Bolsonaro parecia prever o atentado de hoje contra ele

Nesta entrevista concedida por Jair Bolsonaro, percebe-se claramente a preocupação do candidato com os assassinatos cometidos no entorno de gente do PT.

O candidato parecia prever o atentado de hoje contra ele.

Veja:

12 comentários:

Anônimo disse...

Tá um pouco esquisito:
Não se vê uma gota de sangue no corpo do Bolsonaro.
Outra: As notícias dizem que o esfaqueador foi espancado pelos bolsonaristas mas nas fotos não aparece nada de ferimentos.
. Parece a facada do bispo aquele do chapéu

Anônimo disse...

Em 1989, sequestro de Abílio Diniz foi relacionado ao PT e desmentido logo após eleições, mostra pesquisa:

Investigação apontou que não houve envolvimento do Partido dos Trabalhadores no sequestro de Diniz. Envolvidos acusaram polícia de obrigá-los a vestir camisa da campanha de Lula

Redação da RBA publicado 25/09/2010

São Paulo - A cobertura da mídia sobre o sequestro do empresário Abílio Diniz, executivo do grupo Pão de Açúcar, em 1989, foi decisiva para o resultado do segundo turno das eleições, em que concorriam Fernando Collor de Mello (PRN) e Luís Inácio Lula da Silva (PT). A conclusão é da professora de comunicação Diana Paula de Souza que realizou a pesquisa "Jornalismo e narrativa: uma análise discursiva da construção de personagens jornalísticos no sequestro de Abíolio Diniz e suas repercussões políticas".

Jornais da época suscitavam envolvimento do PT na ação, usando fontes da polícia. Após a vitória de Collor, as acusações foram desmentidas. O estudo analisou os jornais O Globo, Jornal do Brasil (JB) e Folha de S. Paulo, de 17 a 20 de dezembro de 1989. (...)

Anônimo disse...

https://www.oantagonista.com/tv/video-nova-imagem-ataque-bolsonaro/

agressor tinha faca enrolada em alguns papéis, coisa de guerrilha.

Anônimo disse...

Sem sangue editor ehehe...vão arranjar um sanguinho?

Anônimo disse...

Isso não está cheirando bem. Tem dedo vermelho nisso aí, mas vão dizer que o executor é louco. Orem pela total recuperação de Bolsonaro, pois, se ele morrer, vamos ter uma guerra civil onde todo e qualquer esquerdista, seja lá qual for o partido (radical ou caviar), vai ficar em maus lençóis.

Dividiram o povo brasileiro por ideologia e querem que uma delas seja situação eternamente, mesmo que tenham que pegar em armas (no caso, arma branca). Depois não venham ficar de mimimi.

Anônimo disse...

💚💛💙 Enfim foi derramado o SANGUE, EXIGIDO pelo GENERAL🍉 VILLAS🍉 BÔAS🍉, para AGIR contra os CRIMES à DEMOCRACIA😢 e ao ESTADO BRASILEIRO😢.

Anônimo disse...

Bah Polbio, me lembra o PT, menos, menos, estão fazendo o mesmo que os prtralhas. Vitimismo? só falta agpra apelar para a ONU e os Direitos Humanos.Essa turma do PSOL hein? incendiários e terroristas...Estaõ mostrando a cara, bastaver o que acontece no RIO...
Joel

Anônimo disse...

ESQUERDA SOLIDARIZA-SE COM BOLSONARO; DIREITA HOSTILIZOU LULA DEPOIS DOS ATENTADOS DE MARÇO:

Os candidatos e principais líderes de esquerda solidarizaram-se com Jair Bolsonaro depois da facada desta tarde (6), exigiram punição e não levantaram sequer uma palavra de crítica ao candidato de extrema direita; bem diferente foi a reação de Bolsonaro e de outros líderes de direita quando dos atentados contra Lula e sua caravana no Paraná; ele, Alckmin e Ana Amélia insinuaram que PT teria encenado os atentados, acusaram Lula de "colher o que plantou" e congratularam-se com os agressores

6 DE SETEMBRO DE 2018 ÀS 19:47 // INSCREVA-SE NA TV 247 Youtube

Anônimo disse...

O PT acabou com a reputação de muita gente. Depois com a vida de gente como Toninho, Celso Daniel.

Eduardo Campos não tem como provar, mas ele era concorrente politico direto do PT no nordeste. E quando ele fez aliança com o Aécio Neves em 2014 foi um susto enorme ao PT.

Isso não é previsao, era questão de tenpo. Os Chavistas fazem isso na Venezuela, o Putim faz isso na Rússia, os USA faziam isso também. Eliminar opositores e manter a hegemonia. Só pensam nisso.

Um país com 200 milhões de habitantes ser tratado como curral eleitoral por uma quadrilha. Vergonhoso.

Anônimo disse...

Sobrinha diz que esfaqueador tinha ‘ideias conturbadas’:

Brasil 06.09.18 19:11 - O Antagonista

O site BuzzFeed ouviu Jussara Ramos, sobrinha de Adélio Bispo de Oliveira, o homem que foi detido pela polícia sob a acusação de esfaquear Jair Bolsonaro em Juiz de Fora.

Segundo Jussara, Oliveira era missionário de igreja evangélica e tinha “ideias conturbadas”. Ela diz que a família perdeu o contato com o acusado “há três ou quatro anos” e, na última vez em que souberam dele, estava morando em Florianópolis.

A sobrinha não falou sobre a filiação de Oliveira ao PSOL entre 2007 e 2014. Disse só ter sabido do envolvimento do tio com política pelas redes sociais.

Anônimo disse...

Se este irresponsável esperava algum atentado, porque se expôs dessa maneira?
Queria ser mártir?

Anônimo disse...

Nenhuma violência se justifica. Porém, com a polarização atual, alimentada pelo discurso de ódio de Bolsonaro, era de se esperar episódios assim...
Enquanto a esquerda se solidarizou com a vítima, quando atentados anteriores a bala contra a caravana de Lula e contra o acampamento de Curitiba foram praticamente apoiados pela direita raivosa, assim como o episódio do relho.
Apoiados por nomes como Alckmin, Ana Amélia, e também Bolsonaro, que hoje diz que nunca fez mal a ninguém (embora seja preconceituoso, racista e fascista, seja fã ardoroso de torturadores e faça apologia ao estupro)