Comunistas brasileiros reúnem-se com ativistas palestinos para atacar Israel em plena Câmara dos Deputados

Brasília, via WhatsApp

A Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados reúne neste momento grupos diversos de comunistas, aliados dos comunistas e ativistas palestinos, tudo para comemorar o que chamam de Dia Mundial Al-Quds (Al-Quds é Jerusalém, em árabe).

O evento começou as 9h no Anexo 2.

O cartaz ao lado permite identificar os promotores do ato.

O advogado gaúcho Adão Paiani, que acompanha tudo na Câmara, disse o seguinte ao editor:

-Onde estiverem os inimigos de Israel, da democracia e da liberdade, lá estará a esquerda.

Esse dia, criado pelos clérigos do Irã, País que não admite a existência de comunistas, que ocorre sempre na última sexta-feira do mês sagrado do Ramadan, é apresentado entre os brasileiros da seguinte forma pelo PCdoB: "É um símbolo da luta pela libertação da Palestina, como uma causa internacional, e demonstra que a opressão aos palestinos representa a opressão a todos os povos”.A fala é do deputado Chico Lopes (PCdoB-CE).