PF ignorou ultimato de Favreto para libertar Lula até as 17h30min

A Polícia Federal ignorou solenemente o ultimato (o terceiro) dado pelo desembargador Rogério Fabreto, para que Lula fosse solto.

O horário fatal, 17h30min, passou sem novidade alguma e Lula fez seu frugal jantar dentro da cadeia, onde cumpre pena como corrupto.

11 comentários:

Anônimo disse...

Lulla precisa ir por inferno duma vez, para deixar a gente de bem livre. Eh um fantasma, um encosto, uma legia satanica assombrando o pais.

Anônimo disse...

Favreto foi filiado ao PT, de 1991 a 2010, foi assessor Juridico da Presidência, no governo Lula, e indicado Desembargador do TRF4 , por conta do Quinto Constitucional, por Dilma. É um petista de carteirinha e tentou tirar o
seu chefe da cadeia . Entende-se .!!! Tia Glória.

Vicente Vilhena disse...

Que palhaço, esse Favreto!

Anônimo disse...

Estão emrolando para derrubar a HC?

Anônimo disse...

Solta, prende, solta, prende...daqui a pouco vão colocar porta giratória na carceragem!

Paulo Sergio da Veiga Rocha disse...

Queiram ou não, o objetivo foi atingido, qual seja, colocar a candidatura de Lula em evidência e a reboque, aquela a quem Lula ordene que os militantes votem .

Anônimo disse...

Um ataque direto ao estado democrático de direito, um golpe na Democracia ,libertar um réu condenado,com artimanhas e manobras rasteira, muito grave , a democracia esta ferida de morte, se não houver a restauração da ordem democrática e jurídica , um cenário de caos e inicio de uma convulsão social estará em curso iminente.

Anônimo disse...

Jungmann diz que Flores mandou PF descumprir ordem de Favreto até que desse “um jeito”

FERNANDO BRITO · 08/07/2018

Ouça este conteúdo Audima
jungwhatt

O Ministro da Segurança Pública – que tem a Polícia Federal sobre seu comando – Raul Jungmann, disse no Whatsapp, que “o presidente do TRF-4 [Carlos Eduardo Thompson Flores] determinou ao super (intendente) da Policia Federal o não cumprimento da nova ordem [para soltar Lula] do [desembargador] plantonista [Rogério Favreto] até a chegada de sua nova decisão/despacho”.

Inacreditável, mesmo para quem se acostumou a ver de tudo, nos últimos anos.

O presidente de uma corte federal ligando para um delegado da Polícia Federal mandando descumprir uma ordem judicial até que ele “desse um jeito” de, numa manobra jurídica, emitir uma ordem que a sustava, com fundamento jurídicos para lá de duvidosos pois, no mínimo, era questão a ser analisado pelo conjunto de desembargadores do TRF-4.

Chegamos à confirmação paroxismo mencionado pelo ex-promotor Lênio Streck, em manifestação ao Conjur: “Estranho que Moro diga que recebeu orientação do presidente do TRF hoje. Por escrito? Nos autos? Por telefone? Há muita coisa ‘extra-autos’ aqui”.

Que podemos imaginar que um presidente de Tribunal faça, aceitando isso? “Segura ele aí, que vou dar um jeito“?

Isso é coisa de um século atrás, quando juiz da roça e delegado combinavam um “deixa ele preso aí”.

Pior, até, porque o juiz da roça não ia mandar descumprir ordens “da capital”.

É preciso mais para dizer que se formou uma promiscuidade judicial-policial que se adonou da lei.

Podia ainda haver juízes em Berlim, como na história clássica do moleiro de Sans-Souci, onde os magistrados decidiram contra o Rei.

No Brasil, não há mais, porque um facínora que telefona a um delegado mandando descumprir ordem judicial pode ocupar a chefia de um tribunal Federal.

Para servir a Frederico Moro da Prússia moeram a decência.

Anônimo disse...

Vai eu fazer uma insubordinação como essa.....

Anônimo disse...

A quadrilha não se entrega.

Anônimo disse...

As viúvas de Luladrão já num guentam mais a carestia. As dragões já fazem 90 dias que não fazem uma viagem às estrelas. Que Dó! Só Luladrão com seu Curriculum com pós graduação com os bodes, galinhas e cabritinhas de Garanhuns conseguia satisfazer a horda de espantalhos e boyolas que infestam a caverna de alibabá em Alibabáia ou será sítio de Atibaia. Kkkk