Prorrogação do ICMS mais alto terá que ser aprovada até o final de setembro pela Assembleia do RS

O governo gaúcho só dispõe de quatro meses para aprovar a manutenção das atuais alíquotas do ICMS, elevadas no início do atual mandato e válidas até 31 de dezembro.

Se não conseguir a prorrogação até o final de setembro, as alíquotas cairão automaticamente.