Conselho viola Constituição e proíbe psicóloga Maria Lobo de anunciar que é cristã e dizer que cura gays, lésbicas, travestis e ateus

Na prática, esta medida infringe e violenta a liberdade constitucional de expressar manifestação de consciência e crença, que é o que desejam os gays, travestis e lésbicas. A nota é do jornal eletrôn ico Sul 21, ligado ao PT do RS.

A psicóloga paranaense Marisa Lobo que trabalha na recuperação de dependentes químicos e promete também terapias de “cura” da homossexualidade, tem até o dia 24 de fevereiro para retirar de seus endereços na internet toda e qualquer opinião religiosa que tenha manifestado até agora. A evangélica Marisa foi denunciada no Conselho Federal de Psicologia (CFP) por ativistas LGBT e ateus que discordam com a interferência da religião dela no tratamento dos pacientes. Marisa foi chamada ao Conselho Regional de Psicologia (CRP) na última quinta-feira (9) quando ficou ciente da decisão do órgão sobre a retirada das opiniões religiosas do blog, da páginas na internet e do twitter. De acordo com o código de ética do Conselho, Marisa estaria violando os termos do código ao expressar suas crenças religiosas, principalmente quando induz posições contrárias à homossexualidade.

Ela assinou um documento e terá 15 dias para adequar o material do site marisalobo.blogspot.com e do Twitter @marisalobopsico. E 30 dias corridos para adequar o site www.psicologiacrista.com.br.

. Ao sair da reunião a psicóloga iniciou uma campanha em seu Twitter contra uma suposta “perseguição religiosa”. “Me senti perseguida, ouvi coisas absurdas, uma pressão psicológica que se eu não tivesse sanidade mental, teria me acovardado e desistido de minha fé”, escreveu Marisa. Ela defendeu que teria direito de expressar suas convicções. “Quando questionei que estavam me pedindo para negar Deus se quiser continuar exercendo minha profissão, elas se olhavam, e diziam: ‘Não é isso, você pode ter sua fé mas não pode externar, guarde pra você, pois está induzindo pessoas a acreditarem em você pela sua influência’”. A profissional já teria uma reunião marcada com o Senador Magno Malta para tentar reverter a situação.

Com informações do site Mix Brasil e Gospel Prime.

19 comentários:

Anônimo disse...

Não deve ter contratado um daqueles advogados que dá nó em pingo d´água.

Anônimo disse...

bem vindos ao comunismo, brasileiros otários...

quem achava que o comunismo só iria chegar quando lhe tirassem a sua casinha ou fizessem você adorar um retrato gigante do grande líder da hora, se enganou...

eh mais do que isso...

muito mais...

eles tomam a sua fé e a sua liberdade...

por umas merrecas a mais no bolso, o cidadão dessepaiz se rendeu, entregou sua liberdade de expressão politica e religiosa...

e em breve suas esposas terão que dividir o banheiro feminino com velhos vestidos de mulher...

Anônimo disse...

esses conselhos são verdadeiras tiranias dentro da profissão...

eles não podem sobrepor suas regras a Constituição do pais...

doutora, entre na Justiça!

se bem que com aquele STF "acomunistado", as coisas tendem a ficar estranhas....

Anônimo disse...

Não importa que o discurso desta mulher seja idiota. Como ela não prega o ódio ou contravenção penal têm todo o direito de se manifestar como bem entender. Que leia e a leve a sério quem quiser. Os LGBTXZY e demais ativistas, principalmente aquela esquerda babaca e radical, há muito tempo viraram bucha de canhão do partidão e servem para ameaçar quem não reza pela sua cartilha de pensamento único. Cadê a Maria do Rosário e o MP para proteger os direitos dessa psicóloga? Acho que estão muito ocupados lambendo as botas dos petralhas.

Anônimo disse...

É isso aí, anônimo das 14:42, agora você disse a grande verdade. - O comunismo começa a mostrar sua verdadeira face (e que feia, hein...). Trabalhar para sustentar categorias de vagabas: gays, esquerdopatas, pseudo empresários que dão dinheiro para financiar campanhas de comunistas; grandes figuras de igrejas que, tendo seus principais dogmas atendidos, calam a boca e ainda bendizem; políticos que abrem as pernas por "mais governo", desde que fiquem milionários em apenas um mandato. Doravante, este será o destino dos bons e honestos que se recuzarem a se misturar com a mais pura lama da nação!!!

Anônimo disse...

certa vez falou o mago Jabour pederastia antigamente era crime, depois passou a ser tolerado, hoje é lei e amanhã será obrigatório a todos, quando li achei que o Jabour estava viajando, mas do jeito que tá indo ele tinha razão. edus

Anônimo disse...

