Video com denúncia de propina a desembargador de SC viraliza em todo o Brasil.

O governador Ivo Sartori visitará nesta sexta-feira a cidade de Florianópolis, onde desembarcará num ambiente local de enorme escândalo, tudo em função da denúncia feita ontem a tarde pelo advogado Odilon Córdova contra o desembargador Eduardo Gallo. O advogado, em plena sustentação oral na 1a. Câmara Cível, disse que o desembargador pediu-lhe propina de R$ 750 mil para aliviar na ação em andamento. Saiu ordem de prisão na mesma hora, a ordem não foi cumprida e a sessão foi interrompida.

A causa envolve uma disputa de R$ 35 milhões.

Um video sobre o caso viralizou imediatamente nas redes sociais.



Em março deste ano, o mesmo desembargador postou vídeo sobre agressões da sua ex companheira ocorridas durante o carnaval.

CLIQUE AQUI para ver a notícia e vídeo de 08/03/2017.

29 comentários:

Anônimo disse...

Eu vi o vídeo, situação constrangedora. É preciso apurar se tem fundamento.

Luis disse...

KKKKKKKKKKKK SERÁ VERDADE ?????????????

Mordaz disse...

Se o Presidente furta o povo e não dá nada protegido pelas demais quadrilhas o que resta para os demais? Cumprir a lei? Presidente sem moral ainda é aplaudido por jornalistas falsos moralistas que há pouco queriam tirar Dilma por corrupção!!!

Anônimo disse...

Já prenderam o advogado???Onde já se viu algo assim denunciar algum desembargador na tribuna, isto é um crime.....

Anônimo disse...

E quantos advogados de defesa se calam e consentem em tantos e tantos casos
semelhantes? Este foi um dos raríssimos casos em que um elemento da justiça
"perdeu"!!! Apenas confirmado o afirmado a muito tempo pela Eliana Calmon e até pelo bandidaço Lula, de que "a justiça não existe, o que existe são as
amizades". E como tem horrores de "amizades" nestas milhões de comarcas pelo interior deste Brasil, indo até aos tribunais superiores! Óbviamente este elemento do "judiciário" de Santa Catarina se deu mal apenas porque extrapolou, exagerou na dose de corrupção e com esta overdose acabou permitindo que se confirmasse o adágio de que "tanto a raposa vai ao ninho, que um dia vai e deixa o focinho"! E para completar este quadro de corrupção insanável, este bandoleiro fantasiado de juiz ainda receberá as benesses do
corruptíssimo judiciário e premiado com uma aposentadoria milionária, que é a "severa resposta" que recebem os colegas larápios nestes casos!

Anônimo disse...

Pelo silêncio dos demais membros do "judiciário" após as acusações de vigaricie de um dos "colegas", exalou forte odor de "tramóia coletiva"!

Anônimo disse...

Estamos esperando a posição da OAB Nacional sobre o assunto, tão zelosa ultimamente contra atos de corrupção, tem um envolvendo um experiente advogado cansado de ser achacado. Oremos.

Anônimo disse...

Vinte e cinco anos "trabalhando" e agora vem alguém querer "denegrir" tão exitosa carreira! Se o tribunal for sério, deveria suspender TODAS as sentenças proferidas por este "servidor público" que avacalhou ainda mais o já avacalhado sistema judiciário!

Anônimo disse...

Possivelmente prenderão o advogado que denunciou se PF não entrar no caso.

Anônimo disse...

PF deve fazar uma devassa em todas as decissões deste digno magistrado.

Anônimo disse...

Deve ser investigado, mas a probabilidade de ter acontecido é grande.

Anônimo disse...

Advogado não iria falar isso sem que tivesse provas.

Anônimo disse...

SEMPRE ENTENDI QUE O FATO DE UM ADVOGADO FAZER UM CONCURSO PARA JUIZ, E LOGO APÓS ACABAR SENDO DESEMBARGADOR NÃO POR MÉRITO MAS SIM PELO SISTEMA JUDACIARIO ( COVIL DE LADRÕES E ESPERTALHÕES).
SÃO MAMADORES QUE FAZEM O QUE QUEREM E TEM GARANTIA DE EMPREGO ATÉ O FIM DA VIDA.
COMO UM SIMPLES CONCURSO PODE PROPORCIONAR TAMANHAS FACILIDADES?
ACREDITEM , NO MÁXIMO ESTE CRÁPULA VAI SER APOSENTADO COM PROVENTOS INTEGRAIS.
VIVA O BRASIL, VAMOS TODOS FAZER CONCURSOS PÚBLICOS QUE É A MAIOR MINA DE OURO E TRANQUILIDADE PARA O FUTURO.
OS MÉDICOS, ENGENHEIROS, ECONOMISTAS , ETC. QUE LABUTAMNAS INSTITUIÇÕES PRIVADAS SÃO TODOS CONSIDERADOS LIXO POR ESTES MAMADORES.
ATÉ QUANDO? -NÃO SEI MAS LOGO A FONTE SECARÁ.

