Cremers e CFM dizem que Brasil tem médicos para o Mais Médicos

O Consselho Regional de Medicina do RS, Cremers, e o Conselho Federal de Medicina anunciaram, ontem, que o Brasil tem médicos suficientes para suprir a saída dos cubanos.

Em nota, o prsidente do Cremers, médico Eduardo Trindade, reafirmou que a vinda dos médicos cubanos obedeceu critérios políticos.

19 comentários:

Anônimo disse...

lição básica a ser aprendia pelo novo governo...

jamais se coloca todos os ovos na mesma cesta...

Anônimo disse...

Quanto custa mesmo um médico cubano?
Cerca de R$ 12.000. Certo?
São escravos pois 70% de seu salário vai para a ditadura cubana.
Mas, vamos fazer um exercício lógico.
Se um médico brasileiro se candidatar à vaga de um cubano, de quanto terá que ser o contrato de trabalho para receber este valor líquido. Com a carga tributária (encargos sociais) embutida no salário o desembolso de quem for contratar terá que ser próximo do dobro. Capiche?
Aqui também existe escravidão.

Anônimo disse...

Ter e sair do ar condicionado, e atender no agreste , esse é o problema a ser encarado!

Anônimo disse...

Se em um pais de 220 milhoes de hab. não há medicos suficientes...podemos convidar medicos uruguaios...argentinos...chilenos...e assim por diante...mas que não sejam escravos em seus paises.

Unknown disse...

Mas, são muito poucos os que querem sair dos grandes centros....

Anônimo disse...

Estadão
Veja essa editor.
Provinha. Com o anúncio da saída dos cubanos do Mais Médicos, o Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp) voltou a defender a aplicação de um exame nacional, seriado, para aferir o nível desses profissionais brasileiros durante a graduação.

Nota vermelha. A entidade aplica um teste aos recém-formados. Neste ano, 40% não alcançaram a nota mínima. O exame apontou, por exemplo, que a maioria não sabia tirar pressão dos pacientes nem abordar corretamente vítimas de trânsito.


Anônimo disse...

Falta de segurança e impostos muito altos são a principal causa de doenças.

Anônimo disse...

Cubano custa R$ 11.500,00 de salário + auxílio moradia + auxílio alimentação, o que totaliza mais de R$ 15.000,00. Não pagam IR, não pagam CRM, não podem ser fiscalizados ou punidos pelo CRM, não deixam o dinheiro qui no Brasil (já que 70% vai para os ditadores da ilha-presídio), possuem 2 meses por ano para voltarem a ilha-presídio, ou seja, realmente cumprem carga-horária durante 10 meses. Vejam o custo todo dessa farra!

Anônimo disse...

Ao ciddão que disse: "Mas, são muito poucos os que querem sair dos grandes centros...." eu digo:
Sou médico e fui, por pura convicção, desprendimento e idealismo, trabalhar e morar em uma cidadezinha do interior do RS (3.014 habitantes na época). Trabalhei como "um condenado" e sem o mínimo suporte em termos de diagnóstico e terapia, ficando a mercê de toda a ordem de politicagem e sujeito aos amores e humores do secretário da saúde que, invariavelmente, não era da área, mas indicado político como em todo o lugar.... Após 4 anos de intenso trabalho, ao mudar a administração municipal, "sai com uma mão na frente e outra atrás". Como dizia meu velho pai na época: "Você semeou no meio das pedras!". Voltei para minha cidade (que é a segunda maior do RS). Tive que começar do zero!!! Após 10 anos é que a "coisa começou a se ajeitar!". Paguei um alto preço pelo idealismo! Nessa conversinha de ir trabalhar no interior não caio mais e recomendo que pensem muito bem antes de se "aventurarem" numa "roubada" dessas... Senti na pele... Quem falar o contrário apenas tem teoria na cabeça e nada de prática... Fui!!

Anônimo disse...

