Moro acosta provas da Odebrecht sobre corrupção de Lula e do PT

Diz o Estadão de hoje que o juiz Sergio Moro, nesta quinta-feira, anexou ao processo contra Lula documentos fornecidos pela Odebrecht.

São provas das delações sobre o pagamento de propinas para a compra do prédio do Instituto Lula e da cobertura em São Bernardo do Campo.

Leia a nota:


"Os documentos são vinculados a pagamento de propina ao PT em contratos das plataformas de petróleo PRA–1, P59 e P60; reformas na refinaria Presidente Vargas (Repar), no Paraná; e na montagem do gasoduto Gasduc III, além de valores ilícitos que teriam sido pagos por meio do ex-ministro Guido Mantega ao publicitário João Santana e anotações onde aparece o sítio de Atibaia como assunto a ser tratado diretamente com Lula".

35 comentários:

Anônimo disse...

Moro toma triplex da massa falida da OAS para entregar à Petrobras como se fosse de Lula:

04/08/2017

Jornal GGN - O juiz Sergio Moro fez mais uma movimentação processual no caso triplex, nesta quinta (3), que compromete a versão de que o apartamento no Guarujá foi entregue a Lula como pagamento de propina da OAS.

Segundo informações de Época, Moro teve de comunicar à 1ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais de São Paulo o confisco do imóvel no Guarujá e solicitou "que o bem não sirva mais como garantia em processos cíveis."

Isso foi necessário porque, na Justiça Paulista, tramita um processo de recuperação judicial da OAS avaliado em R$ 9,2 bilhões. Ou seja, na prática, Moro tomou o triplex da massa falida da OAS para entregar à Petrobras, como se fosse de Lula.

O juiz condenou o ex-presidente a 9 anos e meio por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, com base na delação de Léo Pinheiro. Após ser preso e condenado em outros processo, Pinheiro decidiu colaborar com a Lava Jato e disse que o triplex foi entregue a Lula como propina por contratos na Petrobras.

Assine

A própria sentença de Moro, contudo, já coloca esse depoimento em xeque, uma vez que o juiz admitiu, nos embargos de declaração de Lula, que não viu provas da conexão entre o triplex e os contratos com a estatal.

A defesa de Lula alega, por outro lado, que Pinheiro jamais poderia ter entregue o imóvel a quem quer que seja sem que o valor correspondente à unidade e às reformas fosse depositado em uma conta da Caixa Econômica Federal.

O valor da recuperação judicial da OAS em São Paulo ainda dá margem a outro argumento ventilado pela equipe de Lula: o de que era de interesse de Léo Pinheiro reformar o triplex e vender a Lula por mais de R$ 2 milhões, pois isso ajudaria a abater a dívida da OAS com a Caixa mais rápido.

Além do triplex, Moro bloqueou as contas de Lula e a previdência privada do ex-presidente e de sua empresa de palestra, como forma de restituir parte do valor que teria sido pago em propina pela OAS ao PT. Ao todo, Lula teve bloqueado quase R$ 10 milhões.

PS1: Mas afinal, se o triplex era de lula porque o juiz de primeiro grau moro tirou o triplex da massa falida da OAS? O dono não era o lula?
PS2: Em outras instâncias isso tudo será reparado, mas aí vai ser tarde demais. Os destinos do País já terão sido mudados de tal forma, que o povo só terá a se arrepender e reconhecer os feitos e os números do governo Lula, e admitir que o que aconteceu aqui em 2016 foi um golpe.

Anônimo disse...

Enquanto isso.....

Vox Populi: Lula continua crescendo mesmo condenado por Moro:

04/08/2017

Jornal GGN - Estudo Vox Populi divulgado nesta sexta (4) pela Rede Brasil Atual mostra que o ex-presidente Lula continua liderando pesquisas de opinião sobre a eleição de 2018 mesmo após ter sido condenado por Sergio Moro a 9 anos e meio de prisão no caso triplex.

Na pesquisa espontânea, Lula era citado como favorito por 40% dos entrevistados em junho, antes da sentença ser proferida pelo juiz de Curitiba. Um mês depois, o percentual aumentou para 42%.

Para o diretor do Vox Populi, Marcos Coimbra, alguns fatores explicam o crescimento de Lula apesar da tentativa da Lava Jato de inviabilizá-lo na disputa pelo Palácio do Planalto. Entre eles, o fato de que a maioria dos entrevistados simplesmente não acredita que a condenação imposto por Moro foi justa e com base em provas reais.

"(...) para 42% dos entrevistados, Moro não provou a culpa de Lula no caso do tríplex do Guarujá. Para 32%, Moro provou e, outros, 27% não souberam ou não quiseram responder", apontou Coimbra.

Segundo o diretor, outros dados da pesquisa encomendada pela CUT ajudam a entender essa tese. "Um deles é o aumento de 49% para 55%, entre junho e julho, do percentual de entrevistados que apontam Lula como o melhor presidente que o Brasil já teve – o outro nome lembrado é o de Fernando Henrique Cardoso, com 15%", apontou a RBA.

Outros 58% dos brasileiros responderam que Lula é um bom administrador, 65% disseram que o petista é "trabalhador" e 61% avaliaram que a vida melhorou nos 12 anos de governos do PT.

O que ajuda o entrevistado a resgatar a memória de anos mais fáceis com Lula é a crise econômica e política aprofundada pelo governo de Michel Temer. Alçado ao poder após um processo de impeachment questionável, Temer encampou reformas impopulares e teve de lidar com denúncias da Lava Jato que ajudaram a deteriorar sua imagem nas últimas semanas.

“O pessimismo dos brasileiros com o momento econômico e político atual e o descrédito no governo Temer, aliados as lembranças de um passado recente de que a vida era melhor nos governos do PT, ajudam a explicar por que as intenções de voto no presidente Lula são as que mais crescem em todos os cenários da pesquisa”, comentou Coimbra.

SEGUNDO TURNO
A pesquisa divulgada pela Rede Brasil Atual mostrou que, no segundo turno, Lula venceria qualquer adversário se a eleição fosse hoje. Ele teria 53% dos votos se disputasse com Jair Bolsonaro, que está de malas prontas para o PEN, ou com o prefeito tucano João Doria. Com Marina Silva, da Rede, Lula teria 52%. O mesmo com Geraldo Alckmin (PSDB).

