BB recebe R$ 2,5 bi do FGTS para financiar casa própria com juros de 9% ao ano

O Banco do Brasil recebeu R$  2,5 bilhões de reais para a realização de financiamentos de imóveis pela linha Pró-Cotista, que utiliza recursos do Programa Especial de Crédito Habitacional ao Cotista do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). A grande vantagem da linha Pró-Cotista é a sua taxa de juros, que está entre as menores do mercado e só perde para as taxas praticadas pelos financiamentos realizados pelo programa Minha Casa Minha Vida. Enquanto os juros da linha pró-cotista do BB são de 9% ao ano, em outros financiamentos do banco os juros partem de 11,29% ao ano. Já na Caixa Econômica Federal, os juros variam entre 10% e 12,5% ao ano.

O site Canal do Crédito, que é especializado na comparação de custos de financiamentos, mostra que ao financiar 80% de um imóvel de 500 mil reais, pelo prazo de 30 anos, a diferença no valor final pago entre a Pró-Cotista, com a taxa de 9% ao ano, e outro financiamento, com taxa de 11,29%, é de 126 mil reais.

O BB  identificou 524 mil clientes com potencial de utilização da linha pró-cotista. 

Um comentário:

Anônimo disse...

FGTS é dinheiro usurpado do trabalhador, que recebe juros ridículos por um dinheiro que é seu e não pode sequer dizer onde e como será aplicado.