Câmara de Porto Alegre poderá acabar, hoje, com o Memorial Prestes

Pode ir a voto, hoje, a proposta do vereador Wambert Di Lorenzo, que revoga o ato do ex-prefeito Olívio Dutra, pelo qual Porto Alegre ergueu o Memorial Prestes.

A abertura do museu está prevista para este domingo.

O vereador diz que Prestes auto-declarou-se espião soviético, mandou matar ("justiçar") companheiros, pegou em armas para derrubar o governo Vargas (1935) e tentou acabar com a democracia e a economia de mercado no Brasil.

15 comentários:

Unknown disse...

Não Prestes para nada a não ser apologia ao comunismo abraçado pelos populistas comunistas, falsos socialistas!!!
Então passa a patrola em cima, nivela o terreno para erguer algo útil no lugar!!!

Anônimo disse...

Derrubar o governo Vargas teria sido ótimo, não teríamos a CLT, por exemplo, o ruim era o que queriam colocar no lugar.

Anônimo disse...

mas esses coxinhas pobres são arrogantes...acabar com o memorial, só pela vontade desses débeis mentais mesmo eheheheh

Anônimo disse...

Acho que deveriam deixar e toda semana ir acrescentando um nome de vítima do comunismo global, perduraria por milênios.

Unknown disse...

ATENÇÃO
Olhem o post da UFSC... um banho de humanismo na UFRGS!!!

Arno Edgar Kaplan disse...

Abaixo com o Memorial !!! Vão gastar o cimento numa coisa útil !

Anônimo disse...



É quase como querer destruir todas as flores que se encontra pelo caminho, para depois anunciar aos quatro ventos: ACABAMOS COM A PRIMAVERA!

Anônimo disse...

OS NAZISTAS ESTÃO DE VOLTA E SÃO MONITORADOS PELA POLÍCIA GAÚCHA
Igor Sperotto | Polícia Civil/Reprodução
Delegado Paulo Cesar Jardim, titular da 1ª Delegacia de Polícia de Porto Alegre, responsável pelo Grupo de Combate ao Neonazismo no Rio Grande do Sul, afirma que "os neonazistas se acham superiores ao MBL ou a políticos como Jair Bolsonaro”; “Não estamos lidando com bandidos, ou doidos. Estamos combatendo uma ideologia de mais de 70 anos”, analisa; segundo ele, na maioria são jovens entre 17 e 30 anos que agem com extrema violência, em bandos. Em geral, são indiciados por crimes como tentativa de homicídio, formação de quadrilha, corrupção de menores, propaganda e incitação ao nazismo; confira reportagem do site Extraclasse
25 DE OUTUBRO DE 2017 ÀS 11:45 // TV 247 NO YOUTUBE Youtube

Anônimo disse...

Só nesta POA dita socialista, com dinheiro dos outros, que um monumento desses poderia ser erguido, isso ainda num governo comunista, o prefeito era o olívio, o garanhão da Bossoróca.

Anônimo disse...

Prestes foi a vanguarda da incompetência... Exaltado pela vanguarda da imbecilidade.
Apoiado pela vanguarda do atraso. Precisamos conhecer um mínimo de História, o que o brasileiro médio não conhece.

Anônimo disse...

E em Porto Alegre ainda tem idiotas que fazem memorial em homenagem à esses sanguinários.
Precisa pegar todos os comunistas e seus satélites e colocar no paredão do louco da coréia do norte, ou então descobrir onde fica a porta do inferno (com fogo mesmo) e empurrar todos pra dentro.

Anônimo disse...

FROTA É CONDENADO A INDENIZAR JEAN WYLLYS EM R$ 10 MIL
Reprodução/Facebook | Cleia Viana/Câmara dos Deputados
A Justiça de Brasília decidiu que o ator Alexandre Frota usou termos ofensivos contra o deputado federal Jean Wyllys em redes sociais; por conta dos crimes de incitação à violência, injúria e difamação, Frota deverá pagar R$ 10 mil de indenização ao deputado do PSOL-RJ
25 DE OUTUBRO DE 2017 ÀS 14:43 // TV 247 NO YOUTUBE Youtube

Anônimo disse...

