Danilo Gentili entrevistará Cabo Daciolo, esta noite, no SBT

Nesta segunda-feira, o apresentador e humorista Danilo Gentili conversa com Cabo Daciolo. Ele comenta o resultado das eleições, dá sua opinião sobre os candidatos eleitos e fala sobre sua candidatura, o tempo que passou orando no monte, os memes que surgiram com sua imagem e sua colocação nas eleições.

O Cabo Daciolo também fala sobre sua história pessoal, relembrando o trabalho como bombeiro no Rio de Janeiro e a militância que exercia enquanto estava na função. 

O convidado ainda comenta algumas de suas posições sobre o ‘Foro de São Paulo’, fraudes nas urnas eletrônicas e teorias como a da “nova ordem mundial”.

Veja vídeo sobre Daciolo em Jerusalém, semana passada:

3 comentários:

Anônimo disse...

nova ordem mundial ja nao é somente teoria faz tempo...

estão ai os artistas unidos em um só coro para provar que existe, sim, um movimento organizado para padronizar culturalmente todos os países, derrubar fronteiras e acabar com todo sentimento nacionalista, pois verga-se uma vara com muito mais facilidade do que um conjunto delas...

se algum jornalista investigativo se interessar, seria interessante saber como que esses artistas internacionais financiam esses circos gigantescos de showmicios pelo mundo afora, com tecnologia de ponta, telões imensos e toda uma estrutura que exige muuuuuuito dinheiro...

tem banda que para montar um desses espetaculos gigantescos precisa ter uma replica de todo o cenario e equipamento, pois enquanto fazem show em uma cidade, a replica do circo esta toda sendo montada na proxima cidade da turnê...

nao me espantaria se a investigação chegasse ate o bolso de um certo bilionario americano...

Anônimo disse...

UM MALUCO NO PEDAço...

Anônimo disse...

Tudo é teoria da conspiração quando foge do senso comum e da visão medíocre da maioria da população que não consegue enxergar além do imediatismo.

O Foro de São Paulo era teoria da conspiração, já foi provado que existe.

Tudo que é projeto estratégico que foge do senso comum do povão é menosprezado não por que é inexistente, mas por que a igonorância popular não consegue compreender nada muito complexo devido a nossa péssima educação.