Conversas gravadas com Renan Calheiros são publicadas pela Folha de S. Paulo

Conforme o editor informou ontem a noite, 23h43min, a Folha de S. Paulo publicou hoje os principais trechos de nova conversa que fez o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, PMDB, que esteve no cargo durante oito anos do governo Lula e três do governo Dilma. Desta vez, o jornal publicou trechos de conversações do peemedebista com o senador Renan Calheiros.

Na conversa, Renan diz que nem o STF quis salvar Dilma, porque "estão todos putos com ela". Ele também disse a Machado que quer mudar a lei que prevê a delação premiada.

Apavorado com a idéia de ir preso na Lava Jato, Sérgio Machado procurou líderes do seu Partido, seus padrinhos no governo, tudo cumprindo pauta de procuradores da PGR, visando acordo de delação premiada. A homologação do pedido de delação está na mesa do ministro Teori Zavascki.

Apesar de tentativas seguidas de comprometer Renan com perguntas insistentes sobre corrupção praticada por líderes do PMDB, PSDB e PT, o resultado da conversa foi muito mais pífio do que aquele que resultou na demissão de Romero Jucá.

Renan Calheiros parece ter percebido o objetivo da conversa iniciada por Sérgio Machado.

Há uma terceira gravação, esta de Machado com Sarney, mas que ainda não foi divulgada.

CLIQUE AQUI para ler a reportagem da Folha e trechos dos diálogos.

3 comentários:

Anônimo disse...

Dizem que Teori homologou a delação desse Machado da Transpetro!! Se o fez, certamente não foi baseado nessas gravações, pois elas NADA DIZEM, só fofocas políticas e nenhuma questão de interesse jurídico!! Agora, uma coisa é certa: esse sujeito tenta de todas as maneiras fazer com que seus interlocutores falem alguma coisa que incrimine o PSDB!! Dá a impressão que alguém está por trás dessas gravações, com interesses escusos, obviamente!!!

Anônimo disse...

A Falha de São Paulo publicando essas gravações tá tentando reforçar a tese de golpe, esses canalhas devem muito ao governo petralha!

Anônimo disse...

Manual da canalhice explícita!