Delegados Federais querem que STF cumpra a lei e negue habeas corpus para Lula

CLIQUE AQUI para ler a nota completa da ADPF.

O editor acaba de receber por WhatsApp a manifestação da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal, ADPF, defendendo que o STF mantenha sua própria jurisprudência ao julgar, amanhã, o habeas pedido por Lula.

Isto significa que os delegados federais querem que Lula seja preso imediatamente, já que foi condenado pelo juiz Sérgio Moro como corrupto, sentença confirmada e ampliada pelo TRF4.

7 comentários:

Anônimo disse...

prisao para o Polibio . Mentiroso e corrupto .lula presidente

Emmanuel Carlos disse...

Olha ... acho que esses delegados poderão promover diversas prisões tão logo o STF se manifeste. Independente do que os ministros digam - "sim" ou "não" - os delegados devem prender, mesmo!

Anônimo disse...

O Brasil não pode ficar refém de 11 "ministros" canalhas corruptos nomeados por políticos corruptos, vamos pras ruas hoje, eu estarei no Parcão...
...IMPEACHMENT, EXONERAÇÃO, CASSASSÃO SEJA LÁ O QUE FOR, O FUTURO DO BRASIL NÃO PODE FICAR NA MÃO DE 11 PILANTRAS...ME AJUDA AÍ FFAA!

EU ACUSO! disse...

A CONSTITUIÇÃO FEDERAL impõe o esgotamento de instâncias judiciais, para, com o Trânsito em Julgado da condenação, seja seja o réu aprisionado; se querem "mumú de lata aberta" em outubro, arrumem outro meio de anular o franco favorito para as eleições à Presidência da República; "dura lex sed lex", vale o que está escrito no "livrinho", na nossa Carta Magna".
Nada como falar a língua dos ignorantes em Direito, das "direitalhas" que zurram e ornejam nas redes sociais...as palminhas são garantidas.

Anônimo disse...



Todos -eu inclusive- querem a prisão do Lula.

Mas fica uma pergunta;

E os demais políticos ladrões que estão soltos?

Anônimo disse...

Ha há há há há há há há há
Vamos perder o Polibio e vamos salvar o Brasil. Há há há há há há há há há há há há

ganhatudo disse...

A decisão do STF de permitir o inicio da execução da pena após o esgotamento dos recursos em 2ª instância colocou oBrasil em igualdade de condições com os demais países do globo e foi muito importante para mudar o sentimento generalizado de impunidade no país. Retroceder nessa decisão, além de grande retrocesso institucional seria vergonhoso pois demonstrará que o stf julga ao sabor dos interesses pessoais em jogo.