Porto Alegre emplaca 406 mortos pela pandemia. Taxa de ocupação de UTIs volta a cair na Capital.

O boletim ao lado foi publicado pela secretaria municipal da Saúde.

Porto Alegre emplacou 406 óbitos por conta do vírus chinês. São números acumulados ao longo de 5 meses.

Balanço da pandemia

9.220 casos confirmados em 5 meses
406 óbitos
5.479 curados

Taxa de ocupação de UTIs, 88,9%.

A taxa de ocupação de UTIs da Capital permanece estabilizada há 13 dias, mas isto deve-se sobretudo à incorporação de dezenas de novas posições, com ênfase para Hospital das Clínicas e Beneficência Portuguesa. Ontem, a secretaria municipal da Saúde aumentou para 821 o número de UTIs disponíveis, com 88,29% de ocupação: 709 leitos. Deste total, 319 são de pacientes com coronavírus.

A disponibilização de UTIs em grande quantidade, afasta o risco de lockdown em Porto Alegre.

4 comentários:

Anônimo disse...

Administrações do PSDB é a com maior números de mortes pela peste chinesa no Brasil. Doria, Covas, Marchesan, Leite, Artur Virgilio...

paulobon disse...

Especialidade histórica desta raça: Assassinatos em massa.

Anônimo disse...

Imprensa local não ousa pronunciar a palavra "queda", preferem dizer que o número ainda é alto...

Anônimo disse...

Mas essa taxa de ocupação não é só por causa do Covid. Precisa discriminar.