"Nesses cenários simulados pela pesquisa, Bolsonaro aparece com 17% dos votos, enquanto Alckmin, Doria e Marina alcançariam 15% do total de votos", apontou o portal.

Na pesquisa estimulada, Alckmin atinge 6% e Lula, 47%. Bolsonaro, 13%, Marina, 7%, e Ciro Gomes (PDT), 3%. Quando Doria é o candidato do PSDB, Lula soma 48% das intenções de voto, Bolsonaro, 13%, Marina, 8% e o prefeito empata com Ciro, em 4%.

Na sondagem espontânea, Bolsonaro aparece atrás de Lula com 8% das intenções de voto. Marina vem em terceiro, com 2%; Sergio Moro (sem partido) marca 1%, assim como Ciro Gomes, Joaquim Barbosa (sem partido) e os tucanos Doria, Fernando Henrique Cardoso e Alckmin.

PS: Obrigado Juiz moro. Lula 2018

Anônimo disse...

PGR pediu inclusão de Temer em inquérito sobre formação de quadrilha no PMDB:

3 de agosto de 2017 - Blog do esmael

Enquanto transcorria ontem (2) a votação na Câmara, que momentaneamente livrou Michel Temer de investigação por corrupção passiva, o procurador-geral da República Rodrigo Janot disparava mais uma “flecha” contra o ilegítimo. A velha mídia deu pouca atenção, mas o assunto promete feder nos próximos dias.

Janot pediu ao ministro Edson Fachin, relator da lava jato no STF, que inclua Temer no inquérito que investiga crime de formação de quadrilha no PMDB.

O procurador-geral também quer como réus os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria de Governo).
“O avanço nas investigações demonstrou que a organização criminosa investigada no inquérito 4483 na verdade, ao que tudo indica, é mero desdobramento da atuação da organização criminosa objeto dos presentes autos. Por isso, no que tange a este crime específico (organização criminosa), mostra-se mais adequado e eficiente que a investigação seja feita no bojo destes autos e não do Inquérito 4483”, solicitou Janot.

O inquérito a que se refere Janot inclui ainda os ex-presidentes da Câmara Henrique Alves (PMDB-RJ) e Eduardo Cunha (PMDB-RJ), além de outros 15 investigados pela lava jato.

Anônimo disse...

Temer e Moro elegem Lula em 2018: Em ascensão, ex-presidente venceria em todos os cenários; 42% dizem que condenação foi sem provas:

04 de agosto de 2017 - Viomundo

CUT-Vox: Com 53% das intenções de voto, Lula ganha em todos os cenários no 2º turno de 2018

Lula continua imbatível em 2018, apesar da perseguição implacável da turma de Curitiba

por Marize Muniz • Publicado em: 04/08/2017 – 09:43

A nova rodada da pesquisa CUT-Vox Populi, realizada entre os dias 29 e 31 de julho, mostra que o ex-presidente Lula lidera as intenções de voto para presidência da República no segundo turno nos quatro cenários pesquisados: contra Jair Bolsonaro (PEN-RJ) ou João Doria (PSDB-SP), Lula alcança 53% das intenções de voto; se os candidatos forem Geraldo Alckmin (PSDB-SP) ou Marina Silva (Rede-AC), Lula bate ambos com 52% dos votos.

Nesses cenários imaginados pela pesquisa, Bolsonaro teria 17% dos votos. Já Alckmin, Doria e Marina alcançariam, no máximo, 15% do total de votos, cada um.

Lula é o melhor presidente que o Brasil já teve para 55% dos brasileiros.

Aumenta intenção de voto espontânea em Lula

A intenção de voto espontânea em Lula também aumentou depois que o juiz Sérgio Moro condenou o ex-presidente, sem nenhuma prova, por crime de corrupção passiva no caso do tríplex do Guarujá.

Em junho, antes da sentença, 40% dos entrevistados disseram que votariam no ex-presidente. No fim de julho, o percentual aumentou para 42%.

Para Marcos Coimbra, diretor do Instituto Vox Populi, vários dados pesquisa podem explicar porque Moro não acabou com as intenções de voto positivas no ex-presidente.

“Um deles, muito importante, é que, para 42% dos entrevistados, Moro não provou a culpa de Lula no caso do tríplex do Guarujá. Para 32%, Moro provou e, outros, 27% não souberam ou não quiseram responder”.

No cenário em que os entrevistados não recebem cartela com nomes e citam espontaneamente em quem pretendem votar para presidente da República em 2018, o segundo colocado é Bolsonaro, com 8% das intenções de voto.

Marina vem em terceiro, com 2%; e, embolados com apenas 1% dos votos aparecem Moro (sem partido), Ciro Gomes (PDT-CE), Joaquim Barbosa (sem partido), Doria, Fernando Henrique e Alckmin.

Aécio Neves (PSDB-MG) zerou novamente, como havia zerado em junho, após as denúncias de corrupção feitas pela PGR – Procuradoria Geral da República.

Intenção de voto estimulada

No cenário em que a intenção de voto foi estimulada com Alckmin, o tucano atinge 6% das intenções de voto e Lula, 47%. Bolsonaro tem 13%, Marina, 7%, e Ciro, 3%.

Na estimulada com Doria, Lula tem 48% das intenções de voto, Bolsonaro manteve os 13%, Marina subiu para 8% e o prefeito de São Paulo empatou com Ciro Gomes, com 4%.

“O pessimismo dos brasileiros com o momento econômico e político atual e o descrédito no governo Temer, aliados as lembranças de um passado recente de que a vida era melhor nos governos do PT, ajudam a explicar porque as intenções de voto no presidente Lula são as que mais crescem em todos os cenários da pesquisa”, analisa Coimbra.

Segundo ele, outros dados da pesquisa CUT-Vox, ajudam a entender essa tese.

Um deles é o aumento de 49% para 55%, entre junho e julho deste ano, do percentual de entrevistados que apontam Lula como o melhor presidente que o Brasil já teve – o outro nome lembrado é o de Fernando Henrique Cardoso (PSDB-SP), com 15%.

Além disso, 58% dos brasileiros consideram Lula um bom administrador, 65% dizem que ele é trabalhador e 61% afirmam que a vida melhorou nos 12 anos de governos do PT. (...)

Anônimo disse...

