Polícia gaúcha estoura dez clínicas geriátricas clandestinas em Porto Alegre

A foto da Polícia Civil mostra uma das casas que "hospedava" idosos.

A Polícia Civil do RS fechou, ontem, dez clínicas clandestinas geriátricas, tudo no âmbito da Operação Senectus, deflagrada em conjunto com o Conselho Municipal do Idoso e a Vigilância em Saúde de Porto Alegre. Numa das casas, no bairro Rubem Berta, três idosos estavam em cárcere privado numa casa com portas lacradas. Foram constatados casos de maus tratos, além de retenções e uso de cartões bancários de idosos.

Foram cumpridos dez mandados de busca e apreensão nas zonas Norte e Sul da Capital, além de Viamão. Três pessoas, sendo duas mulheres e um homem, foram presas em flagrante pelos policiais civis. Todos as dez clínicas clandestinas ficaram interditadas. 

Os idosos liberados dos maus tratos foram entregues aos cuidados das famílias ou de órgãos municipais.