Fachin manda para julgamento em plenário novo pedido de liberdade de Palocci

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu levar para deliberação do plenário da Corte um novo pedido de liberdade do ex-ministro Antonio Palocci, preso desde setembro do ano passado em Curitiba, no âmbito da Operação Lava Jato.

Nesse pedido, uma reclamação, a defesa do ex-ministro pediu suspensão de ação penal e liberdade sob argumento de que houve cerceamento de defesa porque ele não conseguia acesso a depoimentos da empreiteira Odebrecht, quando estavam em segredo.