Ditadura cubana recebe seus médicos como "apóstolos da saúde"

Pelo menos 1.400 dos 8.532 médicos que vieram para o Brasil querem permanecer no País. O governo brasileiro abriu inscrições para suprir a deserção em massa e já conseguiu cumprir quase toda a quota em apenas 72 horas. Os médicos cumprem uma espécie de trabalho escravo no exterior, já que Cuba retém 70% do que cada um ganha. 

Os primeiros 200 médicos cubanos retirados do Brasil pela ditadura comunista cubana chegaram a Havana e foram recebidos como heróis pelo ditador de plantão, o presidente Miguel Diaz-Canel. O presidente fala que são "apóstolos", expressão católica. Diaz-Canel é ateu. Ele disse pelo Twitter:

Nas primeiras horas de sexta-feira começam a chegar à Pátria os apóstolos da saúde cubana que são #MasQueMedicos. Nossa homenagem aos homens e mulheres que fizeram história no Brasil. Bem-vindos pra casa.

En las primeras horas del viernes comienzan a llegar a la Patria los apóstoles de la salud cubana que son . Nuestro  homenaje a los hombres y mujeres que hicieron historia en Brasil. Bienvenidos a casa.

11 comentários:

Anônimo disse...

Mataram vários discípulos, inclusive Hugo Chavez!

Anônimo disse...

eram apostolos da pregação do socialismo...

o plano era claro, devido ao claro apelo que um medico tem entre pessoas que procuram sua ajuda...

entra uma receita e outra, uma conversinha mole sobre as maravilhas do socialismo cubano...

principalmente a ideia de vender o "perfeito" sistema de saúde cubano...

reconheçamos, o plano era bem bolado e mostrava ser de potencial eficiência...

Mordaz disse...

Se as inscrições se confirmarem não estavam nada mais do que tirando emprego no Brasil. Aos cubanos que desejem asilo é justo receberem.

Emmanuel Carlos disse...

A pessoa em questão é um imbecil... e, convenhamos: ninguém precisa de cubanos ...especialmente, de espiões.

Anônimo disse...

Só se forem apóstolos da escravidão e da mentira! Estão mais para massa de manobra de ditadores, lacaios de ditadura e coniventes com falcatruas...

Justiniano disse...

Quero ver aonde vão enfiar todos esses médicos em Cuba. Voltarão a viver com a escassez de tudo.

Na bagagem do ditos médicos viu-se muitas embalagens de tv lcd, aparelhos de som e eletrodomésticos.

Cuba vive de racionamento de energia baseado em termoelétricas de petróleo.

Alguns voltarão para caserna porque são militares espiões infiltrados.

Outros vão trabalhar nas "infernarias" porque são legítimos infernos as enfermarias cubanas com sujeira e descaso com a higiene e falta de remédios.

Anônimo disse...

Pois é... A máscara e a mentira caíram... A VERDADE LIBERTA! Como médico brasileiro que me dedico aos meus amados pacientes, a minha sagrada profissão e ao meu adorado país apenas estou esperando UM PEDIDO DE DESCULPAS POR TUDO QUE PASSAMOS NOS ÚLTIMOS 5 ANOS!!!

Anônimo disse...

São os comunistas exaltando os seus escravos charlatães!

Anônimo disse...

poxa, agora os cubanos vao ultrapassar o primeiro mundo em termos de atendimento medico...

se com 8 mil medicos fora ja diziam que tudo era uma maravilha, imaginem agora com essa overdose de apóstolos, digo, enfermeiro, digo agentes de saúde, digo, médicos retornando a sua patria...

vai ter paciente sendo atendido por três medicos ao mesmo tempo...

o cubano agora praticamente disporá de uma "junta medica" para sua consulta básica...

morram de inveja Suíça, Dinamarca, Noruega...

Anônimo disse...

Qual será a próxima vitima, qual o pais que os GIGOLÔS cubanos atacarão disfarçados de "médicos"??? E para atacar tem que ser em PAIS RICO. para poder ROUBAR BASTANTE! Atacarão a Bolivia do bugrão Evo???Nada, lá só produzem maconha e cocaina (bom, esta é boa opção para quem está na merda). A Rússia?
É vaquinha que já deu leite. A Venezuela? Cuba e Chaves roubaram tudo de lá!
Coréia do norte? não dá conta nem das próprias pernas. A China? Só se ela ficar de dona de Cuba e veja lá! Resumindo, Cuba está prontinha para se tornar um estado norte americano, mais depois de botar na cadeia horrores de comunistas cubanos. É a única saida para Cuba para pelo menos os cubanos poderem comer para não morrerem de fome é abrir as perninhas pruzamericânu!

Anônimo disse...

Apostoles ou escravos?