Anônimo disse...

O falecido blogueiro Tijoladas do Mosquito há muitos anos denunciou a podridão nas altas esferas do poder catarinense, incluido o Judiciário.

Anônimo disse...

Possivelmente a maioria dos leitores que se manifestaram aqui são leigos, não atuam no Direito.O Poder Judiciário apodreceu tanto quanto o Legislativo. Talvez até antes e em maior espectro. Nos bastidores do Judiciário, muitos advogados conhecem quem são os magistrados que atuam da maneira denunciada pelo advogado de Santa Catarina.
É de se homenagear a maneira pela qual se deu essa denúncia: da Tribuna, que é um lugar sagrado ao exercício da advocacia. Admirável a coragem e a moralidade desse operador do Direito.
A OAB nada fará, porque seus diretores almejam integrar o Judiciário no Quinto Constitucional. Assim, os advogados vinculados À Democracia deveriam se solidarizar com o colega de Santa Catarina, porque, como dito, a OAB, o CNJ e o TJSC nada farão.
Se eu fosse mais jovem, iria embora desse país. NÃO TEM MAIS JEITO, NENHUMA INSTITUIÇÃO BRASILEIRA É HONESTA !!

Anônimo disse...

É os Deuses também erram...

elias disse...

11:13

Tenho a mesma opinião.

Incluo o povo, todo o povo nessa quadrilha. Povão então..... Bobeou , roubou.

Anônimo disse...

é o desespero dos brasileiros de bem...

a roubalheira e a corrupção estao de enlouquecer quem é honesto...

a gente se sente completamente impotente diante de toda a sujeirada que ocorre em todas as esferas da sociedade e do poder publico...

ai uma hora acontece isso ai, nao da pra segurar mais...

Anônimo disse...

MORDAZ, antes de condenar alguém, devolva o dinheiro desviado da Petrobras que recebestes para vir aqui bostar texto! SEU NOJENTO destruidor do Brasil!

Anônimo disse...

AS IMAGENS DA PROPINA DE AÉCIO, LÍDER DO GOLPE:

A revista Época publica, nesta sexta-feira, as imagens da propina de R$ 2 milhões paga pela JBS ao senador Aécio Neves (PSDB-MG), que perdeu as eleições de 2014, mas assaltou o poder ao liderar o golpe de 2016, em parceria com Eduardo Cunha e Michel Temer; foram três pagamentos de R$ 500 mil para Aécio, entregues pelo ex-diretor da JBS Ricardo Saud ao primo de Aécio, Frederico Pacheco; Aécio, na prática, hoje governa o Brasil, pois indicou quatro ministros e o presidente da Petrobras, Pedro Parente; foi também ele quem orientou um aliado, o deputado Paulo Abi-Ackel a produzir o parecer que salvou Temer; novo pedido de prisão de Aécio, feito pelo procurador geral Rodrigo Janot, deve ser julgado em breve, pela 1ª Turma do STF; as imagens são chocantes.

4 DE AGOSTO DE 2017

247 - A revista Época publica, nesta sexta-feira, as imagens da propina de R$ 2 milhões paga pela JBS ao senador Aécio Neves (PSDB-MG), que perdeu as eleições de 2014, mas assaltou o poder ao liderar o golpe de 2016, em parceria com Eduardo Cunha e Michel Temer.

As fotos registram a organização e o empacotamento dos R$ 2,4 milhões em cash entregues a prepostos de Michel Temer, do senador Aécio Neves e do doleiro Lúcio Funaro.

"ÉPOCA reconstituiu a cena por meio de gravações autorizadas pela Justiça (ouça um dos áudios) se de entrevistas reservadas com participantes da ação controlada. Reconstituiu, também, as outras quatro entregas de dinheiro vivo acompanhadas pela PF entre abril e maio deste ano, na Operação Patmos, resultado das delações dos executivos da JBS. Os cinco pagamentos somaram R$ 2,4 milhões. Foram três entregas de R$ 500 mil destinadas a Aécio, uma de R$ 400 mil destinada ao doleiro Lúcio Funaro e, por fim, uma de R$ 500 mil destinada ao presidente Michel Temer - aquela da mala preta com rodinhas, que cruzou velozmente as calçadas de São Paulo graças às mãos marotas de Rodrigo Rocha Loures, o "longa manus" do peemedebista, nas palavras da Procuradoria-Geral da República.

