A crise do Supremo, os holofotes e a catarse da mídia

Em seus nove anos no Supremo Tribunal Federal, o ministro Antonio Cezar Peluso, que deixa a Presidência da Corte na próxima quinta-feira (19/9), enfrentou muitos momentos de tensão. Mas nenhum como o que o STF foi acusado de facilitar Habeas Corpus para o banqueiro Daniel Dantas. O então presidente da corte, Gilmar Mendes, ficou com todo o crédito pelo enfrentamento com o governo. Só agora Peluso revela a sua participação no episódio. Coube a ele mostrar ao presidente Lula e aos ministros palacianos que a situação policial fugira de controle — e que era preciso cortar cabeças. O então chefe do serviço de inteligência, Paulo Lacerda, foi demitido no mesmo dia.

Nesta terceira parte da entrevista dada à revista Consultor Jurídico, Peluso narra o episódio e faz um histórico da evolução das ferramentas que aperfeiçoaram o funcionamento do STF. Por ocasião do episódio em torno de Daniel Dantas, quando mais de cem juízes federais assinaram abaixo-assinado em defesa do colega Fausto De Sanctis, Peluso chegou a defender que todos os rebelados respondessem perante a Corregedoria pela insubordinação.

Na entrevista, ele analisa também a queda de braço entre a imprensa e o tribunal no caso do Mensalão, lamenta o advento do populismo judicial e os parcos resultados do estilo justiceiro de fazer Justiça. O ministro defende a exibição de crucifixos nas salas de julgamentos para lembrar a todos de um julgamento injusto e reafirma suas críticas à transmissão de julgamentos ao vivo pela TV Justiça.

A entrevista (todo o texto, inclusive a introdução acima)  é do jornalista Carlos Costa e a publicação é do site Consultor Jurídico
CLIQUE AQUI para ler a terceira parte da entrevista.

CLIQUE na foto acima, acima, para ver melhor. A ilustração é do site consultor Jurídico.

APROVEITE SEU CHOPE ARTESANAL
Bier Markt, Castro Alves 452, Porto Alegre -  1º lugar de Veja em 2010 e 2011 
- Tudo harmonizado com petiscos inspirados na gastronomia alemã. Ar condicionado forte, segurança, estacionamento fácil. WWW.biermarkt.com.br

Um comentário:

Daniel disse...

Este nobre Sr e aquele que recebeu cerca de UM MILHAO do TJSP? É? E o mesmo que reuniu-se com o Renan e com o Advogado do Jader, e logo depois concedeu liminar que recolocou o Jader no Senado? É? Entao é um homem muito honrado e de muita credibilidade. E o outro o Gilmar Dantas, o homem do habeas-miojo, que colocou a enteada no Gabinete do honesto Demostenes. E a imprensa fazendo de conta que nada disto aconteceu.