“Brasil levará ao menos 50 anos para se livrar da massificação que o PT criou na educação universitária”, diz professor Wilson Cunha

Wilson Ferreira Cunha é antropólogo, com formação pela antiga União Soviética, cientista político e professor da PUC-GO. Ele afirmou ao Jornal Opção, nesta entrevista a seguir, que vai na íntegra, que  o lulopetismo levou o Brasil ao atraso e garante: “Lula é carta fora do baralho na política nacional”

Para o professor, 13 anos de PT no poder levaram a educação brasileira ao atraso | Foto: Fernando Leite/Jornal Opção.

Leia a reportagem do jornal Opção, Goiás:

Wilson Ferreira Cunha é daqueles professores que não têm medo de opinar e que gostam de basear suas opiniões no conhecimento adquirido ao longo dos anos. E, como historiador, antropólogo e cientista político, é possível dizer que conhecimento não lhe falta.

Nesta entrevista, o professor da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO) faz duras críticas à educação brasileira e diz que os 13 anos da era PT à frente do governo federal levaram a educação brasileira ao atraso. Segundo ele, o lulopetismo institucionalizou um patrulhamento na Educação brasileira que pode ser comparado ao que viu quando estudou na União Soviética durante o período de Leonid Ilitch Brejnev, último ditador soviético.

“Começa pelos reitores das instituições federais de ensino e até das universidades particulares, que são atrelados aos programas obsoletos do Ministério da Educação. Há um “puxa-saquismo” geral nos meios da Educação. É preciso tirar isso, o que será muito difícil, porque é um sistema orgânico inserido na Educação brasileira, que vai levar uns 50 anos”, diz.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

7 comentários:

Anônimo disse...

mais rápido construirmos novas universidades e formarmos novos profissionais...

deixemos esses Jurassic Park das federais apodrecer pelo passar do tempo ao serem engolidos pelo bolor das suas ideias...

ja falei aqui e repito, se quisermos uma mudança duradoura, o empresariado serio do país vai precisar enfiar a mão no bolso e investir em areas onde antes não investiam...

precisamos criar sites, blogs, revistas, jornais e tvs que fujam da ladainha comunista de sempre, colocando profissionais verdadeiramente independentes e que não estejam contaminados pela desgraça marxista...

a esquerda criou uma força midiática e acadêmica descomunal, é um verdadeiro monopólio de fazer inveja a muito capitalista do mais selvagem que possa existir...

mas com as redes sociais conseguimos provar que hoje podemos fazer frente a toda essa gente manipuladora da informação e que agiu de maneira criminosa contra um unico candidato...

e atenção especial, muito especial, aos nossos pequenos, que serão o futuro do país...

precisamos lutar com todas as forças para afasta-los de qualquer tentativa de assédio marxista que possam vir a sofrer...

pais precisam fiscalizar as escolas e ficar de olho em muitos desses professores que agem como verdadeiros agentes da desinformação e do alienamento de mentes frescas e inocentes...

Anônimo disse...

TEM QUE TRANSFORMAR AS UNIVERSIDADES EM ESCOLA POLITÉCNICAS COM CURSOS TÉCNICOS

Anônimo disse...

Realmente, é só criar uma nova Universidade com professores cognitivamente livres e capacitados onde novos alunos irão. Quanto as universidades velhas, não façam mais vestibulares e quando todos se formarem basta extingui-las e sairá mais barato pagar as indenizações dos decrépitos doutrinadores delas.

Anônimo disse...

"mais rápido construirmos novas universidades e formarmos novos profissionais..." kkk a direita nunca não faz uma universidade faz 40 anos

Anônimo disse...

Anônimo das 17:11h, qual universidade as esquerdas construíram, a do MST ou a portentosa universidade de cuba ou qualquer coisa semelhante que no máximo forma enfermeiros com "dipromas" de médicos? Ciências "umanas" e soçiais"? Como doeu saber que Lula está preso, babaca!

Anônimo disse...

Pior.........o Brasil nunca vai se livrar.

Eles estão nas escolas públicas e privadas, formando os futuros petralhas.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.