AS IMAGENS DA PROPINA DE AÉCIO, LÍDER DO GOLPE:

A revista Época publica, nesta sexta-feira, as imagens da propina de R$ 2 milhões paga pela JBS ao senador Aécio Neves (PSDB-MG), que perdeu as eleições de 2014, mas assaltou o poder ao liderar o golpe de 2016, em parceria com Eduardo Cunha e Michel Temer; foram três pagamentos de R$ 500 mil para Aécio, entregues pelo ex-diretor da JBS Ricardo Saud ao primo de Aécio, Frederico Pacheco; Aécio, na prática, hoje governa o Brasil, pois indicou quatro ministros e o presidente da Petrobras, Pedro Parente; foi também ele quem orientou um aliado, o deputado Paulo Abi-Ackel a produzir o parecer que salvou Temer; novo pedido de prisão de Aécio, feito pelo procurador geral Rodrigo Janot, deve ser julgado em breve, pela 1ª Turma do STF; as imagens são chocantes.

4 DE AGOSTO DE 2017

247 - A revista Época publica, nesta sexta-feira, as imagens da propina de R$ 2 milhões paga pela JBS ao senador Aécio Neves (PSDB-MG), que perdeu as eleições de 2014, mas assaltou o poder ao liderar o golpe de 2016, em parceria com Eduardo Cunha e Michel Temer.

As fotos registram a organização e o empacotamento dos R$ 2,4 milhões em cash entregues a prepostos de Michel Temer, do senador Aécio Neves e do doleiro Lúcio Funaro.

"ÉPOCA reconstituiu a cena por meio de gravações autorizadas pela Justiça (ouça um dos áudios) se de entrevistas reservadas com participantes da ação controlada. Reconstituiu, também, as outras quatro entregas de dinheiro vivo acompanhadas pela PF entre abril e maio deste ano, na Operação Patmos, resultado das delações dos executivos da JBS. Os cinco pagamentos somaram R$ 2,4 milhões. Foram três entregas de R$ 500 mil destinadas a Aécio, uma de R$ 400 mil destinada ao doleiro Lúcio Funaro e, por fim, uma de R$ 500 mil destinada ao presidente Michel Temer - aquela da mala preta com rodinhas, que cruzou velozmente as calçadas de São Paulo graças às mãos marotas de Rodrigo Rocha Loures, o "longa manus" do peemedebista, nas palavras da Procuradoria-Geral da República.

O empresário Frederico Pacheco, o Fred, primo de Aécio, foi quem recebeu as três malas com R$ 500 mil em propina ao senador tucano, segundo as delações da JBS. "Começou no dia 5 de abril, voltou no dia 12, já sob monitoramento da PF, e manteve o cronograma nas semanas seguintes: encontrou Saud, no mesmo local, também nos dias 19 de abril e 3 de maio. Cumpria a tarefa enquanto o Brasil conhecia o teor das delações da Odebrecht; enquanto o país assistia aos depoimentos do executivos da empreiteira, que tanto incriminavam Aécio. 'Eu durmo tranquilo', disse Fred no segundo encontro, logo após racionalizar os crimes que cometia como um ato isolado, que não o definia. 'Se eu te contar uma coisa você não vai acreditar: a única pessoa com quem eu tratei em espécie foi você. A única pessoa que pode falar de mim é você'. Saud deixou-o à vontade para desabafar. 'Como é que eu não faço? Tenho um compromisso de lealdade com o Aécio', disse o delator da JBS.

PS: Pois é. Cadê as fotos das malas de dinheiro do PT? E as da Dilma e do Lula? Esses idiotas são uns imorais mesmo. Pelo menos um extrato, será que eles tem?

Anônimo disse...

DINO: MORO DEU SENTENÇA TRIPLEX CONTRA LULA:

O governador Flávio Dino, que é também juiz de Direito e passou em primeiro lugar no mesmo concurso prestado por Sergio Moro, publica artigo nesta sexta-feira em que afirma que a sentença contra o ex-presidente Lula é um edifício com vários andares de erros jurídicos; Dino cita a inexistência de corrupção passiva, demonstra estranheza com um episódio de um apartamento de São Paulo ser analisado pela justiça paranaense quando o próprio Moro reconheceu não haver ligação entre o imóvel e o caso Petrobras e diz, ainda, que não pode haver lavagem se o chamado "triplex do Guarujá" jamais foi entregue a Lula; "A sentença em questão, portanto, é um tríplex que não cabe em um edifício jurídico democrático, no qual os fins não justificam os meios", diz Dino.

4 DE AGOSTO DE 2017

247 – O governador Flávio Dino, que é também juiz de Direito e passou em primeiro lugar no mesmo concurso prestado por Sergio Moro, publica artigo nesta sexta-feira em que afirma que a sentença contra o ex-presidente Lula é um edifício com vários andares de erros jurídicos.

Dino cita a inexistência de corrupção passiva, demonstra estranheza com um episódio de um apartamento de São Paulo ser analisado pela justiça paranaense quando o próprio Moro reconheceu não haver ligação entre o imóvel e o caso Petrobras e diz, ainda, que não pode haver lavagem se o chamado "triplex do Guarujá" jamais foi entregue a Lula.

"A sentença em questão, portanto, é um tríplex que não cabe em um edifício jurídico democrático, no qual os fins não justificam os meios", diz Dino, em artigo escrito em parceria com Rodrigo Lago, secretário de Transparência e Controle do Maranhão. (...)

PS: Moro já não serve mais pra nada.Não teve coragem de prender Lula por medo à gigantesca mobilização popular, tem medo de enfrenta-lo de novo depois da surra inesquecível que levou no primeiro debate e mais de 50 mil pessoas em Curitiba, por isso agora quer vídeo-conferência, não consegue derrubar Lula do primeiro lugar das pesquisas mesmo com condenações ou tornando-o réu 1000 vezes e pelo contrário Lula continua crescendo nas pesquisas. A coxinhada precisa de um novo herói.

Anônimo disse...

CHEFE DO EXÉRCITO VAI ÀS REDES E CRÍTICA CAOS FISCAL DE TEMER E MEIRELLES:

O general Eduardo Villas Boas, comandante do Exército, usou seu perfil no Twitter para criticar o aperto orçamentário que a força terrestre está sofrendo; a instituição está enfrentando um grave contingenciamento de recursos que, segundo fontes militares, está praticamente paralisando os programas estratégicos do Exército, como o Sisfron, sistema de vigilância de fronteiras; contingenciamento de recursos é resultado do caos econômico de Henrique Meirelles e Michel Temer: enquanto Meirelles produziu um rombo anual de R$ 160 bilhões e estourou a meta, Temer gastou R$ 13,4 bilhões só pra se salvar; com isso, governo agora é obrigado a cortar em serviços básicos, como a defesa do País.

