Polícia Federal acaba de prender Geddel Vieira Lima

A Polícia Federal acaba de prender na Bahia, em caráter preventivo, o ex-ministro Geddel Vieira Lima. A prisão foi determinada pelo juiz Wallisney de Souza, 10ª Vara da Justiça Federal de Brasília. Conforme a PF, a prisão é mais um desdobramento da Operação Cui Bono, que investiga, desde o início do ano,  fraudes na Caixa Econômica Federal, a partir de mensagens encontradas em um telefone celular do ex-deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

De acordo com investigações do Ministério Público, Geddel, na condição de vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa, entre 2011 e 2013, desviou recursos públicos por meio do recebimento de vantagens ilícitas, beneficiando a si e a Cunha, e também empresários, por meio da liberação de créditos e investimentos autorizados pela instituição em seu favor.

Uma das empresas que se valeram do esquema foi o grupo J&F, controlado pelo empresário Joesley Batista, além de concessionárias de rodovias e de empreendimentos imobiliários.