Entrevista: Andor Stern, o único sobrevivente brasileiro do Holocausto

Esta entrevista é de Alana Sousa e Thiago Lincolins, conforme publicado no site UOL. 

“O homem não aprende”, afirma Andor Stern. Após quase 75 anos dos horrores vividos em Auschwitz. Stern, 91 anos ainda trabalha no Brasil.

Um comentário:

CARLOS TORRES disse...

Realmente, "o Homem não aprende". Haja vista o holocausto palestino, causado PELOS JUDEUS ( ! ) desde 1947 e até os dias atuais. É um crime continuado.