Artigo, José Cesar Martins, revista Press - Smartphones podem ser o pulo do sapo

Quando tudo parece tão difícil, criar caminhos novos não é uma opção. É a única saída. Nossa economia anda pra trás, o desemprego pra cima e a política brasileira se tornou um bloco matizado na superfície para a mesma  baixaria na essência.

Alguém ainda acredita no Brasil? Seitas ideológico-religiosas não contam. Certo é que, acreditar em caminhos propostos pelas decisões dos grupos de interesse que nos puseram onde estamos é tão útil quanto discutirmos a existência de fadas e duendes.


Por isso, se quisermos avançar como país, vamos ter de tirar da cartola coelhos imprevistos ou subestimados.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

2 comentários:

Anônimo disse...

💚💛💙
NÃO À "DEFORMA"da PREVIDÊNCIA feita pelo fascista Henrique Meirelles, sócio do Luladrão e do"carne podre"Joesley Batista. HM disse q.a sociedade= VÍTIMA DEVE PAGAR rombo da CORRUPÇÃO no INSS!

Anônimo disse...

Muito boa. É uma boa aplicação social de 210 milhões. Valeu