4 DE AGOSTO DE 2017

247 - O comandante do Exército, general Eduardo Villas Boas, usou as redes sociais para criticar o aperto orçamentário que a força terrestre está sofrendo. A crítica foi feita nesta quinta-feira, 3, em seu perfil no Twitter. Os recursos hoje disponíveis nos caixas do Exército são suficientes para que se chegue apenas até o mês de setembro.

“Conduzo seguidas reuniões sobre a gestão dos cortes orçamentários impostos ao @exercitooficial. Fazemos nosso dever de casa, mas há limites”, disse o general no microblog, ao falar sobre as dificuldades que a instituição está enfrentando e o grave contingenciamento de recursos que, segundo fontes militares, está praticamente paralisando os programas estratégicos do Exército, como o Sisfron, sistema de vigilância de fronteiras.

A principal queixa dos militares é de que o governo federal impõe seguidas missões ao Exército em todas as áreas, mas a equipe econômica não repassa os recursos necessários para o desempenho dos trabalhos. A última delas foi no Rio, com uma nova ida de tropas para as ruas, para tentar oferecer segurança à população.

As informações são de reportagem de Tânia Monteiro no Estado de S.Paulo.

PS: ]Bom sinal, até o EB já está perdendo a paciencia com O traíra. Caminho para Lula2018 está bem pavimentado. Agora é administrar os fracassos das panelas e esperar 2018 com paciência.

Anônimo disse...

Moro abastece ações contra Lula com dados da Odebrecht vazados para O Globo:

04/08/2017

Jornal GGN - O juiz Sergio Moro abasteceu inquéritos que tramitam em Curitiba contra Lula com informações da delação da Odebrecht, informa o jornal O Globo desta sexta (4). Segundo o periódico, Moro já abriu cinco investigações por causa das colaborações da empresa, a pedido do Ministério Público. Dados pinçados sobre o sítio de Atibaia e favores a Lula foram anexados por iniciativa do juiz em ações penais já em andamento.

O jornal apontou que Moro selecionou documentos "vinculados a pagamento de propina ao PT em contratos das plataformas de petróleo PRA–1, P59 e P60; reformas na refinaria Presidente Vargas (Repar), no Paraná; e na montagem do gasoduto Gasduc III; além de valores ilícitos que teriam sido pagos por meio do ex-ministro Guido Mantega ao publicitário João Santana e anotações onde aparece o sítio de Atibaia."

"Uma das anotações refere-se a uma reunião com Lula às vésperas de ele deixar o cargo, no dia 30 de dezembro de 2010, no qual são descritos assuntos a serem discutidos com o governo e 'com ele'. Os itens abaixo de 'com ele são o estádio do Corinthians, obras sítio (15/1), 1ª palestra Angola e Instituto'."

As anotações de assuntos a serem discutidos com Lula incluem ainda a participação da Odebrecht no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e "até projetos específicos, como a Usina de Belo Monte e a Transnordestina".

Um dos emails usados foi trocado entre Alexandrino Alencar, executivo do grupo, e Gilberto Carvalho, ex-secretário da Presidência. Em 12 de janeiro de 2005 , Gilberto avisa a Alexandrino que Emílio Odebrecht foi convidado a "conversar com Lula sobre a participação das empresas chamadas Parcerias Público-Privadas". Eis a mensagem: "Aprovadas agora as PPPs , o Governo tem pressa em articular investimentos na infraestrutura. O que o Presidente quer é saber a opinião do Emílio sobre a tendência das Empresas (se tendem a investir pesado ou não), em que condições, etc. Basicamente é isso", escreveu Carvalho.

O Globo, que já foi usado por Moro para condenar Lula no caso triplex, ainda usou uma mensagem da Odebrecht para levantar suspeitas sobre a relação do governo Lula com a Venezuela. Uma das mensagens da empresa teria registrado um possível pedido para que "Lula priorizasse a relação com a Venezuela o presidente Hugo Chavez. A empreiteira já operava no país há 13 anos e queria que o governo brasileiro ajudasse a facilitar os negócios. Uma das sugestões foi que Lula indicasse um nome, diretamente ligado a ele, para fazer a aproximação."

"Há sinais de que o pedido foi atendido", disse O Globo. "Durante as gestões do PT - de 2003 a 2015, a Venezuela recebeu US$ 2,03 bilhões do BNDES para investimentos em obras de infraestrutura, atrás apenas da Argentina. A Odebrecht assumiu obras do Metrô de Caracas e Los Teques que somaram US$ 1,35 milhões - mais da metade do valor direcionado ao país pelo BNDES."

PS: Isso sim que é prova...... A conta da mulher de Cunha na suiça com 2 milhões e devidas movimentações, vindas do governo da suiça acostadas ao processo "não são provas", inclusive leva o Juiz moro a absolver a mulher do Cunha por "falta de provas". Socoroooo.....

Anônimo disse...

Artigo de advogado defendendo Moro causa estranheza no meio jurídico.

4 de agosto de 2017 - DCM

Publicado no Conjur.
Nem mesmo nas hostes da defesa o direito de defesa tem feito sucesso. Nesta quinta-feira (3/8), a Folha de S.Paulo publicou artigo do criminalista Paulo Iász de Morais em que ele critica a defesa do ex-presidente Lula por alegar a suspeição do juiz federal Sergio Moro.

O texto não agradou aos criminalistas, que estranharam a atitude do colega, presidente da comissão de monitoramento eletrônico de presos da OAB de São Paulo, de ir a público fazer coro com a acusação e elogiar o que consideram ser o símbolo máximo da flexibilização de garantias individuais em nome da punição de inimigos.

Para Paulo de Morais, os advogados do ex-presidente, em vez de reclamar da sentença que o condenou, deveriam recorrer sem dizer publicamente que a decisão não se baseou em provas. “O Judiciário não é palco para disputas políticas”, escreveu, para reclamar da postura de Lula, que acusa Moro de condená-lo sem provas. (...)