A partir de agora eles decidem quem é e quem não é mais humano...

... OS DEFINIDOS COMO HUMANOS , POR ELES , TEM ENTÃO O DIREITO AOS FATÍDICOS...


.. ou ainda decidem de quem cobram analgum DEVER humano.

QUE NÃO EXISTE MAIS.

Anônimo disse...

Charlatã de marca maior...

Anônimo disse...

Se Marisa Lobo fosse negra, homossexual, judia, deficiente..., poderia alegar preconceito e discriminação. O Movimento dos Direitos Humanos correria para defendê-la. Onde se esconde a deputada federal Maria do Rosário, que não vê a perseguição que estão fazendo contra essa senhora.

Anônimo disse...

E onde fica a liberdade ? Entramos na ditadura do politicamente correto, se pensares diferente, está ralado, eles vem e te atropelam. Em preve será proibido ser hetero !

José Mario disse...

Então, fica a pergunta: na sala do STF, dos juizados das Comarcas entre outros, não seria o caso de retirar os crucifixos? Por analogia, os juízes, desembargadores e afins estariam sujeitos ao mesmo princípio do "você pode ter sua fé mas não pode externar, guarde pra você, pois está induzindo pessoas a acreditarem em você pela sua influência”

Anônimo disse...

Os pederastas e machorras devem estar babando de alegria com o avanço da perseguição religiosa ao cristianismo.

É por isto que eu admiro os islâmicos: com eles ninguém tira farinha nem se mete a besta. Se tiverem que matar ou morrer pela sua fé, o fazem sem pestanejar.

Os cristãos deveriam seguir o exemplo islâmico de combatividade enquanto ainda há tempo de colocar as minorias raivosas e articuladas em seu devido lugar.

Anônimo disse...

Esta é a opressão totalitária que nossos espertos eleitores deixaram tomar conta desta república bananeira. Infelizmente daqui a uns 20 anos seremos um grande Guantánamo esquerdo-bananeiro com o "progresso" de Cuba e escravos totais do capital externo. Certamente que os atuais presos de Guantánamo preferem onde estão se souberem como as coisas são aqui.

Anônimo disse...

É o COMUNISMO extirpa qualquer valor moral e ético que o cidadão possa ter!

Vejam o exemplo dos PETRALHAS, eles são comunistas e tão ai, sem o menor resquício de valor algum, e tentando axcabar com os poucos valores que ainda restam neste país.

Daniel disse...

Ela e Psicologa e Evangelica, logico. Deve, inclusive, fazer parte daquele agrupamento de ÇABIOS, daqui e de la, que imaginam que homosexulismo e doenca. Ou coisa do demonio. E um jornaleiro, como vc, que se diz qualificado, reproduz este tipo de "nuticia".

Anônimo disse...

Daniel: primeiro aprenda a escrever - e só volte aqui quando tiver feito a lição de casa!

Alex Mamed disse...

Entendo que o Conselho está certo.
.
A liberdade de expressão não é absoluta e não pode ser confundida com o exercício da profissão. Como psicóloga, a profissional tem responsabilidades e dentre estas, certamente, professar sua fé não é uma delas.
.
Acredito em Deus, tenho fé sim, mas não podemos confundir as coisas: ela poderia fazer um estudo científico, despido de crenças e ideologias, e sustentar como tratamento científico. Agora, usar o nome de Deus para promover sua fé, utilizando da profissão, seria a mesma coisa que, eu como Advogado, prometer que vou ganhar a causa do cliente em nome de Deus e por acreditar nEle.
.
Isso não pode!

EDUCANDÁRIO FREI ROQUE BISCIONE disse...

Essa mulher deveria ser uma profissional da psicologia e se comportar como tal...se ela quer ser ser uma religiosa, pastora, freira, tudo bem fique avontade, mas não se intitule psicologa.

Nairo disse...

Quantos comentários absurdos que tem por aqui... Sou estudante de psicologia e estou indignado com essa dita "psicóloga". Para que todos saibam: existe uma coisa chamada ÉTICA!Quando você se forma em Psicologia você tem o DEVER de ser ÉTICO e como um profissional regulamentado e regido por um Conselho temos um REGULAMENTO que orienta os profissionais. Você tem uma religião? TUDO BEM, não diz em lugar algum que é proibido ser psicólogo e ter uma religião, mas você NÃO PODE INFLUENCIAR OU EXPOR SUAS CRENÇAS RELIGIOSAS POR AI UTILIZANDO O TÍTULO DE PSICÓLOGO.