Semana que vem sobrarão delações e denúncias de Funaro e Janot contra Temer

CLIQUE AQUI para examinar vídeo gravado por Temer.

O ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato, poderá homologar na terça-feira o acordo de delação premiada do empresário Lúcio Funaro, no qual ele implicará praticamente todos os aliados de Michel Temer no PMDB, além de apontar o próprio Temer como beneficiário de desvios da Caixa e de dinheiro escondido no exterior. O empresário detalhou sua atuação como operador financeiro do PMDB da Câmara dos Deputados, no grupo político liderado pelo próprio Michel Temer

A delação de Funaro chegou nesta terça ao gabinete do ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo.

Ontem, Temer tentou vacinar-se das novas denúncias e atacou obliquamente o procurador Rodrigo Janot. Ele também deixou no Brasil seu chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, para encorpar o grupo de políticos aliados que responderão aos ataques contra o chefe.

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, deve usar informações prestadas por Funaro na segunda denúncia contra o peemedebista, que ainda é  é investigado por suspeita de obstrução da Justiça e organização criminosa.

6 comentários:

Anônimo disse...

Qualquer delação que não inclua Lula é suspeita. Durante 13 anos ele mandou e desmandou e o culpado é o Temer? Claro que ele estava junto a Lula, mas só ele é o culpado??? Muito suspeito.

Anônimo disse...

Empresa ligada ao Itaú prepara a privatização do Banco do Brasil
Pedro Moreira Salles, do Itaú Unibanco, faz parte do conselho administrativo da empresa Falconi Consultores de Resultado, contratada, sem licitação, para preparar o desmonte do banco público

Anônimo disse...

ÉTICA SELETIVA...

Até as pedras do calçadão de Copacabana já sabem!

As denúncias nesse país somente são verdadeiras quando são contra o PT!

Romero Jucá, Blairo Maggi, Temer, Padilha e companhia não são do PT.

Logo, são inocentes!

Anônimo disse...

Responda, Políbio:
Se toda cúpula do PMDB estiver presa, o expediente do partido poderá ser dado de dentro da cadeia ou isso não é permitido?

Anônimo disse...

Contagem regressiva para saída de Janot. Ficará registrado na história como o procurador que blindou Lula e Dilma por anos a fio e perseguiu o presidente Temer.

Anônimo disse...

O que o Temer foi fazer na China?
Resp.: Encontrar o imperador do Japão.