O criminalista José Roberto Batochio, que trabalha na defesa de Lula, se disse “um tanto quanto surpreso” com a manifestação do colega. “Minha surpresa maior se deu ao fato de a declaração ter partido de um membro da seccional de São Paulo da OAB, instituição que já presidi”, comentou Batochio.

“Ressalvado o direito constitucional à liberdade de expressão, entendo essa manifestação inadequada, do ponto de vista deontológico. O Código de Ética da Advocacia é expresso quanto ao fato de que ao advogado é defeso se manifestar publicamente sobre uma causa que está sob o patrocínio de um colega”, disse.

Embora o presidente seja uma pessoa pública, o fato é que a matéria aborda a defesa técnica, reclama Batochio. No texto, Paulo de Morais critica as alegações de suspeição de Moro, feitas pela defesa de Lula, da qual participam, além de Batochio, Cristiano Zanin Martins, Valeska Teixeira Martins e Roberto Teixeira.

Panegírico
O criminalista Nélio Machado se disse “estarrecido” com o texto de Paulo de Morais. “Parece que o advogado manifestou aversão ao direito de defesa.”

Machado, que também defende investigados na operação “lava jato”, critica o colega por ignorar, em seu texto, os excessos cometidos tanto pelo juiz Sergio Moro quanto pela acusação. Segundo ele, “a presunção de inocência foi convolada em presunção de culpa, do mesmo modo que o ônus da prova foi relegado à desimportância, o que não é aceitável”. (...)

“Desconheço o propósito que levou o advogado a aplaudir a sentença”, afirma Nélio Machado. “Se foi a busca do aplauso fácil, talvez tenha conseguido o seu intento em relação aos que não prezam nem se curvam aos princípios fundamentais garantidores de nossa Constituição, que não foi escrita a lápis, podendo ser apagada a bel prazer de quem tenha à mão a borracha da ilegalidade.”.

PS1: No antipetismo vale-se de tudo. Até criticar o direito de defesa de um acusado com provas frágeis... Enquanto isso a turma lá de Brasília se safando com provas robustas e cabais. Nossa justiça está de ponta cabeça!

PS2: Quem ariscaria ser cliente de um advogado desse naipe?

PS3: Do ponto de vista ético, a manifestação do advogado sobre a maneira como a defesa do Lula se porta (se portou) é deselegante, antitético e completamente fora do que prevê o Estatuto da OAB.
Em segundo lugar, do ponto de vista técnico, a manifestação do advogado sobre o processo também está errada. A um, porque a defesa é ampla, logo alegações que houve julgamento político é válida, do ponto de vista da defesa. Quem não pode ser político e foi, na sentença, foi o juiz. Além disso quando ele diz sobre prova técnica, ele considera prova técnica uma notícia de jornal, que não pode ser considerada prova do processo. Trata-se de material produzido por um jornal que não foi apurado pelo órgão de acusação.

Anônimo disse...

Lula nenhum tive nenhum beneficio propio . A prova e' que continua pobre .
Direita e' pobre e burra .
DE DESAFIO : APRESENTE ALGUMA PROVA !
Que se apodrecam . Seu cachorrinho do Rokfeller

Façanha, o advogado do povo disse...

MORO É MAIS RADICAL QUE O BOLSONARO, PORQUE NÃO TEM COMPROMISSOS POLÍTICOS.

Anônimo disse...

Um milotonto petista aprendeu crt+c => crt+v e veio dar patadas no post.
XOOO MORTDADELAS!....

Carlos Mota disse...

Báh!, dá gosto de ver os cornos e os viados da esquerda publicarem asneiras aqui.
Ninguém lê estas bostas de vocês, seus merdas.
Podres os úteros das vagabundas que pariram vocês.

Anônimo disse...

FORA PETRALHA BURRO, o famoso "corta-cola" de todos os dias!!

Deve ser um desocupado corrupto, como Tarso Genro "MÃO GRANDE", mas SÓ A MÃO É GRANDE!!

Ou a anta Dilmaléfica, aquela que gostaria de ter nascida com uma MANDIOCA!!

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

FORA REFORMA POLÍTICA

de DEPUTADOS E SENADORES,

para eleger e BLINDAR eles mesmos,

ONDE 90% SÃO CORRUPTOS.

Parece que se salvam pouquíssimos, como
o Senador MAGNO MALTA e
o Deputado JAIR BOLSONARO.

Anônimo disse...

***
FORA PETRALHA BURRO, o famoso "corta-cola" de todos os dias!!

Deve ser um desocupado corrupto, como Tarso Genro "MÃO GRANDE", mas SÓ A MÃO É GRANDE!!

Ou a anta Dilmaléfica, aquela que gostaria de ter nascida com uma MANDIOCA!!

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

FORA REFORMA POLÍTICA

de DEPUTADOS E SENADORES,

para eleger e BLINDAR eles mesmos,

ONDE 90% SÃO CORRUPTOS.

Parece que se salvam pouquíssimos, como
o Senador MAGNO MALTA e
o Deputado JAIR BOLSONARO.

Anônimo disse...

FORA PETRALHA BURRO, o famoso "corta-cola" de todos os dias!!

Deve ser um desocupado corrupto, como Tarso Genro "MÃO GRANDE", mas SÓ A MÃO É GRANDE!!

Ou a anta Dilmaléfica, aquela que gostaria de ter nascida com uma MANDIOCA!!

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

FORA REFORMA POLÍTICA

de DEPUTADOS E SENADORES,

para eleger e BLINDAR eles mesmos,

ONDE 90% SÃO CORRUPTOS.

Parece que se salvam pouquíssimos, como
o Senador MAGNO MALTA e
o Deputado JAIR BOLSONARO.

Anônimo disse...

***
FORA PETRALHA BURRO, o famoso "corta-cola" de todos os dias!!

Deve ser um desocupado corrupto, como Tarso Genro "MÃO GRANDE", mas SÓ A MÃO É GRANDE!!

Ou a anta Dilmaléfica, aquela que gostaria de ter nascida com uma MANDIOCA!!

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

FORA REFORMA POLÍTICA

de DEPUTADOS E SENADORES,

para eleger e BLINDAR eles mesmos,

ONDE 90% SÃO CORRUPTOS.

Parece que se salvam pouquíssimos, como
o Senador MAGNO MALTA e
o Deputado JAIR BOLSONARO.

Anônimo disse...

