Entenda a técnica usada pela KGB para mudar a "percepção da realidade"

A entrevista a seguir é de 1983. Quem fala é Yuri Bezmenov, ex-espião da antiga KGB, a agência russa encarregada de fazer espionagem no exterior.

. Yuri conta com detalhes que apenas 15% dos recursos da KGB eram efetivamente utilizados para a espionagem, porque o principal esforço da agência sempre foi “mudar a percepção da realidade” (mentir e falsear os fatos). É o que se chama de lavagem cerebral lenta e persistente.

. O vídeo foi resgatado pelo leitor Marcelo Vieira, porque tem muito a ver com o que acontece no RS e no Brasil.

CLIQUE AQUI pra ver e ouvir (legendas em português).

Um comentário:

Paulo Rocha, Eldorado do Sul disse...

O vídeo do link abaixo está melhor legendado.

http://www.youtube.com/watch?v=rnQpuQihnRI&feature=related