Temer vence por 251 contra 233

Foram 251 votos favoráveis ao presidente, 233 contra, 25 ausentes e 2 abstenções.

Foi um placar mais apertado do que no arquivamento da primeira denúncia, quando Temer teve 263 votos a favor e 227 contra, com 19 ausentes e 2 abstenções.

O PSDB, que tem 4 ministérios, deu 23 votos contra Temer, 20 a favor e registrou três ausências.

Foi o Partido da base aliada que mais traiu o governo, embora faça parte dele e conte com posições inigualáveis, além de centenas de CCs e diretorias de estatais.

20 comentários:

Anônimo disse...

O PSDB é tão confiável quanto o PT . FHC e LULA, tudo a ver .!!!

Anônimo disse...

Ieda deve uma explicação. Já foi vítima do jogral do MPF, pessoa que já foi injusticada não pose permitir denúncia inrrerulares.

Anônimo disse...

Taques sabia da grampolândia e nada fez, diz ex-secretário do governo tucano:

EM 25/10/2017 - 15:00

Jornal GGN - A situação do governador de Mato Grosso Pedro Taques (PSDB) ficou um pouco mais complicada, após a entrevista do ex-secretário de Segurança do Estado, Mauro Zaque, ao jornal El País, no dia 24. Zaque ali cravou que Taques foi informando, ainda em 2015, sobre a existência de um esquema de grampos ilegais batizado de "grampolândia", e nada fez desde então. O caso - possivelmente chefiado pelo próprio Taques, segundo investigadores - só veio a ser apurado neste ano, por iniciativa da OAB local.

Ao El País, Zaque disse: "Avisei o governador sobre os grampos em duas oportunidades. Em fevereiro e em outubro de 2015, quando apresentei as provas. Nessa segunda vez eu disse a ele: e agora ‘nhonhô’, você queria provas? Estão aí! O que você vai fazer? Nada foi feito e eu pedi exoneração do cargo."

Um dos presos da operação "barriga de aluguel" é o suspeito de ser o mandante das interceptações ilegais ao lado do governador: seu primo Paulo Taques, ex-secretário da Casa Civil. "Hoje, Paulo está preso juntamente com outras nove pessoas sob a suspeita de tentar obstruir as investigações", apontou o jornal.

Pelos cálculos de fontes do Judiciário, o esquema de escutas clandestinas coloca sob suspeita cerca de 70.000 interceptações telefônicas ocorridas entre janeiro de 2014 a setembro de 2017. Até o vice-governador Carlos Fávaro (PP) teme ser um dos alvos do esquema, acrescentou.

Apesar de ter sido informado em 2015, o governo Taques não iniciou as investigações. Foi preciso a seccional de Mato Grosso da Ordem dos Advogados do Brasil apresentar ao Tribunal de Justiça quatro notícias-crime sobre as irregularidades que podem envolver não só o governo, mas também o Ministério Público e Judiciário.

"As apurações mostram que Paulo pagou 50.000 reais a um policial para que ele comprasse um equipamento de gravação de ligações telefônicas. O advogado também seria o responsável por alugar a central da “grampolândia”, um escritório em um prédio comercial Cuiabá de onde parte dos policiais militares faziam as interceptações ilegais, batizadas de “barriga de aluguel”. Seus alvos eram políticos, advogados e um jornalista", escreveu o El País.

Uma das pessoas grampeadas duas vezes, uma ilegal e outra ilegal, foi Tatiane Sangali, uma ex-amante do primo do governador. Como desculpa, Paulo Taques usou um suposto plano envolvendo Sangali, para matar o governador. O jornal anotou que o esquema é digno de enredo cinematográfico.

Hoje, o caso está no Superior Tribunal de Justiça. "No último dia 16, o ministro Mauro Campbell, avocou as seis investigações e ainda não se decidiu sobre qual andamento dará a cada um dos casos. Há três possibilidades. Uma, de devolver todas as investigações para o Tribunal de Justiça. Outra, de dividir os processos entre o TJ e o STJ, separando as condutas entre quem tem foro privilegiado (como o governador) e quem não tem. E a última, é de coordenar sozinho as apurações, possivelmente determinando que a Polícia Federal assuma a responsabilidade."

Ao El País, Mauro disse: "Avisei o governador sobre os grampos em duas oportunidades. Em fevereiro e em outubro de 2015, quando apresentei as provas. Nessa segunda vez eu disse a ele: e agora ‘nhonhô’, você queria provas? Estão aí! O que você vai fazer? Nada foi feito e eu pedi exoneração do cargo."

Anônimo disse...

DEPUTADO PRESO DÁ O VOTO NÚMERO 171 PARA TEMER
LAYCER TOMAZ
Preso em regime semiaberto, o deputado Celso Jacob (PMDB-RJ) foi o voto número 171 a favor do presidente Michel Temer; desde 23 de maio de 2017, Jacob passa o dia na Câmara e à noite, dorme na cadeia; acusado de fraudar em 2003 a publicação de uma lei municipal de Três Rios (RJ), ele cumpre pena em regime semiaberto de 7 anos e 2 meses de prisão
25 DE OUTUBRO DE 2017 ÀS 22:01 // TV 247 NO YOUTUBE Youtube

Anônimo disse...