FORA PETRALHA BURRO, o famoso "corta-cola" de todos os dias!!

Deve ser um desocupado corrupto, como Tarso Genro "MÃO GRANDE", mas SÓ A MÃO É GRANDE!!

Ou a anta Dilmaléfica, aquela que gostaria de ter nascida com uma MANDIOCA!!

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

FORA REFORMA POLÍTICA

de DEPUTADOS E SENADORES,

para eleger e BLINDAR eles mesmos,

ONDE 90% SÃO CORRUPTOS.

Parece que se salvam pouquíssimos, como
o Senador MAGNO MALTA e
o Deputado JAIR BOLSONARO.

Anônimo disse...

****
FORA PETRALHA BURRO, o famoso "corta-cola" de todos os dias!!

Deve ser um desocupado corrupto, como Tarso Genro "MÃO GRANDE", mas SÓ A MÃO É GRANDE!!

Ou a anta Dilmaléfica, aquela que gostaria de ter nascida com uma MANDIOCA!!

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

FORA REFORMA POLÍTICA

de DEPUTADOS E SENADORES,

para eleger e BLINDAR eles mesmos,

ONDE 90% SÃO CORRUPTOS.

Parece que se salvam pouquíssimos, como
o Senador MAGNO MALTA e
o Deputado JAIR BOLSONARO.

Anônimo disse...

****
FORA PETRALHA BURRO, o famoso "corta-cola" de todos os dias!!

Deve ser um desocupado corrupto, como Tarso Genro "MÃO GRANDE", mas SÓ A MÃO É GRANDE!!

Ou a anta Dilmaléfica, aquela que gostaria de ter nascida com uma MANDIOCA!!

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

FORA REFORMA POLÍTICA

de DEPUTADOS E SENADORES,

para eleger e BLINDAR eles mesmos,

ONDE 90% SÃO CORRUPTOS.

Parece que se salvam pouquíssimos, como
o Senador MAGNO MALTA e
o Deputado JAIR BOLSONARO.

Anônimo disse...

**********
FORA PETRALHA BURRO, o famoso "corta-cola" de todos os dias!!

Deve ser um desocupado corrupto, como Tarso Genro "MÃO GRANDE", mas SÓ A MÃO É GRANDE!!

Ou a anta Dilmaléfica, aquela que gostaria de ter nascida com uma MANDIOCA!!

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

FORA REFORMA POLÍTICA

de DEPUTADOS E SENADORES,

para eleger e BLINDAR eles mesmos,

ONDE 90% SÃO CORRUPTOS.

Parece que se salvam pouquíssimos, como
o Senador MAGNO MALTA e
o Deputado JAIR BOLSONARO.

Anônimo disse...

FORA PETRALHA BURRO, o famoso "corta-cola" de todos os dias!!

Deve ser um desocupado corrupto, como Tarso Genro "MÃO GRANDE", mas SÓ A MÃO É GRANDE!!

Ou a anta Dilmaléfica, aquela que gostaria de ter nascida com uma MANDIOCA!!

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

FORA REFORMA POLÍTICA

de DEPUTADOS E SENADORES,

para eleger e BLINDAR eles mesmos,

ONDE 90% SÃO CORRUPTOS.

Parece que se salvam pouquíssimos, como
o Senador MAGNO MALTA e
o Deputado JAIR BOLSONARO.

Anônimo disse...

Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

FORA PETRALHA BURRO, o famoso "corta-cola" de todos os dias!!

Deve ser um desocupado corrupto, como Tarso Genro "MÃO GRANDE", mas SÓ A MÃO É GRANDE!!

Ou a anta Dilmaléfica, aquela que gostaria de ter nascida com uma MANDIOCA!!

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

FORA REFORMA POLÍTICA

de DEPUTADOS E SENADORES,

para eleger e BLINDAR eles mesmos,

ONDE 90% SÃO CORRUPTOS.

Parece que se salvam pouquíssimos, como
o Senador MAGNO MALTA e
o Deputado JAIR BOLSONARO.

Anônimo disse...

Kkkkkkkkkkkkk

Olha o petralha recalcado, burro, seboso e fedido, de novo?

FORA PETRALHA BURRO, o famoso "corta-cola" de todos os dias!!

Deve ser um desocupado corrupto, como Tarso Genro "MÃO GRANDE", mas SÓ A MÃO É GRANDE!!

Ou a anta Dilmaléfica, aquela que gostaria de ter nascida com uma MANDIOCA!!

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

FORA REFORMA POLÍTICA

de DEPUTADOS E SENADORES,

para eleger e BLINDAR eles mesmos,

ONDE 90% SÃO CORRUPTOS.

Parece que se salvam pouquíssimos, como
o Senador MAGNO MALTA e
o Deputado JAIR BOLSONARO.

Anônimo disse...

O advogado do Luladrão, isso sim.

O ectoplasma do fedido, o CÃO!

FORA PETRALHA BURRO, o famoso "corta-cola" de todos os dias!!

Deve ser um desocupado corrupto, como Tarso Genro "MÃO GRANDE", mas SÓ A MÃO É GRANDE!!

Ou a anta Dilmaléfica, aquela que gostaria de ter nascida com uma MANDIOCA!!

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

FORA REFORMA POLÍTICA

de DEPUTADOS E SENADORES,

para eleger e BLINDAR eles mesmos,

ONDE 90% SÃO CORRUPTOS.

Parece que se salvam pouquíssimos, como
o Senador MAGNO MALTA e
o Deputado JAIR BOLSONARO.

Anônimo disse...


Deve ser o ladrão do RS, o

NANICO PINÓQUIO DA MÃO GRANDE e

do pintinho MICRO!!!!

Ou a anta Dilmaléfica, da

calçola SEM MANDIOCA DENTRO.

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!

Cuidado petralhas, a morte anda à solta, procurando mais um petralha, para queimar no INFERNO = VERMELHO FOGO!!

Dizem por aí, nos centros espíritas, que o recém levado pela dona MORTE, o ex-ministro Marco Aurélio Graxinha, o famoso do TOP-TOP, foi reivindicado pelo piloto da TAM morto em serviço em 17/07/2007, e levado pro INFERNO, de onde AGONIZA E CLAMA pela presença de seus "cumpanhêro" BOLIVARIANOS.

Anônimo disse...

9 milhões bloqueados em Fundo de Pensão é ser pobre.. uau!

Anônimo disse...