O empresário Frederico Pacheco, o Fred, primo de Aécio, foi quem recebeu as três malas com R$ 500 mil em propina ao senador tucano, segundo as delações da JBS. "Começou no dia 5 de abril, voltou no dia 12, já sob monitoramento da PF, e manteve o cronograma nas semanas seguintes: encontrou Saud, no mesmo local, também nos dias 19 de abril e 3 de maio. Cumpria a tarefa enquanto o Brasil conhecia o teor das delações da Odebrecht; enquanto o país assistia aos depoimentos do executivos da empreiteira, que tanto incriminavam Aécio. 'Eu durmo tranquilo', disse Fred no segundo encontro, logo após racionalizar os crimes que cometia como um ato isolado, que não o definia. 'Se eu te contar uma coisa você não vai acreditar: a única pessoa com quem eu tratei em espécie foi você. A única pessoa que pode falar de mim é você'. Saud deixou-o à vontade para desabafar. 'Como é que eu não faço? Tenho um compromisso de lealdade com o Aécio', disse o delator da JBS.

PS: Pois é. Cadê as fotos das malas de dinheiro do PT? E as da Dilma e do Lula? Esses idiotas são uns imorais mesmo. Pelo menos um extrato, será que eles tem?

Anônimo disse...

CHEFE DO EXÉRCITO VAI ÀS REDES E CRÍTICA CAOS FISCAL DE TEMER E MEIRELLES:

O general Eduardo Villas Boas, comandante do Exército, usou seu perfil no Twitter para criticar o aperto orçamentário que a força terrestre está sofrendo; a instituição está enfrentando um grave contingenciamento de recursos que, segundo fontes militares, está praticamente paralisando os programas estratégicos do Exército, como o Sisfron, sistema de vigilância de fronteiras; contingenciamento de recursos é resultado do caos econômico de Henrique Meirelles e Michel Temer: enquanto Meirelles produziu um rombo anual de R$ 160 bilhões e estourou a meta, Temer gastou R$ 13,4 bilhões só pra se salvar; com isso, governo agora é obrigado a cortar em serviços básicos, como a defesa do País.

4 DE AGOSTO DE 2017

247 - O comandante do Exército, general Eduardo Villas Boas, usou as redes sociais para criticar o aperto orçamentário que a força terrestre está sofrendo. A crítica foi feita nesta quinta-feira, 3, em seu perfil no Twitter. Os recursos hoje disponíveis nos caixas do Exército são suficientes para que se chegue apenas até o mês de setembro.

“Conduzo seguidas reuniões sobre a gestão dos cortes orçamentários impostos ao @exercitooficial. Fazemos nosso dever de casa, mas há limites”, disse o general no microblog, ao falar sobre as dificuldades que a instituição está enfrentando e o grave contingenciamento de recursos que, segundo fontes militares, está praticamente paralisando os programas estratégicos do Exército, como o Sisfron, sistema de vigilância de fronteiras.

A principal queixa dos militares é de que o governo federal impõe seguidas missões ao Exército em todas as áreas, mas a equipe econômica não repassa os recursos necessários para o desempenho dos trabalhos. A última delas foi no Rio, com uma nova ida de tropas para as ruas, para tentar oferecer segurança à população.

As informações são de reportagem de Tânia Monteiro no Estado de S.Paulo.

PS: ]Bom sinal, até o EB já está perdendo a paciencia com O traíra. Caminho para Lula2018 está bem pavimentado. Agora é administrar os fracassos das panelas e esperar 2018 com paciência.

Anônimo disse...

O video das pseudo-agressões que o desembargador ladrão "bostou" é uma das coisas mais deprimentes que já vi.

Quanto ao Dr. Odilon Córdova, tenho certeza de que ele fala de fatos gravíssimos por ele presenciados. Tomara que consiga provar as barbaridades cometidas pelo desembargador ladrão. Aplaudo o gesto do advogado que teve a coragem de usar a tribuna para apresentar essa acusação. SALVE DR. CÓRDOVA! O SENHOR REPRESENTA OS MILHÕES DE BRASILEIROS EXPLORADOS POR CERTOS JUÍZES! JÁ PASSOU DA HORA DE APOSENTÁ-LOS COM PROVENTOS INTEGRAIS, POIS NÃO PASSAM DE CRIMINOSOS TOGADOS!

Anônimo disse...

Gozado !
O criminoso pedindo a prisão do acusador !!
Vc deve ser um petista roxo !!

Anônimo disse...

