Salgado Filho já é dos alemães da Fraport AG

A partir de hoje, o Salgado Filho deixa de ser um campo de aviação, como costuma dizer o jornalista Rogério Mendelsky, e começa a se inscrever como aeroporto de categoria internacional.

É que ele sai das mãos da ineficiente e jurássica Infraero para a alemã Faport, que também faz a gestão do aeroporto de Frankfurt.

O governador Sartori foi acompanhar, em Brasília, a implementação do Programa de Concessão dos Aeroportos de Porto Alegre, Fortaleza, Salvador e Florianópolis, que começou as 11h.

Os alemães arremataram o aeroporto por R$ 290 milhões. Além da gestão por 25 anos, terão que ampliar o terminal de passageiros e do pátio de estacionamento de qaeronaves, sem contar a pista, que passará a contar com mais 920 metros.