Corsan vai dizer, amanhã, como é que vai resolver o problema da falta de água em Gramado

Falta água em Gramado, Serra do RS, o mais importante centro turístico do Estado.

Apagões têm sido frequentes.

Por isto é oportuno as informações que a Corsan apresentará para a imprensa de Gramado e região, listando as ações realizadas para ampliar o abastecimento de água no municípi. O evento acontece nesta quarta-feira, às 14h, na sala 6 do Sindilojas (rua Garibaldi, nº 476).

12 comentários:

Anônimo disse...

Uma boa ideia: privatiza essa merda !

Anônimo disse...

Purificação da urina dada por todos os turistas de Gramado.

Anônimo disse...

imaginem se os brazucas gerenciassem Israel..

ja teriam todos morrido de sede...

Anônimo disse...

Só privatizando!

Anônimo disse...

ouvir dizer que vão distribuir agua em pó...

a ver...

Anônimo disse...

QUE VERGONHA, DEPOIS QUEREM FAZER TURISMO? PRIVATIZEM ORA BOLAS CIDADE DOS RIQUINMHOS...CALÇA DE VELUDO E FIOFÓ DE FORA...
JOEL

elias disse...

Essa a fácil.
No nordeste deu certo.
Carros pipa. De preferência do exército, que é de graça - para quem recebe a água. Todos pagamos.
Utilização de baci8as grandes para banhos coletivos. Assim, economizados água in loco!
Por que não me perguntaram antes?

Anônimo disse...

Fizeram uma caixa de água na rua que sobe para aldeia do papai noel, investimento de R$ 3 milhões, só que a água não chega lá !!!!
Bom né ?

Anônimo disse...


Engraçado, falta de planejamento e gestão amadora agora tem outro nome: Superlotação! Esse Natal Luz em Gramado existe há décadas, e até hoje os gestores públicos não conseguiram prever essa superlotação? Bota incompetência nisso, peçam para sair!

N e s t o r disse...

Corsan vai novamente ir contar historinhas para boi dormir!

Anônimo disse...

Pelo que sei toda aquela região ali encontra-se em cima do àquifero Guarani, perfurar poço ali de menos de 50m de profundidade se acha água.

Anônimo disse...

alguém precisa ensinar pra esse pessoal da Corsan a Lei da Gravidade...

tudo tende a ser puxado pra baixo, tá?