4 vezes em que Moro deu um tiro no pé após condenar Lula:

04/08/2017 - Cíntia Alves

Jornal GGN - Desde que condenou o ex-presidente Lula a 9 anos e meio de prisão e pagamento de multa superior a R$ 13 milhões, Sergio Moro assinou alguns despachos que devem ser usados pela defesa do petista para anular a sentença do caso triplex. Foram, pelo menos, quatro vezes em que o magistrado deu azo às crenças de que o processo não sobrevive ao rigor da segunda instância.

Confira abaixo:
1- Denúncia inventada e sem conexão com a Petrobras
Na primeira manifestação polêmica após a sentença, Moro respondeu aos embargos de declaração da defesa de Lula admitindo que não há provas da conexão entre o triplex e os 3 contratos que a OAS firmou com a Petrobras e que foram indicados pelos procuradores como o motivo para Lula receber vantagens indevidas.

A defesa de Lula não perdeu tempo: poucas horas após o despacho de Moro vir à tona, o advogado Cristiano Zanin informou à imprensa que, na prática, Moro demonstrou que, no mínimo, a ação penal jamais deveria ter tramitado em Curitiba.

Além disso, no mesmo documento, Moro também reconheceu que formulou sua própria acusação contra Lula, já que a tese da Procuradoria da República não foi comprovada. Isso significa que a defesa passou meses se defendendo de uma acusação ignorada pelo juiz, que decidiu tirar uma narrativa própria da cartola aos 45 do segundo tempo.

O GGN detalhou o episódio nesse post aqui.
2 - Bloqueio nas contas para corrigir erro na sentença
Mesmo admitindo que não há conexão entre o triplex e os 3 contratos da OAS com a Petrobras, Moro determinou o sequestro do imóvel já na condenação e, dois dias depois, também mandou congelar os bens de Lula como forma de garantir que a estatal será ressarcida.

A jornalista Tereza Cruvinel questionou a atitude de Moro, pela falta de nexo. Só mesmo para tentar sanar um erro na sentença contra Lula (o da falta de relação entre o caso triplex e a Petrobras) é que Moro poderia ter ordenado o sequestro dos bens de Lula. É a maneira de tentar forçar o elo, apontou em artigo reproduzido aqui.

3 - Lula deve pagar pela propina recebida por terceiros
No dia 1 de agosto, Moro enviou um ofício ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região defendendo o bloqueio nas contas de Lula contra um recurso da defesa do petista.

Na oportunidade, Moro sustentou que mesmo que a Lava Jato não tenha encontrado provas de pagamento de propina da OAS a Lula, o ex-presidente deve ser cobrado pela corrupção na Petrobras mesmo assim.

A justificativa é que Lula tem responsabilidade por ter indicado para a Petrobras os ex-diretores que ajudaram o PT a receber R$ 16 milhões da OAS, segundo afirma uma delação sem provas documentais. O próprio juiz diz que o dinheiro, "não identificado", "pode" ter sido usado em campanhas eleitorais. É a hipótese. Veja mais aqui.

4 - Triplex era da OAS mesmo...
Por fim, no último dia 3, Moro comunicou à 1ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais de São Paulo o confisco do imóvel no Guarujá e solicitou "que o bem não sirva mais como garantia em processos cíveis" da empreiteira.

Isso foi necessário porque, na Justiça Paulista, tramita um processo de recuperação judicial da OAS avaliado em R$ 9,2 bilhões. Ou seja, na prática, Moro tomou o triplex da massa falida da OAS para entregar à Petrobras, como se fosse de Lula.

O problema é que a defesa de Lula apontou durante o processo que a OAS não poderia transferir o triplex para o proveito de quem quer que seja justamente porque o imóvel estava atrelado à uma dívida com a Caixa Econômica Federal. Sem pagamento à Caixa, não tem chave do triplex. O blog reportou o feito de Moro aqui.

PS: Socorooooooo.......

Anônimo disse...

Marta Suplicy e mais 4 não serão investigados porque têm mais de 70 anos:

04/08/2017

Jornal GGN - Marta Suplicy (PMDB) e mais quatro parlamentares não serão investigados a reboque das delações da Odebrecht porque têm mais de 70 anos e, por causa disso, o prazo para investigação cai pela metade, informou a Agência Brasil.

Segundo o portal, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, decidiu pedir o arquivamento das cinco investigação ao Supremo Tribunal Federal, mas somente após o relator da Lava Jato na Corte, Edson Fachin, apontar a possível prescrição dos crimes.

Foram beneficados pela decisão, além de Marta, os deputados Jarbas Vasconcelos (PMDB), Roberto Freite (PPS), Garibaldi Alves (PMDB) e José Agripino (DEM). O PGR pediu inquérito contra os 5 políticos quando divulgou a chamada "lista de Janot 2.0", que incluia um total de 84 pedidos de investigação por causa da delação da Odebrecht.

No caso de Marta, o delator Benedicto Barbosa Junior, da Odebrecht, afirmou que a senadora recebeu caixa 2 em duas oportunidades: nas eleições de 2008 (quando disputou a Prefeitura de São Paulo) e 2010 (quando concorreu ao Senad), num total de R$ 1,050 milhão. Os repasses teriam sido efetuados a pedido do marido de Marta, o empresário Márcio Toledo. A imputação foi de corrupção passiva, apontou o Conjur.

PARALELO COM LULA E GENOÍNO
A decisão de Janot, influenciada por Fachin, levanta dúvidas sobre os critérios aplicados a outros inquéritos da Lava Jato que foram instaurados a reboque da delação da Odebrecht.

É o caso de José Genoíno, que será investigado pela Procuradoria da República em São Paulo por supostamente ter recebido R$ 30 mil em doação eleitoral da empreiteira, em 2010. O delator Alexandrino Alencar também teria afirmado que doou R$ 15 mil a Genoíno sensibilizado com a situação dele após o Mensalão. Nos dois casos, os informantes negaram contrapartida.

Embora Genoíno tenha 71 anos e o caso relatado pela Odebrecht tenha ocorrido em 2010, com um valor muito inferior ao de Marta, não há notícia de que os procuradores da Lava Jato discutiram eventual arquivamento desse inquérito.

O mesmo paralelo pode ser feito em relação aos processos contra Lula, que já tinha mais de 70 anos quando foi denunciado formalmente por causa do triplex.

