Deserção traiçoeira e em massa dos médicos cubanos foi uma solução

A deserção traiçoeira e em massa dos médicos cubanos, ordenada pelo governo comunista de Havana, foi uma solução e não um problema.

14 comentários:

Anônimo disse...

👏🏻👏🏻👏🏻
Mais uma fraude e golpe desmascarado do PT!!
Bolsonaro é MITO mesmo!!!
A cada dia mostra mais essa facção criminosa e seus malfeitos!

Anônimo disse...

Deram um tiro no pé...e o Bolso deu um show de competência e ainda empregou uns 10 mil brasileiros... isso sim é que é criação de emprego...

Anônimo disse...

Com certeza! Facitou por demais pra Bolsonaro, um tiro no pé do governo ditatorial de Cuba, resolveu a situação e Bolsonaro ficou bem na fita, afinal além quem rompeu unilateralmente foi Cuba.

JORGE LOEFFLER .'. disse...



De que deserção falas Polibio? Com a referência agressiva do tenente refugado pelo Exercito Brasileiro e eleito Presidente restou ao Governo Cubano determinar o retorno dos seus cidadãos. Faculdades públicas são privilégio de filhos de famílias abastadas, salvo mínimas exceções, pois a disputa por vagas é acirrada. Depois formados filhos de tais famílias não aceitam viver em pequenas localidades sem as mordomias urbanas. Essa é a verdade e o restante apenas maldade de quem fala. Como servidor conheci cidades às quais jamais esses ricos meninos e meninas jamais iriam a menos que convocados ao serviço militar. Assim a solução existe, mas ninguém tem coragem de colocar isto no papel.

Anônimo disse...

Pedir desculpas aos médicos brasileiros é o mínimo. A quase totalidade da imprensa (99,999%), a população ingrata e enganada e os políticos picaretas (100%) fizeram de tudo para colocar o peso dos problemas do SUS nas costas dos médicos brasileiros. Receberam toda ordem de ofensa e ingratidão! Mais uma vez descobriram-se a farsa e a mentira. Vivi para dizer uma vez mais:
A VERDADE LIBERTA!!!
NÃO FAÇAIS O MAL ESPERANDO O BEM!!!

Anônimo disse...

O efeito Bolsonaro criou mais de 8 mil empregos no Brasil sem assumir a governança do País, o cara é ou não é um Mito?Kkkkkkkkkkkkkk, Os Vermelhos Escarlates Bolivarianos Atrasados estão rasgando as cuequinhas de raiva, é para morrer de rir.Dois dias de chamamento pela internet já estão cadastrados mais de 11.000 médicos de verdade e não médicos que deixam dúvidas se tem ou não competência. Brasil, País de To s.

Anônimo disse...

Pois é... A máscara e a mentira caíram... A VERDADE LIBERTA! Como médico brasileiro que me dedico aos meus amados pacientes, a minha sagrada profissão e ao meu adorado país apenas estou esperando UM PEDIDO DE DESCULPAS POR TUDO QUE PASSAMOS NOS ÚLTIMOS 5 ANOS!!!

Anônimo disse...

O Jorge é a prova provada de que o diabo é mais diabo por ser velho do que por ser diabo!

Anônimo disse...

Falta agora cortar a mesada do George Soros com uma auditoria na dívida interna. Depois, renegociar o saldo para que não ultrapasse 20% da arrecadação.

Anônimo disse...

Bolsonaro nem assumiu e já está criando
milhares de empregos para médicos brasileiros. Continue nesse ritmo, Presidente.!!! Tia Glória.

Anônimo disse...

Penso que esse dinheiro público que saia do Brasil para Cuba para cobrir o Mais Médicos ficará circulando aqui. Assim poderá haver mais investimentos na Saúde, Educação e Segurança. E oportunidade para os nossos Médicos. É um salário muito bom e não precisarão descontar o IR.

Anônimo disse...

Dilma privilégiou os Médicos Cubanos em detrimento dos Médicos brasileiros. Nossos médicos ficaram desempregados e a mídia fez com que eles fossem odiados pela população porque Dilma deu preferência pelos cubanos. Nossos Médicos são bem graduados, possuem Mestrado, Doutorado.

Anônimo disse...

Kkkkk

Anônimo disse...

Em que país o Sr. Vive??? Eu sou médica, filha de professor estadual. Acorda para a realidade. Que “mordomias” o Sr. Se refere???
Trabalhei em uma cidade de 200 mil pessoas no interior do RS e quando chegou uma menina convulsionando eu não tinha oxigênio e nem medicação para prescrever!!! O Sr. sabe o que é isso???
Hoje se um paciente falece nas mãos de um cubano, ele não responde criminalmente. Já eu, brasileira sim! Coloco meu diploma em risco por má administração pública!! E isso que eu estava em uma cidade de médio porte!!
O Sr. não tem a minima noção do que fala! Deveria se retratar conosco, MÉDICOS BRASILEIROS que sofremos discriminação de cidadãos como o Sr. que na hora que precisar de atendimento deve correr para pedir nosso socorro. E sofremos nas mãos de gestores inescrupulosos que nos “usam”, sem termos direito a um plano de carreira.