Jornalista, advogado, engenheiro, designer gráfico ou qualquer outra profissão vai sair do "ar condicionado" e ir pra "o agreste", enfiando a viola no saco e com família a tira-colo para onde não há as mínimas condições de infraestrutura e sem plano de carreira que lhe dê segurança? Plano de carreira para os que desejam ir para o interior como ocorre nas carreiras jurídicas é a solução. Menos hipocrisia e mais cérebro!

Mata Viva disse...

Chora mortadela bueeeeeeeee

Anônimo disse...

A verdade é que a maioria dos médicos brasileiros que trabalham no setor público nem sequer cumpre os horários em hospitais e postos de saúde.
E ganham muito acima da média de qualquer outra categoria.

Anônimo disse...

SE NAO TEM BRASILEIROS É SÓ CHAMAR ESTRANGEIROS DE OUTROS PAISES

Anônimo disse...

O governo paga para esses "médicos" cubanos comunistas, R$ 11.520,00, nada a ver se eles recebem em torno de R$ 3.000,00 do governo cubano, é só o governo brasileiro pagar para os Médicos brasileiros com diploma algo como R$ 15.000,00 e mtos vão prestar esse serviço a população.

Aki onde moro numa cidade grande do estado, até há pouco tempo a prefeitura pagava R$ 1.900,00 para os médicos do posto de saúde e para os falsos médicos cubanos o governo federal paga R$ 11.520,00.

Anônimo disse...

SIM O BRASIL TEM MEDICOS ESSES DIAS EM UM EDITAL TINHA 900 VAGAS E 8 MIL CANDIDATOS E EM MUITAS CIDADES ONDE TINHA MEDICOS O PT OS TIROU E COLOU NO LUGAR ESSES CUBANOS Q NEM MEDICOS SAO, MUITOS SAO ESPIOES ANTO É VERDADE QUE FUGIRAM DA PROVA ,UM AVIAO PARTIU AS PRESSAS ONTEM LEVANDO MAIS DE 100 CUBANOS- FUGIRAM POIS FORAM DESMASACARADOS E O PROBLEMA NAO É FALTA D MEDICO É FALTA D ESTRUTURA, NAO TEM NEM ESPARADRAPO P OS MEDICOS TRABALHAREM

Anônimo disse...

Até tem, mas não querem trabalhar por esse salário de 11 mil reais, querem ganhar 33 e olhe lá, sugiro trocar o nome de juramento de Hipócrates, para de hipócritas, com as exceções de estilo é claro.

Anônimo disse...

Ao "desavisado" de 17/11/18 às 14:10 -Juramento de Hipócrates não significa voto de pobreza e nem jurar em cima da Bíblia como fazem os políticos, em quem você votou, e, depois empregou parentes, amigos e sustenta amantes com o nosso dinheiro, os trouxas pagadores de impostos. Tire o escorpiãozinho do seu coração e lance sua veemência na politicagem que te engana, e não sobre aqueles que, quando você tem uma dor de barriga ou quando sua hemorroida sangra, você recorre!

Anônimo disse...

Nas grandes cidades ainda tem o problema da segurança.

Não é fácil aceitar trabalho e ficar exposto aos tiroteios.

Anônimo disse...

Mata Viva, vc le parece um verdadeiro analfabeto funcional. Fugiu da aula de interpretação de texto. É o típico fruto da
formação do período petralha. Não sabe o que está combatendo, achando que estamos em uma disputa futebolística. Caiu de paraquedas no time fo Bolsonaro, mas desconhece as premissas de sua agenda. Já que vc nada entendeu, vou repetir: os cidadãos brasileiros, com a alta carga tributária e elevados encargos sociais, são, sim, escravos do sistema pois, a título de exemplo, na construção civil os valores dos penduricalhos sociais chegam à 110% fo valor auferido como salário. E este o legado da hegemonia esquerdista. Capiche? Ou vai set preciso desenhar?