Retração e falta de horizonte na economia fazem Bottero fechar quatro fábricas e demitir 630 no RS

A rede gaúcha de indústrias Bottero já começou a demitir os 630 trabalhadores das suas fábricas de calçados de Osório, Santo Antônio da Patrulha, Nova Petrópolis e Parobé (um pavilhão, neste caso).

Os outros 2,4 mil empregados das 14 fábricas que permanecerão abertas, não sofrerão cortes.

A Bottero alega retração econômica e falta de horizonte na economia. 

4 comentários:

Anônimo disse...

Ué o Temer não tava recuperando a economia???

Anônimo disse...

Vão continuar as palestras/comícios do pastor Nogueira?

ATENTO disse...

O HORIZONTE DE NEGÓCIOS HOJE É GLOBO,O MUNDO,BUSCAR O SEU CONSUMIDOR ONDE ESTIVER, QUE TAL DAR UMA PENSADA?
ex.:

Uma industria de chinelos mandou um vendedor a determinado país africano vender seus "chinelos de dedos", e no terceiro dia o vendedor retornou, dizendo:

-"SEM MERCADO VISÍVEL,NESTE PAIS NINGUÉM USA CHINELO,A MAIORIA INCLUSIVE ANDA DESCALCO!"

Mandaram outro vendedor que mal chegou no pais "SEM MERCADO VISÍVEL",tascou um "WATS" :

-"ENVIEM UM NAVIO CHEIO DE CHINELOS, MERCADO INIMAGINAVEL,AQUI NINGUEM usa CHINELO vendi as amostras a peso de ouro!"

Impossível algum lugar do mundo que não queira o produto, que por aqui esta sem mercado, ou está inadequado...

Anônimo disse...

Quem quebrou o país foi o PT! Agora só estmaos pagando a conta impagável dos PTralhas