Fiergs diz que greve ilegal do dia 14 é política e atenta contra os interesses do Brasil

A Fiergs mandou comunicado técnico para as indústrias gaúchas, todo ele voltado para instruções a respeito da greve política agendada para esta sexta-feira pelas centrais sindicais.

O comunicado é assinado pelo Conselho de Relações do Trabalho e adverte que a greve é ilegal.

E avisa:

- Os pleitos da possível paralisação vão de encontro (contra)  o propósito de fazer com que o Brasil avance e saia da crise.

A Fiergs considera falta injustificada a ausência dos trabalhadores aos seus postos, mas adverte que cada empresa deve decidir de que modo agir no dia 14.

7 comentários:

Anônimo disse...

ja ta ruim de emprego pacas e esses caras ainda ficam brincando de greve...

estão doidos para esquentar lugar no banco da fila dos desempregados...

Anônimo disse...

É não é, essa greve será movida a muita "mortandela" e tubaina, enquanto os líderes são movidos a Bons jantares.

Anônimo disse...

A FIERGS que vá tratar dos seus empresários que se associaram com os políticos corruptos!

Anônimo disse...

Ideologia, eu quero uma pra viver...
Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Unknown disse...

Sera que a FIERGS cansou de ser do contra?

Anônimo disse...

FIERGS!!
Piada uma instituição mantida com recursosorigiados em grande parte do fisco (só para lembrar sistema S).

Anônimo disse...

Quem é FIERGS pra dá pitaco? Local de cabide pra mamador de recursos públicos