Fachin, STF, usa argumentos falsos para proibir vigilância dos alunos sobre professores

O ministro Edson Fachin, STF, suspendeu nesta a decisão da Justiça de Santa Catarina que liberou a deputada estadual Ana Caroline Campagnolo (PSL) a manter nas redes sociais um canal de denúncias contra o comportamento de professores em sala de aula, com ênfase para lavagem cerebral. O ministro ficou ao lado do juiz singular e colocou-se contra decisão do TJ de SC.

É uma censura prévia inadmissível.

O ministro usou argumentos falaciosos para atender o pedido do Ministério Público Federal de SC. Ele dispensou qualquer fundamentação jurídica para seu ato.

A Agência Brasil disse que Fachin não quer que os alunos transformem-se em "agentes do Estado", como se o Estado contratasse espiões para vigiar professores, ação pública que só existe em ditaduras, o que não é o caso do Brasil

14 comentários:

Anônimo disse...

Palavras ao vento.

Anônimo disse...

Para Fachin as vítimas de agressões não podem se defender e os agressores estão figuradamente liberados a estuprar e matar crianças indefesas. Constituinte exclusiva já!

Anônimo disse...

decisão do STF é sempre na linha do "eu acho isso e ta acabado"...

não vejo provas, não vejo indícios...

é sempre um achismo vergonhoso...

ate imperadores precisavam arranjar argumentos mais fundamentados para sacramentar suas decisões...

esse império da capa preta é o atraso completo do Brasil...

Anônimo disse...

Que aula seria essa com os estudantes todos armados de celular a filmar a aula.
Tem cada "cabecinha"...
Por isso que hoje esses estudantes não sabem nada.

Emmanuel Carlos disse...

Facchin é petista .... Foi guindado por petistas para corresponder a esses interesses ... Esquece o nobre que o professor presta um serviço - educação - mediante paga, de ordem particular ou pública, de sorte que, precisa e deve ser fiscalizado.

Anônimo disse...

No endereço abaixo está explicitado um dos maiores crimes cometidos contra o Brasil pelo governo Lula e com apoio do Ministério Público , de políticos da esquerda (que casualmente apoiam o psicopata ditador Maduro), da Guarda Nacional e da Polícia Federal, é um caso de grave traição ao Brasil e muitos foram e são os responsáveis por isto, cadeia neles:

https://www.youtube.com/watch?v=CFQpPHMsCz8

Anônimo disse...

O dr. Cerimônia não passa de um pusilânime!

Anônimo disse...

Tem que internar essa retardada

Carlos Edison Domingues disse...

POLÍBIO Comecei a atividade político-partidária aos 16 anos. Estou com 82 e não desanimei. Durante 40 anos exerci o magistério universitário e nunca usei um distintivo de partido nos corredores ou em sala de aula. Na rua e no palanque de comícios todos ficam sabendo qual a causa que eu defendo. O meu corcel 80 tem um porta-bandeira, de ferro, fixo na porta do lado direito, dispensando até o carona, quando eu torno público a minha posição. Nunca precisei do estrado de sala de aula. Carlos Edison Domingues

Anônimo disse...

'os bandidos da capa preta"

no futuro dará um filme

Anônimo disse...

Os professores e as escolas (públicas e particulares) têm que ser fiscalizados sim! O poder outorgado às escolas para que façam o que bem entenderem com a mente das crianças é desmedido, e isso é a causa de muitos dos problemas de que estamos reclamando. É como se a "escola" e os "professores" fossem seres superiores (quase divinos) e acima de qualquer suspeita, enquanto que os pais tenham que estar sob constante vigilância e ameaçados pelos virtuosos "Conselheiros Tutelares".

Thiago disse...

O MP SC é favoravel ao crime de ensinar sobre o golpe em espaços públicos. Se são a favor disso, imagina a lavação cerebral geral?

Paulo Vielmo disse...

Será que o Dr Cerimônia nunca ouviu falar da doutrinação que os professores petralhas fazem encima de seus alunos? Eles não tem limites para o seu desvario. Merecem ser denunciados, sim!

Anônimo disse...

Será que o Dr Cerimônia nunca ouviu falar da doutrinação que os professores petralhas fazem encima de seus alunos? Eles não tem limites para o seu desvario. Merecem ser denunciados, sim!