Diálogo de 2 coxinhas:
- cara viu que Moro condenou o Lula?
- aham, dessa vez ele vai em cana, não quero nem saber se não conseguiram provar. É que nem o Dallagnol disse, a maior prova de culpa é não termos encontrado prova!
- é isso ai! Mas viu que o Leo Pinheiro mudou o depoimento só agora no final, os petralhas disseram que ele mudou pra conseguir destravar a delação premiada e ter seus benefícios.
- foda-se, nem quero saber. As outras mais de 70 testemunhas inocentaram Lula, mas o Moro não quis saber e vai botar ele na jaula! Isso que interessa!
- é isso ai, tinha que matar essa pelegada.
- nem dá bola pro que eles escrevem, devem ter ganhado um pão com mortadela pra escrever isso!
- bando de vagabundos, mas tenho medo de eles se safarem em Porto Alegre, se os juízes seguirem a lei a gente tá ferrado, pois o molusco ficando solto se elege fácil esse desgraçado!
- nem te preocupa, pois um dos juizes é amigão do Moro, e os outros dois se dá um jeito, tu acha que os grandes empresários vão querer o Lula solto? nem a pau, vai rolar uma grana pra eles e a justiça vai ser feita.
- é isso aí, vamos acabar com os corruPTos!

Anônimo disse...

Segundo a turma do Temer a economia dá sinais de melhora: milhões voltaram a viver abaixo da linha de pobreza. Faz sentido. Parabéns!

Anônimo disse...

O Grêmio na final da libertadores e o Políbio insiste em assuntos insignificantes.

Anônimo disse...

Inacreditável que deputados do PSDB e PMDB votando contra o temer.Que bando de alcaides.O Temer entrou para a história.Passou por duas denúncias.E vamos combinar,ele dialoga,faz contatos,se vira.Ao contrário da corrupta Dilma,só falava com seus teleguiados,por isso foi derrotada.Democracia não é com o PT.Nunca foi.

Anônimo disse...

O presidente ladrão e seu covil nessa se deram bem. ainda estão soltos esses ratos.

Anônimo disse...

POLIBIO !

Não sou de esquerda ! mas fica chato pra ti defender o TEMER !
E este governo corrupto !!!

Anônimo disse...

Temer gastou R$ 32 bilhões para perder 18 votos

Primeira denúncia, votação: 263 votos contra o afastamento de Temer, 227 contrários. Diferença de 36 votos em favor do usurpador. Segunda denuncia, votação: 251 votos por Temer, 233 contra Temer. Diferença de 18 votos....

Anônimo disse...

Centrão pressionará Temer com 25 pedidos de impeachment na gaveta

Michel Temer escapou da segunda denúncia da PGR na Câmara, mas não terá tempo de comemorar; mal foi encerrada a votação de ontem, partidos do Centrão já se mobilizam para aumentar a pressão por uma reforma ministerial que beneficie seus interesses; o grupo lembra que tramitam na Câmara 25 pedidos de impeachment contra Temer, que podem ser colocados em votação a qualquer momento pelo presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), seja por vontade própria ou atendendo a exigência de partidos que o apoiam; isso significa dizer que o poder de fogo de Maia e seu grupo ainda é grande

Anônimo disse...

De um lado, temos um presidente que gastou 32 bilhões para se livrar de uma segunda denûncia de crime (fora o que já tinha gasto para se livrar da primeira), que compra deputados a luz do dia, na frente de todos. Temos um apartamento forrado com 51 milhões e vídeo de assessor levando mala com 500 mil. Temos gravações com pedido de propina e dizendo que "vai matar".

Do outro lado, acusam Lula de não pagar aluguel.

Depois, quando a gente tira sarro, nos mandam para Cuba.

Unknown disse...

Drácula é imortal no reino da propina... eliminá-lo só com estaca no coração ou bala de prata!!!

Anônimo disse...

Pelo que eu sei a liberação de verba das emendas parlamentares é prevista na Constituição, portanto legal, todo ano os presidentes liberam recursos desta natureza que são aplicados em projetos e obras importantes para as comunidades dos respectivos parlamentares. Li uma matéria que demonstra que a oposição também recebeu recursos para as emendas parlamentares, portanto chega de mi mi mi, não tem nada de ilegal nisso.

Anônimo disse...

Na realidade traduzindo hoje: povo = coxinha
Elite = esquerdopatas vermelhos;

Anônimo disse...

Na realidade traduzindo hoje: povo = coxinha
Elite = esquerdopatas vermelhos;

Anônimo disse...

O que combate a pobreza e miséria é crescimento econômico e emprego, que felizmente está voltando com o governo de Temer. Lula e Dilma trouxe recessão e desemprego, por isso mais de 15 milhões de pessoas necessitou da ajuda do governo petista.

Anônimo disse...

Temer tem feito o melhor dos últimos governos. A história reconhecerá.

Anônimo disse...

Nossa, na cabeça do IMBECIL das 14:02 e 14:03h o povo é coxinha! Tu é muuuuito burro, kkkkkkkkkkkkkkkk, rindo até amanhã!

No máximo tu é pobre de direita porque quer se achar inteligente indo igual aos que tem mais recursos, tá se fudendo e achando que tá sendo esperto.

E ele diz que a elite são pessoas de esquerda, que ele tenta depreciar misturando o termo com psicopatas, por estas pessoas não pensarem só no próprio umbigo e acharem certo que todos possam progredir na vida.

Anta.