Força Sindical nega estribo à greve geral do dia 30 contra Temer

A Força Sindical anunciou esta tarde que desistiu da greve geral do dia 30 contra o governo Temer. Paulinho, deputado federal do SDD, dono da Força, negou que as centrais tenham trocado a greve pela garantia de que a contribuição sindical continuará sendo cobrada.

A UGT, central de menor expressão, acompanhará a posição da Força.

Força e UGT reforçam a musculatura do governo Temer, abalado com um,a enxurrada inédita de notícias ruins na área política.

10 comentários:

Unknown disse...

Greve é para litígios trabalhistas e não políticos... A petralha lullista pelega é que confunde as coisas!!!

sempre mais disse...

Acho que continuarão mamando. Pobre povo brasileiro. O dinheiro é do povo, mas quem decide pra onde vai a grana não é o povo. Escravos.

Anônimo disse...

Tem cheiro de feijão queimado nessa estória mal contada.

Anônimo disse...

viram que seria um fracasso, assim como foi da outra vez

Anônimo disse...

greve o escambal, fecharam as saidas de onibus, metro e barcos p impedirem o povo de ir trabalhar nao foi greve foi um fiasco - gre ve d pneus queimando kkkkk

Anônimo disse...

A crise do governo foi criada pela globo, pela PGR e o Fachim para derrubar o Temer. Até agora a população não caiu nessa armadilha. Se o Temer vetar a extinção da contribuição sindical pode ter certeza que vai ter todo o Brasil pedindo a sua cabeça!!!

Anônimo disse...

2018 é ano de eleição para Presidente. Os sindicatos do PT precisam de dinheiro para mobilizar a militância. O dinheiro do imposto é utilizado para fins políticos. É dinheiro limpo, não caixa 2, que os sindicatos nem precisam prestar contas. E o que os sindicatos irão fazer? Infernizar, criar o caos para o governo.
O Temer estará cometendo um GRAVE ERRO se vetar a extinção do imposto sindical! Estará dando munição para seus inimigos.
Por outro lado, a população não está dando a mínima para "greves" de desses sindicatos. Todo mundo já entendeu. Se a Força aderir não vai fazer nenhuma diferença.

Anônimo disse...

greve destes baderneiros safados que odeiam trabalhar - raça malvada do psol, rede , pdt e pt vermelhos fracassados sao contra a reforma trabalhista pois querem o pais aos pedaços com o povo recebendo uma miseria

Anônimo disse...

A Força de Sindical não tem nada. Muitos já esqueceram que o lider era um dos principais apoiadores do Cunha.

Anônimo disse...

Até porque a força sindical é um "puxadinho" do PSDB/PMDB. Esses sim são verdadeiros "pelegos", são a favor da perda de direitos dos trabalhadores.

E os neo nazistas do blog não venham aplicar que a CUT era pelaga do PT porque nos governos do PT os avanças salariais e ganhos sociais dos trabalhadores do Brasil foi muito acima da inflação, portanto não tinha porque fazer greves e pelear contra os empresários.