Pelos relatos da força-tarefa de Curitiba, o apartamento da OAS teria sido repassado a Lula em meados de 2009.

Se considerado que o juiz Sergio Moro responsabilizou o petista pelos crimes de ex-diretores da Petrobras, o suposto crime remontaria aos mandatos de Lula, pois foi quando o governo petista discutiu com os partidos da base a nomeação de dirigentes como Paulo Roberto Costa, Renato Duque, Nestor Cerveró e Pedro Barusco.

PS1: Sim, a Marta não é mais Petista;
PS2: Já o caso do aécio/PSDB o caso é "diferente", Tucano é "inimputável", não adianta investigar porque o jamais será condenado.
PS3: Socoroooooooo.....

Anônimo disse...

“Primeira colaboradora” da Lava Jato pede a Moro anulação da operação:

Marcelo Auler - 4 de agosto de 2017 - DCM

O previsível aconteceu. Desde 17 de abril passado encontra-se nas mãos do juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal Criminal de Curitiba, um pedido de anulação de toda a Operação Lava Jato que ele deflagrou e comanda nos últimos três anos.

O inusitado é que a solicitação não partiu de nenhum dos políticos, empresários ou agente público acusados, processados ou já condenados por corrupção, desvio de verbas públicas, lavagem de dinheiro ou quaisquer outros crimes conexos. A iniciativa surgiu da “primeira colaboradora” da investigação, como alega seu advogado, Conrado Almeida Corrêa Gontijo.

Trata-se da ex-contadora do doleiro Alberto Youssef, Meire Bomfim da Silva Poza, que diz ter sido usada por policiais federais e procuradores da República como uma “informante infiltrada”.

Gontijo alega que ao desaconselharem que ela fosse assistida por um advogado quando serviu como informante pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal, ambos de Curitiba, acabou privada do seu direito constitucional de ampla defesa. Mais ainda entregou documentos que hoje são usados contra ela, ou seja, forneceu prova contra si mesma.

O mais curioso é que denunciada por lavagem de dinheiro, na Vara de Moro, na Ação Penal nº 5056996-71.2016.404.7000, sua defesa utiliza as próprias palavras do juiz na decisão em que recebeu a denúncia para demonstrar a importância dela na apuração de todo este caso.

Meire auxilia a Força Tarefa da Lava Jato desde 29 de abril de 2014. A primeira prisão na operação, da doleira Nelma Kodama, ocorreu em 15 de março, dois dias antes da deflagração da primeira fase. (...)

Além de invocar as próprias palavras elogiosas do juiz, a defesa de Meire Poza arrolou nove membros da própria Força Tarefa da Lava Jato como testemunhas dela. (...)

Estão na relação de testemunhas: os procuradores da República Deltan Martinazzo Dallagnol e Carlos Fernando dos Santos Lima; os delegados Márcio Adriano Anselmo, Igor Romário de Paulo e Eduardo Mauat; os agentes Rodrigo Prado, Luiz Carlos Milhomen e ainda Gabriel (lotado em Ponta Grossa-PR); e o escrivão Mário Nunes (lotado em Florianópolis – SC).

A duvida é se eles irão confirmar a relação de proximidade que tiveram com a contadora. Mas ela dispõe de diversos e-mails e outros tipos de mensagens que trocou, em especial com o delegado Marcio Anselmo Adriano e o agente Rodrigo Prado, que mostram seus laços com a Força Tarefa.

No caso de Marcio Anselmo, uma relação mais intima em que ambos trocaram mensagens até quando ele estava de férias na Europa.

Além das mensagens há também cerca de 40 depoimentos delas em inquéritos e outros em processos judiciais, uma vez que, como ela já disse, Moro lhe pediu que se tornasse testemunha do juízo. (...)

Anônimo disse...

Polibio, bloqueie esses poluidores de seu blogue, os caras so sabem escrever muito e não dizem nada, autenticos "mortandelas"que deve ter perdido a tetinha no serviço público.

Justiniano disse...

Esgotosfera dos ratos petralhas veio infestar o blog. O Moro vai colocar todos esse ratos do PT na cadeia começando pelo ratão chefe.

Lula o ratão chefe vai pra cadeia para reunir o diretório do PT em Curitiba em 2018.

Anônimo disse...

LURAPIO SEUS FILHOS DONOS DE FORTUNA ATÉ NA REVISTA FORBES ELES APARECERAM .REVISTA Q MOSTRA DONOS DAS MAIORES FORTUNAS..... LURAPIO MORAVA EM PURO LUXO EM 2 FINISSIMAS COBERTURAS EM SAO BERNARDO DO CAMPO CIDADE RICA DE SAO PAULO ONDE O PT ERA PREFEITO E FOI CORRIDO AGORA O PSDB VENCEU E TA NA PREFEITURA, É O LURAPIO MORA ANOS EM 2 COBERTUTAS DE LUXO UMA A JUSTIÇA PEGOU DE VOLTA ESTES DIAS A QUE FICAVA NA FRENTE ONDE ELE MORA AGORA ESTA OUTRA EM Q ELE MORA ESTAO INVESTIGANDO.... O BEBUM SAFADO VAI APODRECER NA JAULA

Anônimo disse...

POLIBIO BRAGA CENSURE ESTE MISERAVEL AI DO PT APAGUE ESTES COMENTARIOS COLADOS DELE . CARA DA QUADRILHA DEVE SER PAGO COM NOSSO DINHEIRO ROUBADO DA PETROBRAS Q ALIMENTA SITES PETRALHAS É O CARA FICA POSTANDO MENTIRAS E ATAQUES AO JUIZ MORO- POR QUE VOCE NAO CENSURA ISTO

Anônimo disse...

Lula APONTADO COMO CHEFE DA ORGANIZÇAO CRIMINOSA QUE TOMOU O PAIS DE ASSALTO MOVIMENTOU 52 MILHOES DE SUAS CONTAS .OLHEM NO BLOG IMPRENSA VIVA. AS PROVAS ESTAVAM COM A POLICIA FEDERAL E FORAM ENVIADAS A CURITIBA - É ELE MOVIMENTOU 52 MILHOES DE SUAS CONTAS. CLARO FORA OS 9 MILHOES QUE FORAM BLOQUEADOS FORA OS 2 APARTMENTOS, 2 CARROS E TERRENO QUE JÁ FORAM BLOQUEADOS