Thompson Flores diz que Favreto não será punido

O presidente do TRF4 disse que não vai punir o desembargador Rogério Favreto:

- Ele foi induzido a erro.

A punição, no entanto, será pedida formalmente ao TRF4 e ao CNJ.

26 comentários:

Anônimo disse...

Caro Políbio posso estar errado mais acho que cada vez mais o PT se atrapalha e se afunda junto a opinião pública com seus atos e discursos. Vejo que o grande ganhador de hoje foi o Bolsonaro. Não é a toa que os demais candidatos que podem ter alguma chance, a exceção é claro do disfarçado de pdt que é o Ciro, saíram a se manifestar contra a tentativa do PT como o Alvaro Dias, Marina - outra da linha PT, Alckmin. Amoedo.

Anônimo disse...

Um Desembargador induzido ao erro? Isso é gravíssimo porque desestabiliza toda uma Nação. Como trabalhar no Brasil com essa insegurança jurídica açoitando a todos?

Anônimo disse...

Esse cara nunca foi juiz e entrou pela porta dos fundos, nomeado por Dilma.
O pior é que pode fazer qualquer merda no cargo - que pra petralha é coisa fácil - que, no máximo, será aposentado "a bem do serviço público", mas ganhando gordo salário até o fim da vida, pago pelo trouxa do contribuinte...

Adilio Faustini disse...

Que merece uma punição, a isso merece, e bem dada.Colocou a Justiça de um Continente em polvorosa.

Anônimo disse...

Jungmann diz que Flores mandou PF descumprir ordem de Favreto até que desse “um jeito”

FERNANDO BRITO · 08/07/2018

Ouça este conteúdo Audima
jungwhatt

O Ministro da Segurança Pública – que tem a Polícia Federal sobre seu comando – Raul Jungmann, disse no Whatsapp, que “o presidente do TRF-4 [Carlos Eduardo Thompson Flores] determinou ao super (intendente) da Policia Federal o não cumprimento da nova ordem [para soltar Lula] do [desembargador] plantonista [Rogério Favreto] até a chegada de sua nova decisão/despacho”.

Inacreditável, mesmo para quem se acostumou a ver de tudo, nos últimos anos.

O presidente de uma corte federal ligando para um delegado da Polícia Federal mandando descumprir uma ordem judicial até que ele “desse um jeito” de, numa manobra jurídica, emitir uma ordem que a sustava, com fundamento jurídicos para lá de duvidosos pois, no mínimo, era questão a ser analisado pelo conjunto de desembargadores do TRF-4.

Chegamos à confirmação paroxismo mencionado pelo ex-promotor Lênio Streck, em manifestação ao Conjur: “Estranho que Moro diga que recebeu orientação do presidente do TRF hoje. Por escrito? Nos autos? Por telefone? Há muita coisa ‘extra-autos’ aqui”.

Que podemos imaginar que um presidente de Tribunal faça, aceitando isso? “Segura ele aí, que vou dar um jeito“?

Isso é coisa de um século atrás, quando juiz da roça e delegado combinavam um “deixa ele preso aí”.

Pior, até, porque o juiz da roça não ia mandar descumprir ordens “da capital”.

É preciso mais para dizer que se formou uma promiscuidade judicial-policial que se adonou da lei.

Podia ainda haver juízes em Berlim, como na história clássica do moleiro de Sans-Souci, onde os magistrados decidiram contra o Rei.

No Brasil, não há mais, porque um facínora que telefona a um delegado mandando descumprir ordem judicial pode ocupar a chefia de um tribunal Federal.

Para servir a Frederico Moro da Prússia moeram a decência.

Luiz Vargas disse...

Um desembargador que profere uma decisão de trinta e três páginas (recebeu a decisão PronTa do Paulo PimenTa e do Whadi Damous?)e a assina com uma rapidez impre$$ionante é um fato fenomenal por que é estranho PeTralha$ trabalharem nos finais de semana. Para um de$embargador PeTralha fazer isto é sinal que o fim do mundo está próximo.

Anônimo disse...

Correto, FAVRETO não será ministro do supremo indicado por Lula!

Anônimo disse...

Quinto constitucional!!! Entendeu??? Constitucional!!!

Anônimo disse...

