Vereadores votarão hoje aumento da alíquota previdenciária (11% para 14%) dos servidores de Porto Alegre

Vai hoje a voto a proposta do prefeito Marchezan Júnior que autoriza aumebntar de 11%para 14% a alíquota de contribuição previdenciária dos servidores de Porto Alegre.

Depois do recesso do dia 17, a Câmara será instada a votar outros projetos polêmicos, entre eles o que altera a planta de valores dos imóveis, o que significa aumento do IPTU>

6 comentários:

Anônimo disse...

O projeto que aparece na Ordem do Dia é este. O da alíquota está com data de 05/07/2017, quarta-feira.

PROC. Nº 01309/17 - PLCE 002/17
altera o inc. I e os §§3º, 5º e 6º do art. 5º, as als. b e c do inc. I, renumera o parágrafo único para §1º e inclui o §2º no art. 9º, todos da Lei Complementar nº 478, de 26 de setembro de 2002, que dispõe sobre o Departamento Municipal de Previdência dos Servidores Públicos do Município de Porto Alegre (PREVIMPA), disciplina o Regime Próprio de Previdência dos Servidores do Município de Porto Alegre e dá outras providências e revoga o §2º do art. 3º da Lei Complementar nº 762, de 12 de junho de 2015, que dispõe sobre o Fundo de Reaparelhamento e Aperfeiçoamento Previdenciário.

jorge disse...

Minha contribuição ao meu fundo de pensão ( PETROS ) há muito tempo é de 14%. Após a gestão Lulista, nem isso é suficiente, pois apresenta um rombo atuarial de mais de 20 bilhões. E continuo pagando mesmo depois de me aposentar.

jorge disse...

Minha contribuição ao meu fundo de pensão ( PETROS ) há muito tempo é de 14%. Após a gestão Lulista, nem isso é suficiente, pois apresenta um rombo atuarial de mais de 20 bilhões. E continuo pagando mesmo depois de me aposentar.

Anônimo disse...

Viva o bananão de POA, quem vai se borrar todo hoje com medo das corporações? que só querem benefícios, o IPTU vai passar para pagar essa turminha de servidores da prefeitura municipal que acha que vive na disney.

Anônimo disse...


Câmara autoriza viagem de Marchezan à França

A Câmara Municipal de Porto Alegre aprovou, nesta segunda-feira (3/7), o pedido de autorização para que o prefeito Nelson Marchezan Júnior possa entrar em licença para viajar a Nice e Paris, na França.

Anônimo disse...

Infelizmente o prefeito perdeu a moral com a declaração do Vereador João Bosco que alfinetou o Marchesan dizendo para que gravasse um vídeo relatando que foi pedir para os vereadores CORAJOSOS que derrubassem o seu veto para que todos os servidores continuassem a ganhar R$30.000,00.

O Prefeito fez demagogia e foi desmascarado mais uma vez.

Pelo que sei já começou a fazer excursão em Paris para fugir da avaliação dos 100 dias pífios de governo.