Denuncia se faz na polícia ou no MP !

Tribuna é lugar de defesa !!

Acusação e noutro lugar !!

Desculpe !!

Perdeu ADV ....

Anônimo disse...

4 vezes em que Moro deu um tiro no pé após condenar Lula:

04/08/2017 - Cíntia Alves

Jornal GGN - Desde que condenou o ex-presidente Lula a 9 anos e meio de prisão e pagamento de multa superior a R$ 13 milhões, Sergio Moro assinou alguns despachos que devem ser usados pela defesa do petista para anular a sentença do caso triplex. Foram, pelo menos, quatro vezes em que o magistrado deu azo às crenças de que o processo não sobrevive ao rigor da segunda instância.

Confira abaixo:
1- Denúncia inventada e sem conexão com a Petrobras
Na primeira manifestação polêmica após a sentença, Moro respondeu aos embargos de declaração da defesa de Lula admitindo que não há provas da conexão entre o triplex e os 3 contratos que a OAS firmou com a Petrobras e que foram indicados pelos procuradores como o motivo para Lula receber vantagens indevidas.

A defesa de Lula não perdeu tempo: poucas horas após o despacho de Moro vir à tona, o advogado Cristiano Zanin informou à imprensa que, na prática, Moro demonstrou que, no mínimo, a ação penal jamais deveria ter tramitado em Curitiba.

Além disso, no mesmo documento, Moro também reconheceu que formulou sua própria acusação contra Lula, já que a tese da Procuradoria da República não foi comprovada. Isso significa que a defesa passou meses se defendendo de uma acusação ignorada pelo juiz, que decidiu tirar uma narrativa própria da cartola aos 45 do segundo tempo.

O GGN detalhou o episódio nesse post aqui.
2 - Bloqueio nas contas para corrigir erro na sentença
Mesmo admitindo que não há conexão entre o triplex e os 3 contratos da OAS com a Petrobras, Moro determinou o sequestro do imóvel já na condenação e, dois dias depois, também mandou congelar os bens de Lula como forma de garantir que a estatal será ressarcida.

A jornalista Tereza Cruvinel questionou a atitude de Moro, pela falta de nexo. Só mesmo para tentar sanar um erro na sentença contra Lula (o da falta de relação entre o caso triplex e a Petrobras) é que Moro poderia ter ordenado o sequestro dos bens de Lula. É a maneira de tentar forçar o elo, apontou em artigo reproduzido aqui.

3 - Lula deve pagar pela propina recebida por terceiros
No dia 1 de agosto, Moro enviou um ofício ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região defendendo o bloqueio nas contas de Lula contra um recurso da defesa do petista.

Na oportunidade, Moro sustentou que mesmo que a Lava Jato não tenha encontrado provas de pagamento de propina da OAS a Lula, o ex-presidente deve ser cobrado pela corrupção na Petrobras mesmo assim.

A justificativa é que Lula tem responsabilidade por ter indicado para a Petrobras os ex-diretores que ajudaram o PT a receber R$ 16 milhões da OAS, segundo afirma uma delação sem provas documentais. O próprio juiz diz que o dinheiro, "não identificado", "pode" ter sido usado em campanhas eleitorais. É a hipótese. Veja mais aqui.

4 - Triplex era da OAS mesmo...
Por fim, no último dia 3, Moro comunicou à 1ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais de São Paulo o confisco do imóvel no Guarujá e solicitou "que o bem não sirva mais como garantia em processos cíveis" da empreiteira.

Isso foi necessário porque, na Justiça Paulista, tramita um processo de recuperação judicial da OAS avaliado em R$ 9,2 bilhões. Ou seja, na prática, Moro tomou o triplex da massa falida da OAS para entregar à Petrobras, como se fosse de Lula.

O problema é que a defesa de Lula apontou durante o processo que a OAS não poderia transferir o triplex para o proveito de quem quer que seja justamente porque o imóvel estava atrelado à uma dívida com a Caixa Econômica Federal. Sem pagamento à Caixa, não tem chave do triplex. O blog reportou o feito de Moro aqui.

PS: Socorooooooo.......

Anônimo disse...

Posso estar enganado...... mas parece que a única novidade deste caso é o vídeo.

Anônimo disse...

AnÒnimo 20:38, sua defesa é bem fraquinha, só deixou uma dúvida sobre quem
representas, se é o PCC ou o honesto propineiro.

Anônimo disse...

Não precisa ter mais do que dois neurônios para saber que a acusação tem base de verdade. Esse magistrado e mais um dos que estão lá apenas por argentarismo.

Anônimo disse...

Gozado. Ainda tem gente que acredita nesse judiciário?