de um dos únicos atrativos mundiais em que o turista pode observar as baleias Francas e os filhotes, pois a espécie apresenta comportamento costeiro e permanece próximo às praias. 

CLIQUE AQUI e acesse todas as informações sobre a Rota da Baleia Franca. 

3 comentários:

a verdade está lá fora disse...

Só o turismo salva o meio ambiente.
Os pescadores para sobreviver limpam os rios, lagos e oceanos.
Os índios vivem da caça, basta ver a quantidade de penas de araras que estão nos seus cocares.
Os agricultores e pecuaristas usam a terra para produzir.
Só o turista paga para que o meio ambiente limpo e com aninais. Afinal querem voltar nos próximos anos e ver cada vez mais a natureza exuberante.
E tem prefeitos que são contra o turismo, colocam dezenas de radares para impedir a circulação de carros, dificultam o estacionamento, cobram taxas exorbitantes dos mercados municipais que acabam elevando os preços das mercadorias. Não promovem festas de páscoa, juninas, desfiles de 7 de setembro, natal, virada do ano. Enfim tornam as suas cidades em cemitérios de pessoas vivas, depois não entendem porque os jovens não ficam no município.

Alberto disse...

Todas atividades para o bem do já tão castigado meio ambiente brasileiro e mundial devem ser louvadas mas pena que no Brasil seguem desmatando sem dó nem piedade ao estilo "Agro Pop", prejudicando rios, florestas, nossa saúde, principalmente com plantações de soja.

ZAPELINO B disse...

O Agro é Pop, como diz a propaganda na TV, enquanto os agricultores se tornaram escravos dos fornecedores de máquinas,insumos, venenos e bancos!