Câmara rejeita PEC sobre direito à greve e sindicatos para militares

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados rejeitou, nesta terça, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 186/12, que pretendia estabelecer para os militares o direito de greve, de livre associação sindical e a outras formas de manifestação coletiva.

Como foi considerada inconstitucional, a PEC será arquivada, e o tema não poderá voltar a ser debatido nesta legislatura.

4 comentários:

Anônimo disse...

Esta6mais que na hora do Congresso por fim ao Direito de Greve em Serviços essenciais.O Povo não pode ficar na mão de interesses politicos, Greves de Transporte Público, De Médicos, de Correios,de Professores etc...

Anônimo disse...

Esta mais que na hora do Congresso por fim ao Direito de Greve em Serviços essenciais.O Povo não pode ficar na mão de interesses politicos, Greves de Transporte Público, De Médicos, de Correios,de Professores etc...Acorda Congresso.

Anônimo disse...

ERA SÓ O QUE FALTAVA!!! Isso esta me cheirando a proposta da esquerda pra desmoralizar os milicos...Estratégia.

Marcelo disse...

Autor
Pastor Eurico - PSB/PE