A lista dos jornalistas que apoiaram o golpe e hoje fingem que descobriram agora que Temer é um lixo:

Pedro Zambarda de Araujo - 25 out 2017 - DCM

A grande imprensa empenhou seus jornalistas na venda de que o impeachment de Dilma era sinal de que as instituições estavam funcionando. Boa parte deles hoje diz o contrário de ontem(...)
Não é bom senso. É porque o patrão mandou. (...)

1. Míriam Leitão: No dia 19 de outubro, Míriam Leitão publicou um texto chamado “Quanto custa”, perguntando se ainda vale a pena manter o governo Michel Temer no poder. (...)
Agora, a jornalista global acusa o próprio Michel Temer de “abandonar a agenda das reformas”, de gastar muito dinheiro público e de ser um presidente que mantém uma “conta imensa” pra permanecer no poder.

2. Ricardo Noblat: Quando Michel Temer assumiu, Ricardo Noblat foi integrante de um Roda Viva especial com o presidente primoroso em perguntas lambe saco. (...)
Com as denúncias de Joesley Batista na delação da JBS, Noblat chegou a publicar uma barriga no Globo de que Michel Temer renunciaria ao cargo. Depois do furo que virou furada, publicou no dia 23 de outubro o texto “O preço de manter Temer”. (...)
Temer estava na festinha de 50 anos de jornalismo de Noblat(...)

3. Merval Pereira: O imortal publicou no dia 24 de setembro que só agora a “democracia está em xeque”, falando do perigo do uso das Forças Armadas e do caos armado no Rio de Janeiro.
O colunista também deu repercussão às denúncias de Joesley Batista e da JBS, que atingiram o núcleo duro do PMDB (...)

4. Carlos Alberto Sardenberg: Guru da economia do grupo da família Marinho, Sardenberg ficou imortalizado por seus gráficos exagerados no Jornal da Globo de Waack, sempre atacando Dilma e o PT, e do otimismo com Temer no começo do governo. Agora, a roubalheira está tão no ar que até ele virou-se contra quem iria salvar o Brasil da corrupção.
Com a delação de Josley, Carlos Alberto Sardenberg sacramentou que a “calmaria acabou” e fez diversas colunas no jornal O Globo condenando o assalto aos cofres públicos feito por Michel Temer. Afirmou em julho que “reforma com corrupção não funciona”. (...)

5. Time da GloboNews: Renata Lo Prete, Cristiana Lôbo, Gerson Camarotti, Leilane Neubarth e Andreia Sadi agora denunciam com afinco as denúncias sobre os dólares de Geddel Vieira Lima e a corrupção do PMDB. O canal informativo da Globo omite o apoio que deu aos protestos do MBL de Kim Kataguiri. Chegou a exibir o pato amarelo inflado em todo o seu horário de noticiário, dando um espaço minúsculo para manifestações de esquerda.(...)

6. William Waack: Embora não tenha escondido o sorriso quando Lula foi condenado a nove anos e meio de prisão em primeira instância pelo juiz Sérgio Moro, Waack agora nos brinda no final de noite com denúncias envolvendo Michel Temer. (...)

7. Arnaldo Jabor: Depois de anos dedicado aos ataques contra lulopetismo, somente agora os ouvintes de Jabor na CBN descobrem que existe corrupção no governo Temer e por parte de tucanos como Aécio Neves. O próprio Jabor condenou a atitude do Senado ao “barrar a Lava Jato” salvando a pele de Aécio.

8. Diego Escosteguy: Responsável por divulgar vazamentos das operações da Polícia Federal e decisões do juiz Sergio Moro, Escosteguy até agora não conseguiu explicar como entrevistou Eduardo Cunha fora de “qualquer local do sistema prisional”, segundo ele mesmo. Em março de 2016, Escosteguy antecipou com sadismo em sua conta no Twitter a condução coercitiva do ex-presidente Lula em São Bernardo do Campo. (...)
Depois de tudo, é mandado para “novos desafios” por seus donos. A vida não é justa.

Anônimo disse...

Já sugeri que esse "memorial" pode ser adaptado e servir para oferecer alguma utilidade aos portoalegrenses.
Um bom banheiro público está de bom tamanho, pois andar pelas ruas da Havana dos Pampas é respirar mijo durante todo o trajeto. Ô povo relaxado, seu!

Unknown disse...

O proximo passo, sugiro, deverá ser devolver à avenida o nome-jus, de Castelo Branco.