Se eu ou qualquer cidadão pleiteasse um habeas corpus no plantão do trf4, ele seria julgado, concedido ou não e cumprido pelo desembargador de plantão. No entanto a ordem constitucional é descumprida se for para perpetuar o golpe. Cada povo tem o governo que merece!!!

Anônimo disse...

Esse juiz é um funcionário público, pago com dinheiro público. A vaga não é dele. Ele tem de ser demitido.

Anônimo disse...

Toda essa movimentação para manter o Lula preso, só reforça a alegação da defesa e dos petistas, de que Lula sofre uma perseguição política e judicial. Nos últimos tempos, houve vários habeas-corpus concedidos para presos da Lava-Jato, e não vi todo esse "desespero" para derrubar nenhum desses habeas-corpus.

Anônimo disse...

O negócio com o Lula é pessoal. O empenho em manter ele preso é algo nunca visto por nenhum jurista. Esse episódio todo serviu para desgastar e expor mais ainda os juízes golpistas. Até alguns coxinhas já estão acordando, olha o comentário de um deles: "Estranho, muito estranho esse esforço de manter Lula preso. O cidadão que tem pelo menos um neurônio deveria analisar esses interesses escusos. Caramba! o que leva um juiz de férias interferir na decisão de outro julgador? Por acaso ele e o MPF não pode recorrer depois da soltura? De que tem tanto medo?"

Anônimo disse...

Se um juiz é induzido ao erro, cabe a parte que o provocou a pena da litigância de má-fé e as consequências penais. Não vai dar em nada nem para um, nem para o outro. Foi tudo um balão de ensaio para saber a resposta da sociedade.

Anônimo disse...

Induzido ao erro o "escambau", se não tem discernimento necessário para o cargo que renuncie ou será que ele não sabia que o Luladrão havia sido condenado por colegiado e que plantonista não pode tomar esse tipo de decisão, então que vá ler o regimento interno do Tribunal e depois saia.

Mardoção disse...

Realmente não existe razão pra punir um idiota.

Anônimo disse...

Conversa pra boi dormir.

Anônimo disse...

Se for punido, CORRE O RISCO DE SER APOSENTADO COM SALÁRIO INTEGRAL?


KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Anônimo disse...

Isso foi um ato criminoso a NAÇÃO um ataque terrorista através de um membro do judiciário e não vai ser punido ... O judiciário vai precarivar diante de um fato de repercussão NACIONAL ???

Anônimo disse...

Kkkkkk. Induzido a erro??? Tinha de ser punido sim. Ser afastado dos quadros da justiça, fez milhões de brasileiros passar raiva em pleno domingo. Imperdoável!

Anônimo disse...

Só vão trocar a fralda descartável. São inimputáveis por terem deficiência de entendimento, fato do qual se aproveitou fidel castrado para introduzir o supositório com chip esquerdopata.

Anônimo disse...



Nessas horas valeria uma regra de meritocracia bem aplicada. Um sujeito desses merece rebaixamento, multa e suspeição da corregedoria.

Se fosse numa empresa não seria assim?

Anônimo disse...

Não será punido graças ao corporativismo destes "deuses". Se fez errado, e fez muito errado, o presidente do TRF4 deveria, sim, puni-lo. Como qualquer outro funcionário que comete erros ou que é "induzido a erros".
Se não puni-lo, o presidente do TRF4 também estará cometendo erros. E erros graves.
Vamos acabar com esta lambança que assola o país.

Anônimo disse...

Essa é a justiça no Brasil, SIMPLES ADEVOGADOS se tornam ministros do supremo ou desembargadores, que esperança podemos ter com essa justiça, nós simples mortais e POBRES, pois a justiça no Brasil é só para pobres. Pobre vai direto para prisão, por roubos de poucos mais de dez pila, ou pq roubou um pote de margarina, ou uma mamadeira de plástico que custa 3 pila. Brasil, PAÍS LIXO....vergonha...!!!

Anônimo disse...

Induzido a ERRO? Até parece que não conhecem este estrupicio! Este tipo é aquele que não se contenta se não fizer UMA GRANDE CAGADA NUM DIA SIM E NO OUTRO TAMBÉM! É inimigo na trincheira do TRF-4 sendo "PERDOADO"! Leniência sempre tem ALTÍSSIMO PREÇO!!!

Anônimo disse...

O não punir reduz o infrator a insignificante ?

Miriam Tiburcio disse...

Tem sim que ser punido. E servir de exemplo.