Justiça fecha quadra da Imperadores em Porto Alegre

A quadra da escola Imperadores do Samba, que funciona em um terreno cedido pela prefeitura de Porto Alegre na avenida Padre Cacique, foi interditada pela Justiça, a pedido do Ministério Público Estadual (MP), na noite de sábado. A lei proíbe o uso do local para eventos não relacionados ao Carnaval.

Com base na decisão judicial, o MP vai pedir que a prefeitura casse, em definitivo, o direito de uso do espaço em função do descumprimento de Termo de Ajustamento de Conduta, TAC, assinado pela Imperadores.

6 comentários:

Anônimo disse...

Só mídia, no final dará em nada.

Anônimo disse...

OTIMA NOTÍCIA.

Anônimo disse...

Algum político ou alguém da justiça não levou o pixuleco.
O pessoal da Imperadores não pode brincar com coisa séria(pixuleco).hahahaha

Anônimo disse...

esse é o mesmo MP que faz ouvidos moucos no bairro menino deus quanto as RAVES no beira rio por empresa privada. é o mesmo que tolera corridas mequetrefes com auto falantes potentes na orla do guaiba com debeis mentais gritando aos finais de semana as 7 da manhã. É um ministério público elitista. Preocupado com a cultura popular e a cadeia produtiva do carnaval que emprega mais de 40 mil pessoas durante o ano...é esse o nosso MP...

Carlos Mota disse...

Bem que o MPE poderia ir aos postos de saúde de madrugada e ver as filas; durante o dia os não atendimentos; a falta de remédios nas farmácias do Estado e outras coisas bem menos importantes do que uma escola de samba onde só frequenta quem gosta de carnaval. Será falta do que fazer ou erro de avaliação ao escolher prioridades???

José Moletta disse...

esta mais do que na hora de o MP colocar o dedo na ferida chamada CARNAVAL